Como detectar a Alta Sensibilidade Infantil

13 Maio, 2020
As crianças altamente sensíveis têm uma rica vida interior e são capazes de apreciar as emoções dos outros mais facilmente.
 

A Alta Sensibilidade Infantil geralmente causa uma certa preocupação, principalmente quando se manifesta em altos níveis. De fato, as famílias de crianças altamente sensíveis às vezes temem que seja um caso de autismo ou algo similar quando, na verdade, se trata de outra questão. Continue lendo e descubra como detectar a Alta Sensibilidade Infantil.

O que é a Alta Sensibilidade?

Em geral, a Alta Sensibilidade simplesmente é uma característica psicológica com uma base neurológica.

De acordo com as pesquisas realizadas pelo médico e pesquisador Arthur Aron, as áreas do cérebro envolvidas com a consciência e a emoção das pessoas altamente sensíveis mostram um fluxo sanguíneo maior do que nos indivíduos que apresentam baixa sensibilidade.

Por outro lado, em questões socioemocionais, as pessoas altamente sensíveis têm uma capacidade especial para perceber emoções, tanto em si mesmas quanto nos outros, enquanto conseguem apreciar detalhes da realidade que passam despercebidos pelas outras pessoas.

Crianças com Alta Sensibilidade

“As pessoas altamente sensíveis tendem a ter mais consciência de estímulos sutis, processar as informações mais profundamente e ser mais reativas a estímulos positivos e negativos”.

-Elaine Aron-

 

 Características da Alta Sensibilidade Infantil: como detectar?

A psicóloga Elaine Aron é uma referência em alta sensibilidade infantil e, no seu livro The Highly Sensitive Child, ela expressa que todas as crianças altamente sensíveis têm os seguintes quatro aspectos em comum:

  • Profundidade de processamento. As crianças que são altamente sensíveis processam as informações mais profundamente do que as outras crianças, porque manifestam maiores processos de reflexão interna.
  • Superestimulação ou superexcitação. As crianças com alta sensibilidade ficam superestimuladas com mais facilidade e, como consequência, precisam de períodos de descanso mais longos.
  • Intensidade emocional. Habilidades socioemocionais, como a empatia, são bastante desenvolvidas nas crianças altamente sensíveis, que podem, assim, apreciar as emoções dos outros facilmente.
  • Sensibilidade sensorial. A menina ou o menino com alta sensibilidade recebe uma maior quantidade de informações sensoriais, ao mesmo tempo que percebe detalhes sutis.

No entanto, juntamente com essas características, a personalidade e o temperamento que a criança adquirir vão influenciar, em grande parte, a sua maneira de responder e se adaptar ao mundo.

detectar a Alta Sensibilidade Infantil
 

Por sua vez, a Associação Espanhola de Profissionais da Alta Sensibilidade destaca que essas seriam algumas das principais características que diferenciam uma criança altamente sensível de outra que não é:

  • As crianças altamente sensíveis têm a capacidade socioemocional da empatia mais desenvolvida, porque os seus neurônios espelho têm maior atividade do que nas outras pessoas.
  • Elas desenvolvem em maior medida as suas habilidades para executar tarefas relacionadas à criatividade e à arte.
  • Elas têm uma maior consciência global associada à atividade cerebral única de sua ínsula.

Por que é importante detectar a Alta Sensibilidade Infantil?

O fato de saber identificar a Alta Sensibilidade desde cedo evita, consideravelmente, futuros distúrbios de autoestima e de autoconceito nas crianças.

Se ensinarmos as crianças a se conhecerem e entenderem esse traço psicológico, elas saberão como administrá-lo, assumindo-o de acordo com a sua personalidade. Em resumo, elas aprenderão a conviver com ele da melhor maneira possível.