Dicas para educar uma criança altamente sensível

19 Junho, 2018
Por que meu filho é altamente sensível? Como posso educar uma criança altamente sensível para que tenha sucesso na vida?

Todas as crianças são especiais. Mas, ao descobrir que o seu filho é altamente sensível, talvez seu mundo tenha vindo abaixo e mil perguntas tenham surgido.

A verdade é que seu filho é diferente das outras crianças porque ele sente e vive o que acontece ao redor em dobro. Demonstrar como ele é especial para você, sem dúvida, vai ajudá-lo a crescer e amadurecer

As causas e as características de ser altamente sensível

Mas por que meu filho é assim? Talvez você se faça essa pergunta. A resposta é que pode ser genético, pode ter passado de geração em geração.

Em um estudo conduzido pela Dra. Elaine N. Aron, havia crianças que tinham um sistema nervoso muito sensível a tudo. Uma criança altamente sensível é sufocada pelas mudanças bruscas, pelos altos níveis de estímulo e pela angústia emocional dos outros.

Normalmente, as crianças altamente sensíveis se comportam meticulosamente, pois preferem pensar profundamente sobre as coisas antes de agir. Desde bebês reagem imediatamente a mudanças na luz e temperatura.

Também desde cedo elas podem, por exemplo, apreciar refeições e aromas. Mas, ao mesmo tempo, o simples toque dos tecidos da roupa pode causar grande desconforto e irritação na pele. Elas choram por qualquer coisa, os estímulos as incomodam muito, têm medo de sons repentinos e outras coisas mais complexas à medida que vão crescendo.

criança altamente sensível

Se quiser saber se seu filho é uma criança altamente sensível, você pode tentar fazer um teste. Mas a verdade é que nem todas elas apresentam as mesmas características.

Isso acontece porque os traços característicos dependem de vários fatores, como a família, o ambiente em que vivem, a atenção e o cuidado que receberam e, especialmente, a educação de cada criança.

Todos esses aspectos fazem a criança desenvolver sua própria personalidade, mesmo que seja uma criança muito sensível. Ou seja, os sentidos dela (tato, visão, audição, paladar e olfato) se tornaram muito sensíveis ao mundo ao seu redor.

Para dar a melhor educação possível, você deve se colocar no lugar da criança. E quem melhor do que os próprios pais para compreender e aceitar que seu filho é altamente sensível?

O que você pode e deve fazer?

Em primeiro lugar, descubra tudo o que puder sobre esse diagnóstico. Isso vai ajudar muito no momento em que precisar explicar por que a criança se comporta dessa maneira a outras pessoas, sejam professores, amigos ou familiares.

Também procure a opinião profissional de psicólogos que estudaram esse problema e têm escrito sobre ele, como, por exemplo, a Dra. Elaine N. Aron.

Um filho altamente sensível se encontra em um processo de unificar o que sente por dentro com o ambiente que o cerca, ou seja, a forma como ele vê o mundo com o mundo exterior, pois tem uma hipersensibilidade emocional e física.

criança altamente sensível

Mas como educar uma criança altamente sensível?

Vamos começar com 5 passos básicos:

  • Limites. Você não deve reprimir seu filho nem permitir qualquer coisa que ele quiser. É preciso colocar regras e explicar que elas existem porque você quer o melhor para ele.
  • Tecnologia. Embora seja uma boa ferramenta para a criança aprender a se comunicar, também pode fazer com que ela se esconda do mundo real. Portanto, é melhor não deixar a criança passar tanto tempo na frente do computador.
  • Compreensão. Seu filho não é um adulto em miniatura. Ele não sabe controlar as emoções, e tudo o que está ao seu redor o sufoca. Tente se colocar no lugar dele.
  • Calma e tranquilidade. Você sabe por que ele reage de determinada maneira, então ficar chateada não vai melhorar as coisas. Além do mais, seu filho não precisa de mais estresse.
  • Interagir. Você deve incentivar seu filho a interagir com o mundo real e, para isso, precisa ser muito criativa na forma como mostra as coisas. Por exemplo: ir ao parque, ver as estrelas em um telescópio, ter um animal de estimação, controlar as emoções, etc.

As crianças altamente sensíveis demonstram mais interesse pelas pessoas e situações ao seu redor. Por isso é benéfico ajudá-las a fazer amigos desde a infância. Isso permitirá desenvolver suas habilidades sociais e vai dar mais confiança na tomada de decisões.

Às vezes você apenas tem que dar espaço e tempo para a criança fazer suas escolhas. Coisas que talvez sejam triviais para você, podem ser muito importantes para ela e a criança tem o direito de poder escolher. Você não deve decidir pelo seu filho nem apressá-lo!

  • de Beijl, K. Z. (2016). Personas Altamente Sensibles: Descubre si lo eres y aprende a gestionar el día a día en tus relaciones, el trabajo, con tus hijos…. La Esfera de los Libros.
  • Bujor, L., and Turliuc, M. N. (2014). “Personality, family correlates, and emotion regulation as wellbeing predictors”, Proc. Soc. Behav. Sci., 159: 142-146.
  • Davis, M. H. (1980). “A multidimensional approach to individual differences in empathy”, JSAS Catalog Select. Doc. Psychol., 10: 85.
  • Harke, S. Personas altamente sensibles. EDAF.
  • Pluess, M., Assary, E., Lionetti, F., Lester, K. J., Krapohl, E., Aron, E. N., & Aron, A. (2018). Environmental sensitivity in children: Development of the Highly Sensitive Child Scale and identification of sensitivity groups. Developmental psychology, 54(1), 51. https://psycnet.apa.org/record/2017-42386-001
  • Alehan, D., Celiker, A., & Özme, Ş. (1996). Head-up tilt test: a highly sensitive, specific test for children with unexplained syncope. Pediatric cardiology, 17(2), 86-90. https://link.springer.com/article/10.1007/BF02505089