Eram duas vezes, os contos clássicos atualizados

Com o passar dos anos, tudo é atualizado e adaptado às necessidades e características dos tempos. No caso das histórias para as crianças não seria diferente.
Eram duas vezes, os contos clássicos atualizados

Última atualização: 06 Abril, 2021

Os contos clássicos infantis encantam jovens e adultos, pois estão descobrindo as histórias que os aguardam em suas páginas, enquanto outros curtem e relembram a infância.

As histórias que dão vida aos contos clássicos foram escritas há muitos anos. Por isso, algumas delas têm expressões ou pensamentos muito diferentes da época em que vivemos hoje.

Às vezes, esses pensamentos ou ideias são concebidos de forma totalmente diferente hoje em dia. Ao mesmo tempo, nós queremos que nossos filhos sejam educados em uma sociedade igualitária e respeitosa.

São esses motivos que levaram uma família a revisar esses contos clássicos para os seus filhos. Neste espaço, vamos contar um pouco mais sobre esse interessante projeto de contos clássicos atualizados.

Como surgiu a ideia de criar uma versão dos contos clássicos atualizados?

Para entender a situação, devemos pensar que cada história, seja um livro clássico ou atual, tem uma moral ou um ensinamento para as crianças aplicarem. 

Porém, os anos foram avançando e, com eles, a sociedade e o tempo evoluíram de modo que, às vezes, esses ensinamentos, ou as formas de ver as coisas que estavam incluídas nessas histórias, não são mais o que eram antes.

Esse foi o motivo que em 2013 levou um casal a querer que seus filhos não conhecessem esse tipo de estereótipo, e sim alguns personagens com pensamentos atuais.

Quais contos clássicos foram atualizados nessa coleção?

Dessa ideia de Belén e Pablo, os autores, surgiu a maravilhosa coleção Érase dos veces (Eram duas vezes, ainda sem publicação em português), cujo título faz uma pequena brincadeira com o início lendário de todos os contos clássicos. A coleção, como indicam os autores, pretende eliminar das histórias o sexismo, a violência, a figura fraca da mulher, assim como a beleza acima do interior das pessoas.

O que começou como uma coleção de três títulos em 2013 foi expandido para os 12 existentes atualmente. Cinderela, A Bela Adormecida, Chapeuzinho Vermelho, João e Maria… Todos os clássicos da infância reunidos em uma coleção magnífica com toques novos e atualizados.

Você quer saber um pouco mais sobre eles?

Não vamos falar sobre cada trama dos novos contos atualizados, mas queremos que você tenha uma pequena ideia sobre as novas histórias dos contos clássicos atualizados.

Branca de Neve

A princesa Branca de Neve na nova versão de Eram duas vezes é muito diferente daquela que se conhecia no conto clássico. Essa nova princesa quer ganhar a vida trabalhando e não fazendo tarefas domésticas no castelo da madrasta.

Ela não quer um príncipe nem ninguém para mantê-la, muito pelo contrário. Por isso, ela se torna independente e passa a viver com sete homenzinhos, com os quais divide o apartamento e as tarefas domésticas, já que homens e mulheres devem igualmente fazer o trabalho da casa.

A Pequena Sereia, um dos contos clássicos atualizados

A história de amor do clássico conto A Pequena Sereia permanece a mesma nesse novo clássico atualizado. O que muda nessa história é que em vez de ser ela quem renuncia à vida, é ele. Uma história maravilhosa que mostra que nem sempre as mulheres têm que ser as primeiras a ceder.

Os Três Porquinhos: um dos contos clássicos atualizados

Os Três Porquinhos

Eu vou soprar, e soprar, e soprar, até sua casa derrubar!“. Quem não se lembra dessa lendária frase do conto dos três porquinhos em que o lobo tenta derrubar suas casas e comê-los? Nessa nova versão de Eram duas vezes a figura do lobo é totalmente diferente. Essa personagem ajudará o máximo possível os porcos a construirem suas casas.

Uma história fantástica que pode ser usada como ferramenta educacional em escolas e famílias para lidar com estereótipos e primeiras impressões.

Se você gostou dessas novas versões das histórias clássicas atualizadas, não deixe apresentá-las aos seus filhos, porque a educação que inclui valores, como respeito e igualdade, é essencial para o desenvolvimento pessoal.

Pode interessar a você...
As meninas devem ser super-heroínas, não princesas
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
As meninas devem ser super-heroínas, não princesas

Devemos estar conscientes de que as meninas devem ser super-heroínas e não princesas. Você sabe como fazer isso? A seguir, daremos algumas orientaç...



  • Gaudes, B. (2013). Érase dos veces: Blacanieves. Editorial Cuatro Tuercas.
  • Gaudes, B. (2014). Érase dos veces: La Sirenita. Editorial Cuatro Tuercas.
  • Gaudes, B. (2015). Érase dos veces: Pinocho. Editorial Cuatro Tuercas.