Como escolher os sapatos adequados para o bebê?

· 27 de dezembro de 2018
Toda criança precisa de sapatos adequados desde uma idade precoce. Na verdade, eles são cruciais para o processo de aprender a caminhar.

No momento de escolher os sapatos adequados para o bebê, o conforto é extremamente importante. Alguns especialistas recomendam que os primeiros passos sejam alternados com e sem calçados.

Realmente, nossos filhos precisam de sapatos adequados para sua saúde. Sim, o calçado é crucial na hora de dar forma ao caminhar. Por acaso nós mesmos não caminhamos de forma diferente quando trocamos de sapatos?

No caso dos bebês e das crianças pequenas, um calçado inadequado pode modificar e até prejudicar sua saúde. Tudo parece começar pelos pés.

É realmente importante que nossos filhos tenham sapatos que caminhem lado a lado com seu crescimento. Dessa forma, não haverá prejuízos.

Evidentemente, quando aparecem grandes dificuldades que vão além do que podemos fazer dentro de casa, a primeira opinião que devemos aceitar é a do médico.

Sapatos adequados evitam inconvenientes em longo prazo

Um estudo realizado pela Universidade Miguel Hernández de Elche indicou que os sapatos tipo patins causam problemas de saúde se forem usados em excesso.

Dessa forma, recomendam que os pais e os responsáveis procurem os sapatos adequados para seus filhos.

Conheça algumas desvantagens dos sapatos com rodinhas:

1- Problemas de crescimento. Com este tipo de calçado, a altura do calcanhar pode chegar até cerca de 5 cm. Isso faz com que praticamente todo o peso corporal recaia sobre essa área. Esse aumento de até 40% pode gerar problemas de crescimento.

2- Muita pressão no calcanhar pode causar um encurtamento da musculatura posterior (gêmeos, sóleo e isquiotibiais), o que pode ocasionar os pés planos (ou pés chatos).

3- Pesam muito mais que os sapatos normais. Os podólogos inclusive advertem que podem causar problemas no quadril porque as crianças fazem muito mais esforço ao levantar os pés.

Escolher os sapatos adequados para o seu bebê evita problemas futuros

A seguir, apresentaremos os melhores conselhos para escolher os sapatos adequados para o seu bebê.

Como devem ser os primeiros sapatos para o seu bebê?

sapatos adequados

1- O formato deve ser reto. Se você quiser saber como pode perceber isso, deve somente olhar a sola. Se você não distinguir qual é o direito e qual é o esquerdo, isso significa que o formato é completamente reto. Se a fôrma estiver muito inclinada, pode deformar os dedos do bebê.

2- A ponta deve ser redonda e fechada. Você deve verificar que os sapatos possuem uma ponta confortável, permitindo que seu bebê mova os dedos.

3- Deve ser fixado de uma forma que não incomode a mobilidade. Pode ser sobre o peito do pé ou na lingueta do calçado.

4- Um sapato sem costura é muito melhor. Temos que certificar que o sapato não tenha costuras internas que possam prejudicar o bebê.

5- A estrutura deve ter fixação. Deve chegar um pouco acima do calcanhar. Dessa forma, o tornozelo pode ser flexionado sem nenhum problema.

6- A sola deve ter um desenho multidirecional. É uma boa opção para que a sola não deslize facilmente. Assim, diminui-se as possibilidades de quedas. A espessura da sola deve ter entre 3 e 5 mm.

7- O couro sintético é o melhor material. Isso porque esse material permite a transpiração e é flexível.

Como eu sei qual é o melhor tamanho para o meu bebê?

Existem várias técnicas para saber quais sapatos são adequados para seu bebê de acordo com suas medidas. A seguir, apresentaremos algumas recomendações:

sapatos adequados

1- A primeira coisa a fazer é provar o sapato. É importante que haja um espaço entre o pé e o sapato que deve ter entre 0,5 e 1,5 cm. Devemos pressionar a ponta do sapato para ver se os dedos encostam na ponta. Se isso acontecer, significa que o sapato é muito pequeno.

2- Experimente o calçado no final do dia. Isso porque esse será o momento em que o bebê estará com os pés mais inchados. Você deve segurá-lo em pé para que seu peso recaia sobre os pés.

3- Alguns pais usam o truque de desenhar o pé do bebê em uma folha ou papelão. Alguns pais usam esse famoso truque desenhando o pé e deixando um centímetro de distância em relação ao sapato. Entretanto, alguns podólogos não recomendam essa técnica.

4- Não devemos comprar um sapato de tamanho maior. Nós sempre temos a ideia de que é melhor comprar um sapato maior porque assim durará mais. Mas isso não é bom para os pés do seu pequeno. Pois, se o sapato sair ou se o calcanhar deslizar, devemos procurar calçados menores.

A saúde de nossos filhos é muito importante para nós. Devemos ter muito cuidado com o fato de que o calçado que a criança está usando não irá afetar sua saúde ou causar problemas futuros.