A diferença entre o castigo e a disciplina

A disciplina e o castigo, acredite ou não, são totalmente diferentes, assim como suas consequências. Aqui vamos especificar quais são suas diferenças. Não perca!
A diferença entre o castigo e a disciplina

Última atualização: 19 Junho, 2021

Há uma grande diferença entre o castigo e a disciplina quando se trata de educar e corrigir as crianças. O castigo está mais focado em fazer a criança sofrer uma consequência por ter quebrado uma regra, enquanto com disciplina o que fazemos é ensiná-la a tomar a melhor decisão caso a mesma situação aconteça novamente. É importante que saibamos claramente essa diferença ao criar nossos filhos.

Todos sabemos que educar crianças não é uma tarefa fácil, mas precisamos ter clareza sobre alguns aspectos e diretrizes na hora de educar. Dessa forma, teremos maior sucesso em sua educação sem ter que infligir sofrimento. Nas linhas a seguir, veremos mais detalhadamente como ambos os conceitos diferem.

O que é o castigo?

O castigo se baseia no estabelecimento de uma consequência, muitas vezes negativa, por quebrar regras ou normas. Esse sentimento ou essa necessidade de punir os filhos pode vir da frustração dos pais por não saberem o que fazer ou também de seu desespero.

Mãe batendo em seu filho sem saber como os castigos afetam o cérebro das crianças.

Alguns pais se sentem compelidos a gritar, bater ou remover privilégios para enviar às crianças a mensagem de que ou elas mudam seu comportamento ou terão que enfrentar consequências negativas.

O castigo tenta controlar a criança em vez de ensiná-la a se controlar. Muitas vezes, os castigos podem mudar o pensamento de uma criança sobre si mesma. Quando punido severamente, uma criança pode pensar “Eu sou mau” ou “Eu não sou uma boa pessoa”, em vez de concluir que ela não tomou a decisão certa.

Os pais que têm um estilo educacional autoritário são mais propensos a castigar os filhos. Uma palmada tem objetivo de causar dano físico ao pequeno para que ele não volte a se comportar mal. Isso pode provocar não apenas danos físicos em si, mas também danos psicológicos, prejudicando também a autoestima da criança.

Os castigos punições são uma boa opção?

Os castigos não são uma boa opção para educar as crianças. Eles não as ensinam a se comportar, permitindo a posterior repetição do mau comportamento. Se uma criança recebe palmadas porque bateu em um amigo ou irmão, ela não aprende a resolver seus conflitos pacificamente. Além disso, ficará confusa, pois não entenderá por que seus pais podem bater nela, mas ela não pode bater em um amigo ou irmão.

O castigo também aumenta a raiva contra a pessoa que castigou, em vez de levar a criança a compreender as razões pelas quais ela teve esse comportamento. Então, em vez de pensar e ponderar como agir melhor da próxima vez que se encontrar na mesma situação, a criança fica presa em um canto por um longo tempo se perguntando como poderá se vingar da pessoa que a colocou lá.

O que é disciplina?

A disciplina, ao contrário do castigo, ensina às crianças habilidades e recursos para saber como administrar seu comportamento e resolver problemas, ao mesmo tempo que controla suas emoções. Com a disciplina, ajudamos as crianças a aprender com seus fracassos e ensinamos maneiras adequadas de combater emoções como a decepção ou a raiva. Algumas técnicas disciplinares são a remoção de privilégios ou do tempo livre.

O objetivo é dar às crianças uma consequência negativa para que tomem melhores decisões no futuro. A boa disciplina deve ter regras claras e consequências negativas, se as primeiras forem violadas. Os castigos têm consequências mais desproporcionais. Por exemplo, quando uma criança não quer desligar a televisão, a punição seria deixá-la sem assistir televisão por uma semana, enquanto a disciplina a deixaria sem televisão por 24 horas.

Mãe repreendendo e educando sua filha após seu mau comportamento.

Por que a boa disciplina é a melhor opção?

Podemos dizer que a disciplina é mais proativa (previne problemas de comportamento e faz com que as crianças aprendam com seus erros), em vez de reativa (reagir ao mau comportamento estabelecendo uma consequência). As técnicas de disciplina positiva incluem sistemas de recompensa e elogios.

O reforço positivo fará com que um comportamento seja mantido e dará às crianças incentivos positivos para respeitar as regras e normas. A disciplina ajudará a tornar as relações entre pais e filhos mais positiva, portanto, esse bom relacionamento vai reduzir o desejo dos filhos de atrair a atenção dos pais, promovendo assim seus bons comportamentos.

“A disciplina permite que você pense primeiro e aja depois.”

-Joyce Meyer-

Quanto à diferença entre o castigo e a disciplina…

Como você viu, castigo e disciplina são duas coisas muito diferentes, tanto na forma como nos resultados que produzem. O castigo está mais voltado a causar aborrecimento ou sofrimento na criança, enquanto a disciplina ensina a pensar e entender por que uma decisão ruim pode levar a um comportamento negativo. Dessa forma, consegue-se que da próxima vez a criança pense no assunto e não aja da mesma forma novamente, aprendendo com os seus próprios erros.

It might interest you...
Prêmios ou castigos pelas notas na escola?
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Prêmios ou castigos pelas notas na escola?

Vamos analisar se dar prêmios ou castigos pelas notas na escola é algo correto ou se é uma prática que deve ser eliminada completamente.