9 dicas para a desconexão digital das crianças

Atualmente, o uso das telas pelas crianças tem se intensificado, mas tudo tem solução. Vamos falar sobre algumas dicas para uma bem-sucedida desconexão digital das crianças.
9 dicas para a desconexão digital das crianças

Última atualização: 05 Dezembro, 2020

Com a difícil situação que temos vivido desde março devido à crise de saúde que atinge o mundo todo, muitas crianças aumentaram o uso de dispositivos eletrônicos (celular, computador, videogame, tablet, etc.), e isso deixa muitos pais preocupados. Por isso, a seguir, veremos algumas dicas para a desconexão digital das crianças.

A internet, usada de forma racional, é uma ferramenta muito útil para estudar, consultar informações, comunicar-se com familiares ou amigos que moram longe ou que não podemos encontrar no momento, etc. O problema é que o abuso desses dispositivos tem consequências sobre o humor e a saúde física e emocional das crianças.

Dicas para a desconexão digital das crianças

Todos nós sabemos que a tecnologia se encarregou de nos aproximar nos momentos em que não podíamos encontrar familiares e amigos. As telas eletrônicas se tornaram a única janela para o exterior e, além disso, agora muitas crianças também devem continuar a utilizá-las, já que não podem ir para as aulas presencialmente, sendo necessário assisti-las através de chamadas de vídeo.

chaves para a desconexão digital das crianças

Como pais, devemos administrar o seu uso adequado e estabelecer uma série de regras para garantir a segurança ao navegar na internet, entre outras coisas. Por isso, veremos algumas dicas para que essa situação não acabe sendo uma fonte de estresse para o nosso dia a dia.

Brincar com os nossos filhos

Devemos reservar um pouco de tempo todos os dias para brincar com os nossos filhos. Isso pode ser feito com jogos de tabuleiro, quebra-cabeças, jogos teatrais em que cada um de nós adota um personagem ou qualquer outra atividade que favoreça a criatividade e a imaginação.

Esse tempo reservado para brincar com os nossos filhos pode se tornar a melhor parte do dia para eles, pois as crianças adoram brincar com os pais.

Envolver os pequenos nas tarefas domésticas

Uma maneira de tirá-los das telas é atribuir algumas tarefas domésticas adequadas à sua idade, habilidade e desenvolvimento, tais como arrumar o quarto, arrumar a mesa, ajudar a fazer um bolo ou algo de que possam participar.

Dessa forma, as crianças aprendem a ser responsáveis ​​e fazemos com que se sintam importantes, já que estarão ajudando em casa e, pelo menos durante esse período, estarão longe das telas.

Promover a leitura para a desconexão digital das crianças

Todos os dias, devemos passar um tempo lendo uma história. Dessa forma, o interesse dos pequenos pela leitura aumentará. Se a nossa família for composta por vários membros, podemos organizar um clube de leitura e, assim, conversar sobre algumas das leituras que fizemos, principalmente com as crianças que já souberem ler.

Definir um local para usar os dispositivos eletrônicos

O lugar onde as telas poderão ser usadas deve ser uma das áreas mais sociais da casa, tais como a sala de estar ou a sala de jantar, e as crianças devem usá-las quando estiverem acompanhadas. Se usarem quando estiverem sozinhas, elas podem se desconectar da realidade e, além disso, encontrar alguns dos perigos que circulam na rede.

Configurar o controle dos pais nos dispositivos que são utilizados

Não devemos deixar nenhum dispositivo com acesso à internet ao alcance da criança sem ter configurado o controle dos pais. É muito importante que, se os pequenos utilizarem a rede, nós estejamos presentes ou tenhamos esse controle configurado para a sua segurança.

Sempre escolher conteúdo adaptado à idade das crianças

Quando acessarem um filme ou série, sempre temos que nos certificar de que seja algo adequado para a sua idade. Conteúdos inadequados para a sua idade podem causar problemas porque elas ainda não estão psicologicamente preparadas.

Assim, na medida do possível, tentaremos compartilhar com elas alguma atividade diária (assistir filmes ou séries em streaming, jogar um jogo, etc.).

Outras dicas para a desconexão digital das crianças

chaves para a desconexão digital das crianças

Ter uma conversa com as crianças e falar com elas

Devemos conversar com os nossos filhos e dizer a eles o quanto é importante ter um momento para tudo, ou seja, o cumprimento de suas tarefas na hora certa e o estabelecimento de limites por nós para o uso dos aparelhos. Sempre temos que adaptar a nossa conversa à idade e à compreensão dos pequenos. Lembre-se de que devemos ser constantes e consistentes com os limites e regras que definimos.

Aceitar a resistência

Se para um adulto é difícil limitar o tempo de uso dos conteúdos digitais, isso é ainda mais difícil para as crianças, cujas mentes são imaturas e fáceis de cativar. Temos que ser compreensivos e dar tempo para que assimilem e aceitem as mudanças aos poucos.

Ser um exemplo para a desconexão digital das crianças

Essa pode ser uma das dicas mais difíceis para os pais. Quem nunca aproveitou para consultar o celular na hora da refeição ou enquanto a criança brincava? Você deve evitar isso. Caso contrário, todo o esforço feito para seguir as dicas acima será inútil, visto que as crianças são mais receptivas ao nosso exemplo do que às nossas instruções.

Em última análise, é importante executar essas dicas para que a desconexão digital das crianças seja bem-sucedida. Não devemos nos esquecer de que, ao reduzir o uso dos aparelhos eletrônicos progressivamente, você também estará protegendo os seus filhos de distúrbios como a ansiedade ou a depressão, causados ​​pelo uso excessivo das telas.

Adicionalmente, outro aspecto que será favorecido é o descanso na hora de dormir, pois evitaremos o sedentarismo e, além disso, também protegeremos a visão dos pequenos a longo prazo.

Pode interessar a você...
O Instagram é seguro para as crianças?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
O Instagram é seguro para as crianças?

O Instagram é uma rede social que, segundo os seus criadores, tem como objetivo a narração visual. Mas será que o Instagram é seguro para as crianç...



  • PASTOR, Y., & MONTES-VOZMEDIANO, M. A. N. U. E. L. INFANCIA, RIESGOS EN INTERNET Y VULNERABILIDADES DIGITALES.
  • Vélez, A. P., & Fraile, M. N. (2019). Hábitos de uso de Internet en niños y niñas de 8 a 12 años: un estudio descriptivo. Hamut´ ay, 6(2), 55-68.
  • Villadangos, S. M., & Labrador, F. J. (2009). Menores y nuevas tecnologías (NT):¿ uso o abuso. Anuario de Psicología Clínica y de la Salud, 5(1), 75-83.