Dicas para estabelecer uma rotina de alimentação do bebê

16 de abril de 2019
Os benefícios de estabelecer uma rotina de alimentação do bebê são inúmeros. Além de ajudar a adquirir um hábito positivo, também ajuda os pais a se organizarem.

Estabelecer uma rotina de alimentação para o bebê é essencial para que ele possa crescer saudável e forte. Conforme ele se desenvolve, será preciso incorporar novos alimentos. Portanto, os pais devem ter um cuidado especial com o que o bebê pode comer e a idade apropriada em que novos alimentos podem ser incluídos em sua dieta.

Quando começar a estabelecer rotinas para os bebês?

Desde que o bebê nasce, os pais podem começar a estabelecer rotinas em suas atividades.

A rotina pode ser implementada não só na alimentação, mas também nas horas de cochilo e de tomar banho. Isso não apenas ajuda a criança a ter horários, mas também traz benefícios aos pais, permitindo que eles se organizem.

Assim que o bebê completa três meses, ele começa a se dar conta das várias atividades que realiza durante o dia. Inclusive, ele vai notar se não fizer alguma atividade como de costume.

A primeira rotina que os bebês aprendem é a da hora de comer. Por isso, os pais devem prestar atenção especial à sua alimentação e como ela vai mudando com o tempo.

Vantagens de estabelecer uma rotina de alimentação para o bebê

A primeira coisa que os pais devem fazer antes de incluir novos alimentos na alimentação do bebê é consultar o pediatra. As crianças não podem comer certos alimentos porque podem fazer mal.

Além disso, é importante definir horários para ela se acostumar com os horários das refeições. Estas são outras vantagens que podemos destacar dessa prática:

  • Ajuda o bebê a conhecer as suas próprias rotinas e horários. Por exemplo, ele vai saber que depois do cochilo é hora de mamar.
  • Será muito mais fácil quando os pais deixarem o bebê aos cuidados de uma babá ou de um parente. Por ter uma rotina de alimentação já estabelecida, será mais fácil cuidar dos horários e manter um hábito.
  • Estabelecer uma rotina de alimentação para o bebê também é importante para organizar os processos biológicos relacionados ao sistema gastrointestinal e à sua nutrição.
  • Quando o bebê começa a comer novos alimentos, essa rotina permite que os pais saibam quais alimentos podem causar alergias ou intolerância.
A rotina de alimentação do bebê também é benéfica para os pais.

Rotinas mais comuns

Existem três tipos de rotinas que os pais podem começar a implementar. A primeira é definida por eles mesmos, a segunda é estabelecida pelo bebê e a terceira seria um combinado das duas. Explicamos mais detalhadamente abaixo como cada uma delas se aplica:

Rotina determinada pelos pais

Esse tipo de rotina é a mais rigorosa. Os pais especificam quando o bebê vai comer e, em muitas ocasiões, também definem o quanto ele deve dormir, brincar e passear.

Para que os pais possam começar a aplicar essa rotina, devem consultar diretamente um especialista ou se basear nos padrões naturais da criança. Para ser eficaz, essa rotina deve ser aplicada todos os dias.

“Estabelecer uma rotina é importante. Os pais devem lembrar que os bebês devem comer pelo menos a cada 4 horas.”

Rotina determinada pelo bebê

Essa rotina costuma ser mais flexível e menos exata. Os pais, geralmente, são guiados pelas dicas do comportamento do bebê, dependendo do que necessite.

Isso não significa que a criança nunca vai ter horários. Ao nascer, o próprio bebê estabelece as horas regulares de sono, alimentação e diversão. O importante é observar e respeitar as rotinas que são definidas de forma natural.

Horários combinados

Essa técnica aplica a combinação das duas estratégias mencionadas acima. Os pais devem seguir uma rotina estabelecida para dormir, comer e brincar, mas podem mudá-la de vez em quando. Por exemplo, quando o tempo de sono é atrasado por causa de uma ida ao supermercado ou qualquer outra atividade.

Estabelecer uma rotina de alimentação do bebê é muito importante para o funcionamento do seu corpo.

Quanto um bebê deve comer?

Não existe uma quantidade definida para a rotina de alimentação do bebê. Geralmente é recomendado dar uma ou duas colheres do novo alimento e aumentar a quantidade progressivamente a cada dia. Isso, é claro, se o bebê aceitar. Tenha em mente que é importante que o bebê seja alimentado de acordo com suas necessidades e demandas.

É essencial que os pais estabeleçam uma rotina de alimentação na qual os bebês tenham um hábito alimentar de acordo com sua idade. Se você tiver dúvidas sobre qualquer alimento que queira integrar à dieta da criança, lembre-se de que é melhor consultar o pediatra. Uma dieta adequada permitirá que a criança se desenvolva da melhor forma possível.

  • Lázaro A, Martín B. Alimentación del lactante sano. Protocolos diagnóstico-terapéuticos de Gastroenterología, Hepatología y Nutrición Pediátrica SEGHNP-AEP. 287-295. [Disponible en línea].
  • Organización Mundial de la Salud/ Organización Panamericana de la Salud. “La alimentación del lactante y del niño pequeño: Capítulo Modelo para libros de texto dirigidos a estudiantes de medicina y otras ciencias de la salud”. 2010. ISBN: 978-92-75-33094-4