Evite os excessos de Natal caso você esteja grávida

· 22 de dezembro de 2018
Seu presente de Natal chegou com antecedência: na sua barriga, um bebê aguarda o momento de sair. Você deve celebrar duplamente por essa bênção, mas também ter o dobro dos cuidados e precauções para evitar os excessos do mês de dezembro.

A ingestão desordenada e excessiva de comidas, bebidas alcoólicas, doces e pouco descanso podem resultar em mal-estar. Nos casos mais graves, pode levar a um parto prematuro ou risco de aborto.

Aos problemas citados acima, somam-se as maratonas  para fazer compras e as horas dedicadas para decorar o lar.

Então, qual deve ser o cardápio nessa época do ano para as grávidas? Quais caprichos uma mulher grávida pode se permitir durante as festas? E o que se deve evitar para que sua gestação não corra nenhum perigo?

O Natal não é somente uma época de excessos. Também é um momento para estreitar os laços e participar da festa de corpo e alma. Você não precisa ser a grávida “estraga-festas”!

Portanto, com algumas pequenas mudanças, é possível aproveitar essa época do ano e respeitar suas necessidades como futura mamãe.

Conselhos para que você aproveite e não se arrependa depois

Descanso

Durante a noite, durma as sete horas recomendadas por seu médico e, durante o dia, faça pequenos cochilos de 20 a 30 minutos pela manhã e outra pausa à tarde.

Isso vai ajudar muito quando começar a época das festas em dezembro, já que, assim, você terá mais energia para aproveitar com os amigos, sem precisar lamentar que você foi para a cama tarde.

Evite varar a noite. Um conselho: quando o encontros passarem da meia-noite, assim como a Cinderela, vá para a cama. Todos vão entender.

Não dá para fazer tudo. Delegue os trabalhos de limpeza e fique responsável apenas pelo que você consegue lidar, sem acumular tarefas. Peça para seu companheiro ficar responsável por algumas de suas tarefas e as distribua como achar melhor. 

os excessos

Evite os excessos na hora de se alimentar e beber

O Natal, além de ter o Papai Noel, presentes e decoração, é época das celebrações ao redor de uma mesa cheia das mais deliciosas comidas. A família toda reunida para almoços e jantares é uma imagem típica de como comemoramos os dias finais do ano no Ocidente.

Não é só a ceia de Natal e o almoço do dia seguinte. Há outras refeições especiais, cafés da manhã e outros petiscos que são típicos dessa época do ano.

Muitos dizem que no Natal os excessos estão permitidos. Mas a grávida não pode confiar cegamente nessa afirmação. Portanto, o cuidado tem que ser maior e é preciso manter sua rotina na alimentação e sono.

  • Procure comer um café da manha completo, mas leve.
  • Siga os horários para se alimentar. Quando você precisar, por alguma razão, pular refeições ou comer mais, tente no dia seguinte voltar à sua rotina
  • Consuma preferencialmente alimentos assados, como peixes e carnes magras.
  • Dê preferência às sobremesas a base de frutas e tente evitar doces em refeições noturnas.
  • Controle a ingestão de carboidratos: pães, tortas, bolos.
  • Não fique com vergonha de dizer ‘não’ quando seu corpo estiver satisfeito.
  • Não consuma carnes cruas durante a gravidez.
os excessos

Bebidas

Tem que estar claro para qualquer mulher grávida que a ingestão de álcool é proibida durante os nove meses. Não é recomendável por causa do alto risco que representa para o feto.

O consumo de álcool em excesso pode gerar problemas de desenvolvimento e até síndrome alcoólica fetal ou morte do feto.

Para substituir, escolha bebidas naturais como sucos de frutas. Quanto ao refrigerante, teve evitar também por causa do alto teor de açúcar.

Bebidas que alegam ter baixo teor alcoólico ou 0% de álcool (como as cervejas)  também devem ser evitadas por mulheres grávidas, já que a veracidade da informação pode não ser confirmada.

  • Substitua o vinho por suco de uva ou outro de sua preferência.
  • Um bom ponche de frutas sem álcool também é uma opção na hora do brinde.
  • Acompanhe as comidas com vitaminas e as sobremesas com suplementos. Esses extras darão a sensação de satisfação, evitando, assim, se encher de comida.
  • Opte pelo consumo de infusões ou chá no lugar de cafeína.
  • No consumas bebidas energizantes.
  • Fuja da fumaça do cigarro.