Dicas para ensinar as crianças a pensar

O treinamento do raciocínio lógico não é aprendido apenas na escola, mas também ocorre em casa. Neste artigo, vamos dar algumas dicas práticas para ajudar seus filhos.
Dicas para ensinar as crianças a pensar

Última atualização: 01 Junho, 2021

Pensar é uma atividade típica do cérebro humano. Pensamos porque internalizamos, meditamos, refletimos, temos novas ideias, imaginamos… Pensar é qualquer atividade do cérebro que envolva um raciocínio. Embora os mais ignorantes também pensem, não é menos verdade que aqueles que estão mais bem preparados e têm um QI mais alto contam com as ferramentas para raciocinar e tomar as melhores decisões em suas vidas.


Neste artigo, vamos falar sobre isso.

O que é ensinar uma criança a pensar?

Ensinar uma criança a pensar é transmitir a ela a necessidade de:

Descobrir o porquê de tudo

Dessa forma, a criança vai entender sua origem, sua natureza, seu funcionamento, sua utilidade, etc. Por exemplo, você deve estimular seu filho não só a entender que depois de vários dias uma goiaba verde amadurece e muda de cor, mas também que é nesse ponto que ela pode ser usada para fazer a geleia que ele tanto gosta. É seu dever encorajá-lo a investigar quais são os processos químicos que tornam possível a maravilhosa transformação da fruta.

filho-pensando-com-os-pais-em-segundo-plano_1098-881

Tirar suas próprias conclusões

É normal que seu filho queira fazer parte do grupo e, como membro, ele precisa estar em sintonia com os ideais que seus amigos buscam. Mas ele não pode se deixar levar pelo cérebro dos outros. Seu filho deve entender que, mesmo fazendo parte de um grupo, ele pode ter opiniões diferentes. Ensine-o a pensar por si mesmo e a defender suas ideias, sejam elas iguais ou não às dos outros.

Se os amigos consomem bebidas alcoólicas e fumam porque está na moda, porque querem “provar sua masculinidade”, ou experimentar o que se sente, ele tem que aprender a manter sua posição e não se deixar envolver com drogas legais sobre as quais vocês já conversaram tanto.

Afastar-se do pensamento estereotipado

Os estereótipos aprisionam o cérebro. Eles constroem um bloqueio mental que só permite chegar a análises que se mantenham dentro dos padrões impostos.

O pensamento estereotipado é unidirecional e sem desvios, portanto, a pessoa se torna incapaz de ver as luzes coloridas que tilintam em ambos os lados do caminho que está percorrendo. Use essa metáfora para explicar ao seu filho como o pensamento estereotipado é cego para a diversidade de análises que o cérebro pode realizar.

Ensine-o a pensar livremente e sem tabus.

Ter argumentos sólidos para defender suas ideias

Um homem pode ter a verdade em suas mãos, mas se não souber como defendê-la, qualquer mentira ou pensamento errado vai se sobrepor.

Para ter argumentos sólidos, é preciso estudar, investigar, manter-se atualizado, etc. Ensine seu filho a se apropriar de qualquer tipo de conhecimento. Deixe-o aprender sobre arte, mecânica, aeronáutica, medicina, beleza, saúde, moda, ecologia, etc. Ninguém sabe quando ele pode precisar desses saberes.

Aprender com seus erros

Tirar proveito de seus erros será a melhor maneira de aprender a não cometê-los novamente. Seus erros serão seus melhores professores.

Se ele falar mal de um colega na frente dos outros, vai criar uma inimizade e encontrar um problema por causa disso. Então, ele vai aprender imediatamente que é errado falar de quem não está presente, criticar ou zombar dessa pessoa.

guia-criança-comum-criança-pequena-pensativa-p

Tomar decisões baseadas em análises próprias

Ensine seu filho a não se deixar influenciar a ponto de permitir que os outros decidam por ele. É normal ouvir as opiniões e o pensamento das pessoas ao seu redor, mas a criança deve aprender a aproveitar seu próprio aprendizado, valorizar o que ela tem e é, os prós e os contras e as amplas possibilidades que lhe são oferecidas e só então fazer uma escolha.

Todo o conhecimento adquirido a ajudará a resolver seus problemas e a ser responsável por suas decisões.

Dicas para ensinar as crianças a pensar

Mamãe, para ensinar seu filho a pensar, você deve encorajar bons hábitos de vida. Portanto, incentive as crianças a:

  • Ler
  • Dedicar um tempo à meditação
  • Divertir-se com jogos que estimulem o pensamento: xadrez, quebra-cabeça, caça-palavras, jogos matemáticos, etc.
  • Resolver problemas mentais e solucionar desafios e charadas

Em suma, usar a criatividade e sempre buscar novas alternativas para resolver seus dilemas. Lembre-se de que pensar é internalizar, meditar, refletir, ter novas ideias, imaginar… Pensar é uma atividade própria do cérebro humano que precisa de atenção cultural, assim como as plantas precisam de água para crescer, produzir flores, frutos e se desenvolver melhor.

Pode interessar a você...
Como falar para fazer o seu filho pensar
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Como falar para fazer o seu filho pensar

Pais e educadores têm o desafio de fazer com que as crianças aprendam processos de pensamento complexos. Como falar para fazer o seu filho pensar?