Como escolher os melhores brinquedos para os bebês de 6 a 12 meses

· 1 de agosto de 2017

Os brinquedos são muito importantes para o desenvolvimento das crianças. Porém, para que desempenhem bem suas funções é importante que se saiba escolher os que cumprem com as normas de segurança infantil, e que também tenham sido criados e testados para melhorar o desenvolvimento cognitivo das crianças. A idade é de suma importância para escolher bem os brinquedos. Quando os bebês tem de 6 a 12 meses, isso é ainda mais importante. 

Os bebês aprendem muito através dos jogos e dos brinquedos, que os motivam e chamam a atenção. Por esse motivo se o seu bebê já tem a capacidade suficiente para agarrar e prestar atenção por curtos períodos de tempo aos estímulos, chegou o momento que você saiba o que deve ter em conta para escolher os melhores brinquedos para os bebês de 6 a 12 meses. 

As brincadeiras dão a oportunidade aos bebês de aprender através da felicidade e da motivação na comodidade de um ambiente familiar seguro, que é do que se trata realmente. Quando as crianças se sentem cômodas estarão muito mais dispostas a brincar e a aprender mediante o aprendizado. Os bebês crescem e mudam rapidamente, e o mesmo ocorre com a maneira de aprender e brincar…

Conselhos para escolher os melhores brinquedos para os bebês de 6 a 12 meses

Que incentivem a exploração

Os brinquedos para os bebês de 6 a 12 meses deverão estar desenhados para incentivar a atividade e a exploração. Brinquedos que recompensem as ações como a música ou as cores quando eles toquem alguma de suas partes. Os brinquedos de ação-reação são os preferidos para os bebês dessas idades que se divertirão com os sons e cores que os surpreenderão.

Segurança antes de mais nada

É necessário que os brinquedos que você compre para seu bebê sejam de qualidade e que tenham passado por todos os controles oficiais necessários. Não é uma boa ideia economizar um pouco de dinheiro e comprar brinquedos que possam ser perigosos, e inclusive potencialmente mortais. Existem brinquedos que são montados com peças pequenas que podem ser engolidas pelas crianças. Todo cuidado é pouco na escolha dos brinquedos.

Levar em conta o desenvolvimento motor

Os músculos do bebê se desenvolvem a partir da parte superior para baixo (da cabeça aos pés), e para as extremidades do corpo. Isso significa que o controle da cabeça e dos braços começam antes do controle das pernas e dos pés. Este progresso se inicia do centro do corpo para fora. Os bebês podem manter seu corpo estável antes de que possam manipular as coisas com suas mãos.

Antes de poder introduzir brinquedos em que a criança deva ter controle motor, é melhor escolher brinquedos que o potencializem, ou que as façam ter desafios cognitivos. O que importa é que o brinquedo que você escolha seja de seu agrado e interesse, mas sobretudo que potencie suas capacidades. Dessa maneira a criança se sentirá motivada durante todo o tempo. 

Brinquedos adequados a seu ritmo de desenvolvimento e capacidade

Encontrar produtos e brinquedos que coincidam com o ritmo de desenvolvimento e capacidade de seu bebê. Esta é a chave para agradar um entusiasta aprendiz; quer dizer, para manter sua motivação e que queira desfrutar de seus brinquedos sem se aborrecer ou se frustrar antes do tempo. Isso ajudará seu bebê a associar a brincadeira com o aprendizado, uma atitude muito importante para toda a vida, melhorando a motivação para a aquisição de novas habilidades.

Centros de atividade

Os centros de atividade são uma forma especialmente divertida e eficaz para incentivar a contínua exploração e o desenvolvimento do cérebro do bebê. Estes centros combinam a independência da experimentação em movimento e um grande número de brinquedos com que faz a criança se desenvolver. Existem vários centros de atividade para bebês no mercado, escolha o que mais se adapte a seu bebê.

Que não faltem os livros infantis

Os livros infantis também são uma grande ideia para que as crianças aprendam suas primeiras palavras, letras, números, formas… Existem livros infantis escritos para crianças de 6 a 12 meses, pelos quais a aprendizagem será divertida e  também se poderá trabalhar o vínculo entre pais e filhos, pois as crianças adoram que leiam para elas.