O desenvolvimento da lógica nas crianças: como acontece e como incentivá-lo

A habilidade de raciocínio das crianças progride dia a dia, desde o nascimento até a idade adulta. Comece a estimulá-la o mais cedo possível!
O desenvolvimento da lógica nas crianças: como acontece e como incentivá-lo

Última atualização: 03 Outubro, 2021

O desenvolvimento da lógica em crianças é um processo relacionado às suas habilidades cognitivas. Essa competência vai evoluindo aos poucos, do mais concreto ao abstrato, até permitir elaborar raciocínios e deduções próprias.

Por meio da razão ou do pensamento lógico, a criança analisa as informações que recebe de qualquer um de seus sentidos e tira várias conclusões: causa-efeito, deduções, entre outras.

Podemos dizer que o desenvolvimento do pensamento lógico permite à criança entender o mundo ao seu redor e resolver problemas do dia a dia.

É possível estimular essas capacidades e desenvolver a inteligência por meio de diferentes atividades adequadas à idade. Neste artigo, vamos mostrar como você pode fazer isso. Não perca!

Como a lógica se desenvolve nas crianças

O biólogo, psicólogo evolucionista e pesquisador Jean Piaget analisou como a lógica se desenvolve nas crianças. De acordo com seus estudos, esse desenvolvimento ocorre em quatro etapas:

1. Fase sensório-motora

Inclui o período desde o nascimento até os dois anos. Durante esta fase, as crianças interagem com o mundo ao seu redor por meio de seus sentidos e seus reflexos inatos.

No início, o sentido mais importante é o toque. Por isso, tudo que chega às suas mãos vai para a boca, para ser analisado e descoberto.

estágio de desenvolvimento sensorial motor piaget mão objeto brinquedo boca bebê criança infante explorar descobrir desenvolver estimular brinquedo automóvel

2. Fase pré-operacional

Dos 2 aos 6 anos, desenvolve-se a fase pré-operacional. Nela, o raciocínio dos pequenos aumenta notavelmente e permite que tirem suas próprias conclusões sobre os fatos. Sempre com base em problemas comuns e simples.

Além disso, eles começam a usar a persuasão para conseguir o que desejam e adquirir habilidades para melhorar a maneira como se comunicam com os outros.

A partir dos quatro anos de idade, as crianças começam a desenvolver seu cérebro racional, o que leva à lógica, ao raciocínio, ao planejamento, ao pensamento e à aprendizagem de conceitos mais racionais.

3. Fase operatória concreta

Essa fase ocorre dos 7 aos 11 anos. Nesse momento, as crianças são capazes de raciocinar e começam a desenvolver o pensamento abstrato, tirar conclusões e estabelecer hipóteses. Em qualquer caso, seu raciocínio ainda se enquadra em um tempo e espaço específicos.

4. Fase operatória formal

Essa fase tem início aos 12 anos e se caracteriza pela possibilidade de adquirir habilidades cada vez mais complexas para desenvolver o próprio raciocínio hipotético-dedutivo, não mais dependendo de que ocorram fora do contexto em que estão.

Nesse estágio, as crianças têm uma visão cada vez mais abstrata do mundo ao seu redor.

Como estimular o desenvolvimento da lógica nas crianças

Os adultos são responsáveis por estimular e promover o desenvolvimento da lógica nas crianças desde o início. Pais, familiares, amigos e professores devem trabalhar essas habilidades cognitivas desde que as crianças são bebês.

Você não quer esperar para abordar esse aprendizado na fase operatória formal.

Vejamos algumas formas de estimular o desenvolvimento da lógica, de acordo com cada etapa do desenvolvimento da criança:

Do nascimento aos dois anos (fase sensório-motora)

  • Coloque músicas para tocar.
  • Acaricie o bebê para estimular o sentido do tato.
  • Fale com ele apropriadamente.
  • Use chocalhos ou brinquedos com diferentes cores, formas e texturas.
  • Conte histórias.

Entre dois a seis anos (fase pré-operatória)

  • Faça jogos de imitação ou interpretação de papéis para ajudar a socializar e interagir com outras pessoas.
  • Proponha atividades de classificação (por exemplo, de acordo com cores ou tamanhos), para estimular o raciocínio.
  • Incentive a experimentar e investigar, para aumentar sua curiosidade.
  • Deixe a criança colaborar na cozinha para preparar receitas fáceis.
  • Proponha a atividade de pintar em uma tela ou papel branco, para que a criança possa manipular tintas e fazer experiências com elas.
  • Uso de tabelas sensoriais para distinguir entre objetos e texturas
  • Incentive os jogos de construção, tipo Lego ou quebra-cabeças. São opções ideais para promover o pensamento lógico-matemático.
  • Proponha jogos de memória e agilidade mental, como dominó, xadrez ou tangram.

A partir dos sete anos (fase operatória concreta e formal)

  • Crie jogos de interpretação de papéis cada vez mais complexos para ajudar na socialização.
  • Brinque com diferentes jogos de tabuleiro nos quais as crianças precisem usar seu raciocínio lógico.
  • Proponha atividades que promovam o pensamento lógico, como sudoku, charadas, problemas matemáticos, entre outros.
  • Desenvolva jogos de construção cada vez mais complexos, jogos de fuga, de interpretação de papéis ou busca de pistas.
  • Analise notícias e textos juntos, para estimular sua reflexão e seu raciocínio lógico.

Sobre o desenvolvimento da lógica nas crianças

Nas linhas anteriores, mostramos como ocorre o desenvolvimento da lógica nas crianças, que Piaget classificou em quatro estágios.

As crianças devem ser estimuladas desde o nascimento, a fim de que desenvolvam um pensamento cada vez mais complexo, de forma gradual e natural.

Não devemos esperar para estimulá-las quando se supõe que já deveriam saber fazer as coisas, e sim antes. Dessa forma, poderemos abrir o caminho do aprendizado.

Uma criança que não foi estimulada precocemente pode apresentar mais dificuldades de aprendizagem do que aquela que recebeu uma estimulação adequada.

Pode interessar a você...
Desenvolvimento da linguagem nos bebês
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Desenvolvimento da linguagem nos bebês

Cada criança adquire a fala de acordo com o seu próprio processo. Mas existem algumas etapas determinantes para o desenvolvimento da linguagem nos ...



  • Alsina i Pastells, À. (2004). Desarrollo de competencias matemáticas con recursos lúdico-manipulativos: para niños y niñas de 6 a 12 años. Madrid: Narcea.
  • Ferrándiz, C., Bermejo, R., Sainz, M., Ferrando, M., & Prieto, M. D. (2008). Estudio del razonamiento lógico-matemático desde el modelo de las inteligencias múltiples. Anales de Psicología/Annals of Psychology, 24(2), 213-222.
  • Gómez Martínez, I. (2001). Desarrollo del pensamiento lógico en niños de 5 a 12 años de edad, apoyado en tecnología informática. Factor de integración en la escuela. Disponible en: https://repositorio.idep.edu.co/handle/001/146