Desmame noturno respeitoso com o bebê e com a mãe

19 Setembro, 2020
Se decidirmos proceder ao desmame noturno, devemos ter em mente que isso deve ser feito aos poucos e de forma progressiva.

É aconselhável esperar para fazer o desmame noturno a partir dos 12 meses. Uma vez que tivermos decidido interromper a amamentação durante a noite, talvez possam surgir sentimentos contraditórios: as mães não querem que o bebê deixe de receber a mamada noturna que eles tanto solicitam, mas, por outro lado, querem começar a descansar e evitar acordar durante a noite.

Os motivos que podem levar uma mãe a iniciar o desmame noturno podem ser muito diversos. É sempre aconselhável ir aos poucos. Você quer saber como proceder com o desmame noturno para que ele seja satisfatório e respeitoso com ambos? Encontre mais informações a seguir.

Razões para o desmame noturno

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), é aconselhável amamentar de forma exclusiva até os 6 meses e de forma complementar à alimentação até os 2 anos. Isso não significa que não existam mulheres que param de amamentar antes ou depois desse período, por diversos motivos e circunstâncias. No entanto, o que se recomenda é que esse processo seja feito aos poucos e de forma gradativa.

Alguns bebês deixam de pedir o peito assim que introduzimos a alimentação complementar, enquanto outros precisam do peito da mãe para sentir seu carinho, sua segurança, seu apego, seu afeto e, dessa forma, conseguir relaxar e dormir.

É normal que as mães fiquem exaustas depois de acordar durante noite porque, embora gostem do momento de alimentar o bebê, elas não conseguem descansar. É por isso que muitas mães podem considerar o desmame noturno. Como isso pode ser feito de uma forma gradual, respeitando o bebê?

Desmame noturno respeitoso com o bebê e com a mãe

Diretrizes para o desmame noturno

Não deixar os nossos sentimentos de lado

Provavelmente, durante o processo de desmame, vamos nos sentir culpadas e aliviadas ao mesmo tempo. Esses sentimentos são normais e devemos nos respeitar. É totalmente lógico querer começar a descansar durante a noite, e isso não precisa nos fazer sentir mal.

Devemos levar os sentimentos da criança em consideração

Podem ocorrer momentos de frustração e raiva por parte da criança durante o processo de desmame. Talvez não tenha sido ela quem decidiu recusar a amamentação durante a noite. Mas não precisamos perder a paciência, gritar ou repreender o bebê porque ele está chorando. Essa situação é difícil para a criança e, portanto, isso deve ser feito com respeito.

Começar o desmame na hora certa, não em qualquer momento

Quando surgem mudanças importantes na nossa vida, tais como o nascimento de um irmão, uma mudança de casa ou o início da rotina na creche, não é recomendável iniciar o desmame, uma vez que é um processo delicado e que deve ser iniciado no momento ideal para a criança.

Mais carinho e mimos

Devemos compensar o nosso filho com muitos mais abraços e beijos para que ele possa reagir da melhor forma possível quando perder o peito durante a noite.

Oferecer outro líquido quando ele acordar durante noite

Podemos ter água ou qualquer outro alimento para oferecer ao bebê se ele acordar durante a noite à procura do peito.

Se a criança aceitar, podemos começar a abandonar o “dormir juntos”

Pode funcionar e ser muito útil levar a criança para o quarto dela ou para o quarto do irmão mais velho, se ela tiver um. Ela pode ficar animada por ir para o quarto das crianças mais velhas e dormir ao lado delas.

Essa etapa deve ser seguida se a criança for receptiva, se quiser e ficar animada para mudar de quarto. Não devemos forçar nada, pois será totalmente contraproducente se ela não estiver preparada para fazer essa mudança.

Desmame noturno respeitoso com o bebê e com a mãe

O pai deve colaborar para o desmame noturno

O pai pode ajudar muito no momento do desmame noturno. Quando a criança chorar, ele pode se responsabilizar por apoiá-la, mimá-la ou entretê-la. Inclusive, se ambos os pais estiverem de acordo, eles podem colocar o berço do lado do pai ou a mãe pode ir dormir em outro quarto.

Retroceder e parar, se necessário

Não devemos pensar que, uma vez que tivermos iniciado o processo, não poderemos voltar atrás se assim desejarmos. Se precisarmos parar ou retroceder, é isso que devemos fazer. Não existem fórmulas perfeitas! Se houver uma noite difícil e a criança precisar, podemos oferecer o peito, sem hesitação, mesmo que seja apenas nesse momento. Inclusive, se não nos sentirmos preparadas e fortes, podemos parar com o desmame.

Sobre o desmame noturno respeitoso

O desmame noturno é um processo que deve ser feito de forma gradativa para que seja um processo satisfatório e respeitoso com a mãe e com o bebê. Essas foram algumas dicas para conseguir essa realização aos poucos e para que seja mais tranquilo para todos. Mas lembre-se: não existem varinhas mágicas, pois é a nossa intuição e o nosso corpo que vão nos guiar durante esse processo.