Educação sexual: como falar sobre sexo com seus filhos

· 5 de agosto de 2018

Por anos a educação sexual tem sido um tabu. Os pais, que deveriam instruir os filhos, consideravam como algo embaraçoso de se falar em casa. A palavra sexo era completamente proibida e tudo ia sendo descoberto aos poucos à medida que a criança ia crescendo.

Os tempos estão mudando e agora está cada vez mais normal falar livremente sobre sexo. Hoje em dia se fala tão livremente desse assunto, que podemos esperar que nossos filhos aprendam antes sobre a educação sexual na escola, com colegas de classe ou com amigos, do que em casa. Por isso é importante se perguntar: “Como posso dar uma boa educação sexual aos meus filhos?”. Como falar sobre sexo com meus filhos?

Educação sexual em casa

Ao contrário do que se pensa, as crianças agradecem quando os pais falam abertamente sobre sexo em casa. Além disso, os conselhos que lhe damos como pais têm uma influência mais positiva do que aqueles que recebem de colegas à sua volta.

“As crianças que crescem em famílias na qual se fala abertamente sobre questões como a sexualidade tomam melhores decisões, se responsabilizam por suas ações e, talvez mais importante, evitam comportamentos potencialmente perigosos”

-Talk to Me First-

Vivemos rodeados de imagens com conteúdo sexual em filmes, livros, propagandas, músicas, etc … Portanto, se não fizermos desse assunto um tabu e encararmos como algo normal em casa, as crianças se sentirão à vontade para fazer as perguntas necessárias aos pais. Dessa forma elas não viverão com a curiosidade do desconhecido ou não perguntarão à pessoa errada.

Como falar com os filhos

A teoria não é a mesma coisa que a prática. Assim como saber na teoria como funciona um carro não é a mesma coisa que saber dirigir; não importa o quanto nossos filhos saibam sobre sexo na teoria, não significa que eles automaticamente tenham uma boa educação sexual.

Como pais queremos ter filhos educados e responsáveis, que se tornem adultos que saibam assumir as consequências de suas ações. Por isso, assim como qualquer outro tipo de educação na vida, não podemos evitar ou nos esquivar dessa responsabilidade de educá-los sobre o sexo.

Fale com seu filho sobre educação sexual.

Você e o seu parceiro são os principais responsáveis por essa educação. Não deixe que os outros eduquem por você.

A idade do seu filho

Para falar sobre sexo com seu filho você terá que levar em consideração a idade, assim como sobre qualquer outro assunto. Se a criança ainda for pequena você pode ensinar os nomes dos órgãos sexuais para que ela possa chamá-los de forma correta e adequada.

Algo muito importante na educação é ensiná-los desde muito pequenos a se protegerem dos abusadores sexuais. Você pode até fazer sessões de simulação com os seus pequenos para saber como reagiriam se alguém (mesmo um parente próximo) quiser tocar nos seus órgãos genitais. Se as crianças estiverem preparadas poderão evitar situações perigosas e traumas muito difíceis no futuro.

Fale sobre o sexo de forma natural

É necessário evitar os sermões ou conversas muito longas. As crianças não lidam bem com esse tipo de situação. Em vez disso você pode aproveitar os diferentes momentos do dia para conversar de forma natural e sem vergonha de trazer o assunto à tona. Um ótimo momento é quando vocês estiverem mais relaxados.

menino e menina olhando para seus órgãos genitais

Bons valores na educação sexual

Assim como os pais se preocupam em dar uma boa educação aos filhos em todos os aspectos da vida, a educação sexual não deve ficar em segundo plano. Queremos que o nosso pequeno se torne uma pessoa honrada, respeitosa e íntegra quando crescer.

Como sempre comentamos aqui no Sou Mamãe, que a melhor educação é feita por meio do próprio exemplo dos pais. O que os filhos observam em casa vale muito mais do que qualquer coisa que você fale, não importa quantas vezes for.

“As palavras convencem, mas os exemplos arrastam”
– Anônimo-

Não sejamos como nossos avós que não podiam falar nem em casa (e muito menos fora dela) quando o assunto era sexo. Procurar dar uma boa educação sexual aos  filhos pois certamente será o melhor investimento que faremos para o futuro, por meio do nosso tempo, carinho e dedicação.