Dislexia infantil: sintomas, causas e tratamento

A dislexia infantil é um transtorno de aprendizagem que, quando não tratado precocemente, pode se tornar um problema para o desempenho das crianças.
Dislexia infantil: sintomas, causas e tratamento

Última atualização: 30 Dezembro, 2020

Existem crianças com transtornos de aprendizagem que têm dificuldade para acompanhar as aulas normalmente. Por isso, a maioria tem um desempenho ruim, o que também afeta a sua autoestima. Existem diferentes tipos de transtornos dessa natureza, mas vamos nos concentrar na dislexia infantil.

A dislexia pode aparecer em diferentes momentos do crescimento de uma pessoa, desde a infância, passando pela fase escolar, até a idade adulta. No caso das crianças, elas têm dificuldade para aprender a ler e a escrever, embora sejam inteligentes e tenham vontade de aprender.

Apesar de não ter cura, esse transtorno pode ser detectado precocemente e, com um programa especial na escola, as crianças podem ter um desempenho escolar satisfatório.

O que é a dislexia infantil?

A dislexia infantil está enquadrada entre os transtornos de aprendizagem, 5% das crianças entre 7 e 9 anos sofrem com ela. Esse transtorno consiste em uma dificuldade de leitura e escrita, que afeta o aprendizado da criança. Pode ser refletido de diferentes maneiras, mas, frequentemente, há inversões ao ler certas palavras, números ou letras.

Dislexia infantil: sintomas, causas e tratamento

É causada por problemas na identificação dos sons da fala e na compreensão de como esses sons se relacionam com as letras e as palavras (decodificação). Esse transtorno, também chamado de “dificuldade de leitura”, afeta as áreas do cérebro responsáveis ​​pela linguagem.

As crianças com esse transtorno têm visão e inteligência normais e, portanto, elas podem ter sucesso escolar com a ajuda de um programa educacional especializado e de um tutor. O suporte emocional também desempenha um papel fundamental. Embora a dislexia infantil não tenha cura, uma avaliação precoce é fundamental para poder intervir o mais rápido possível e ter os melhores resultados.

Sintomas de dislexia infantil

A dislexia pode se manifestar de formas muito variadas e sua intensidade dependerá da idade da criança. Algumas funções que podem ser afetadas são a motricidade, o vocabulário, a memória, a percepção e a fala.

Os sintomas podem ser mais difíceis de detectar em crianças em idade pré-escolar e mais fáceis de detectar da fase escolar em diante. Assim, veremos alguns dos sintomas que ocorrem com mais frequência.

Sintomas em crianças em idade pré-escolar

  • Dificuldade para formar palavras corretamente.
  • Dificuldade para aprender palavras novas.
  • Inversão dos sons das palavras.
  • Inversão de letras com grafia semelhante.
  • Confusão entre palavras parecidas quando pronunciadas.
  • Dificuldade para dizer o nome ou lembrar letras, números e cores.
  • Dificuldade para aprender canções infantis, poesias ou rimas.

Sintomas em crianças em idade escolar

  • Nível de leitura abaixo do esperado para a idade.
  • Dificuldades na pronúncia de palavras desconhecidas.
  • Problemas para soletrar.
  • Necessidade de mais tempo para fazer atividades que exijam a leitura ou a escrita.
  • Evitam atividades relacionadas à leitura.
  • Dificuldade para compreender as semelhanças e diferenças entre palavras e letras, às vezes até mesmo para escutá-las.
  • Dificuldade para processar e entender o que ouvem.
  • Problemas para lembrar uma sequência de coisas.

Sintomas em adolescentes e adultos

  • Problemas com a grafia das palavras.
  • Dificuldade para ler mentalmente ou em voz alta.
  • Pronúncia ruim de palavras ou nomes.
  • Dificuldade para lembrar palavras.
  • Problemas de compreensão.
  • Dificuldade para aprender idiomas.
  • Dificuldade para resumir textos ou histórias.
  • Leitura e escrita muito lentas.
Dislexia infantil: sintomas, causas e tratamento

Diante de qualquer um desses sintomas, o ideal é procurar um profissional para que uma avaliação minuciosa seja feita e receber orientações sobre o tratamento mais adequado para cada caso.

Causas da dislexia infantil

Um dos fatores que pode ser o causador desse distúrbio é o hereditário. Foi constatado que existem genes que determinam a maneira como o cérebro processa a linguagem e a leitura. Por esse motivo, a existência de um membro da família com dislexia pode ser um dos motivos para o surgimento desse transtorno.

Outra possível causa da dislexia infantil é o nascimento prematuro ou as condições em torno do nascimento. Também entram na conta a exposição a certas substâncias durante a gravidez, tais como:

  • Cigarro (nicotina).
  • Álcool.
  • Drogas.
  • Infecções graves da mãe durante a gravidez (afetando o cérebro no feto).

Outras possíveis causas de dislexia são:

  • Lesão cerebral.
  • Problemas de percepção visual.
  • Má conexão entre os hemisférios cerebrais.
  • Problemas emocionais.
  • Baixa consciência fonológica.

Tratamento da dislexia infantil

Em relação ao tratamento desse transtorno, a primeira coisa que deve ser levada em consideração é a detecção precoce, uma vez que a leitura e a escrita são essenciais para o desenvolvimento das pessoas.

O tratamento depende da idade em que ocorre o diagnóstico e consiste, principalmente, na intervenção personalizada na linguagem, na fonologia e na leitura.

Ao lidar com esse problema, também devemos levar em consideração outras dificuldades que decorrem dele, tais como dificuldades motoras, problemas de autoestima, problemas de atenção, etc. Nesse sentido, é recomendável que os pais sigam as seguintes dicas para lidar com esse problema:

  • Entrar em contato com a escola para trabalharem em conjunto.
  • Ler histórias em voz alta para a criança.
  • Promover a leitura frequente, mas também dar o exemplo. Ler enquanto as crianças também leem.
  • Procurar ajuda profissional para tratar esse distúrbio de forma precoce.

Em suma, é possível dizer que a dislexia infantil é um transtorno que deve ser tratado de forma precoce para que não se torne um problema em outras áreas da vida da criança. Dessa forma, se a ajuda for solicitada a tempo, os efeitos e as dificuldades que ela representa poderão ser controlados.

Por isso, como pai ou mãe, procure colocar em prática as dicas que demos neste artigo e, acima de tudo, peça ajuda profissional para receber orientação e para que o problema seja tratado o mais rápido possível.

Pode interessar a você...
A reeducação gráfica, uma solução para escrever melhor
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
A reeducação gráfica, uma solução para escrever melhor

Às vezes crianças e adultos precisam passar por uma reeducação gráfica. Vamos aprender aqui que escrever é tão importante quanto saber como escreve...



  • La dislexia, la disgrafía y la discalculia. AMC vol.21 no.1 Camagüey ene.-feb. 2017.
  • Ortiz, R., Estévez, A. y Muñetón, M. (2014). El procesamiento temporal en la percepción del habla de los niños con dislexia. Anales de Psicología, 3 (2), 716-724.
  • Málaga, I., y Arias, J. (2010). Los trastornos del aprendizaje. Definición de los distintos tipos y sus bases neurobiológicas. Boletín de la Sociedad de Pediatría de Asturias, Cantabria, Castilla y León, 50, 43-47.
  • de Psicopedagogía Infantil, A. D. T. ALUMNOS CON DISLEXIA: ESTRATEGIAS PARA EDUCADORES. http://dim.pangea.org/revistaDIM/dislexia2.pdf