Ensinar as crianças a valorizar o dinheiro: algumas dicas

29 de março de 2019
As crianças costumam estudar, brincar e se divertir. No entanto, também devem investir seu tempo em aprender coisas que as preparem para enfrentar o futuro. Por essa razão, aqui você aprenderá como ensinar as crianças a valorizar o dinheiro. 

Quanto mais cedo você começar a ensinar as crianças a valorizar o dinheiro, mais elas estarão preparadas para a vida adulta.

Quando a criança é pequena, o dinheiro ainda não é parte essencial de sua vida. No entanto, é o melhor momento para ensinar como usá-lo a fim de que ela tenha um relacionamento saudável e equilibrado com esse recurso.

Importância de ensinar as crianças a valorizar o dinheiro

Quando você fala sobre ensinar as crianças a valorizar o dinheiro, não se trata apenas de abrir uma conta e ensiná-las a economizar. Vai muito além disso.

O objetivo é mostrar a elas que devem valorizar suas economias e, então, desfrutar os privilégios. Isso resulta em crianças menos egoístas, mesquinhas, desperdiçadoras e interesseiras numa era tão materialista.

Além disso, é um dos pilares fundamentais na educação de uma criança, pois ajuda a conscientizar sobre a importância da poupança para a economia doméstica. 

Dessa forma, elas assimilam quanto custa comprar as coisas que desfrutam todos os dias. Portanto, nem sempre é possível ter tudo o que se deseja.

Educá-las sobre o valor da riqueza é um grande benefício. Uma criança que sabe valorizar o dinheiro achará mais fácil lidar com suas limitações sem se sentir frustrada.

6 maneiras de ensinar seu filho a valorizar o dinheiro

Ensine seu filho o que significa dinheiro e seu verdadeiro valor. Quando você levá-lo às compras, mostre-lhe os preços. Embora ele ainda seja pequeno, à medida em que crescer, poderá entender a diferença entre o caro e o barato.

Além disso, mostre a ele a importância de fazer um orçamento e seus benefícios. Então, ele entenderá que não deve gastar mais do que possui.

Explique que há pessoas que têm mais dinheiro e que podem comprar coisas que os outros não podem. No entanto, mesmo que tenham muito dinheiro, há despesas que devem ser limitadas.

Além disso, as crianças devem saber que sua felicidade não depende apenas das riquezas. As sugestões a seguir ajudarão você a incutir essas ideias com facilidade.

menina economizando em cofrinho

Comece com o seu exemplo

Lembre-se de que as crianças são como esponjas que absorvem o que veem. Elas estão sempre atentas aos seus comportamentos.

Portanto, se elas percebem que você gasta sem limites e compra coisas que não usa, vão imitar você. Ou seja, a melhor maneira de ensinar as crianças a valorizar o dinheiro é, sem dúvida, através de suas ações.

Atribua tarefas em casa

Os adultos trabalham para ganhar dinheiro e as crianças devem saber disso. Elas precisam entender que devem ganhar o que possuem. Uma maneira simples de ensiná-las é atribuir tarefas fáceis, como varrer as folhas do jardim.

Quando a criança colabora na atividade que você designou, recompense-a. Você pode fazer um cronograma de tarefas e estabelecer um pagamento para algumas delas. Dessa maneira, ela entenderá que, para obter uma recompensa, precisa fazer um esforço e esperar. Isso a ajudará a ter autocontrole e tolerância.

Mostre a elas que devem valorizar suas economias e, então, desfrutar os privilégios. Isso resulta em crianças menos egoístas, mesquinhas, desperdiçadoras e interesseiras numa era tão materialista.

Ensine a economizar

Uma vez que seu filho tenha seu próprio dinheiro, é hora de ensinar-lhe a importância de não gastar tudo. Uma maneira de ajudar é comprar um cofrinho para manter uma parte de cada montante que ele recebe.

Por outro lado, se a criança já tiver 10 anos ou mais, você poderá abrir uma conta para suas economias. Logicamente, você será a única pessoa a administrá-la, mesmo que os fundos sejam de seu pequeno.

Incentive a definir metas realistas

Para motivar seu filho a economizar dinheiro, incentive-o a definir uma meta do que ele vai comprar com o que acumula. Além disso, você pode propor fazer um curso ou uma viagem com seu próprio dinheiro. Isso vai excitá-lo e, assim, ele entenderá o valor da poupança.

No entanto, você não deve impor nada. Em vez disso, deixe-o escolher de acordo com suas preferências. Você deve apenas oferecer sugestões e apoiar sua decisão.

As crianças ficam muito satisfeitas por terem ganhado algum dinheiro e por atingirem um objetivo. Isso irá motivá-las a economizar em outros momentos.

menino pede dinheiro ao pai

Tenha um orçamento

Diga ao seu filho quais são as vantagens de ter um orçamento e faça com que seu dinheiro corresponda às despesas. Fazer um plano do que receberá, gastará e economizará em um mês irá ajudá-lo a ser disciplinado ao usar o dinheiro.

Ajude a encontrar ofertas

Aos 10 anos, seu filho já é capaz de entender números e alguns cálculos. Ao fazer compras, peça a ele para lhe dar sua opinião sobre as várias ofertas dos produtos. Assim, ele avaliará a conveniência de cada um deles e ficará feliz em dar sua opinião.

Em conclusão, tenha em mente que, para ensinar as crianças a valorizar o dinheiro, você deve ser a primeira pessoa a seguir o caminho econômico correto. Dessa forma, elas vão apreciar o que têm e vão entender o valor de se esforçar para alcançá-lo.

  • Lusardi, A. (2008). Household Saving Behavior: The Role of Financial Literacy, Information, and Financial Education Programs. SSRN. https://doi.org/10.2139/ssrn.1094102