Existe uma dieta adequada para mães que amamentam?

· 28 de agosto de 2018
Lembre-se de que é você, por meio do leite que sai dos seus seios, quem fornece os nutrientes necessários ao seu bebê. É dessa forma que ele vai se desenvolver de maneira saudável.

Sim, você deve se alimentar de maneira especial quando estiver amamentando. Além disso, também é conveniente que você supra suas próprias necessidades nutricionais nesse período. Elas são, inclusive, maiores que durante a gravidez.

Agora que você está amamentando, vai precisar comer bem. Isso não significa que você deve comer muito. Na verdade, a questão é balancear e variar a dieta.  Nesse período, sua dieta deve incluir todos os alimentos. Inclua especialmente frutos secos, ovos e gorduras vegetais, como o azeite de oliva.

Também é importante estar consciente de que é muito provável que você tenha que tomar alguns suplementos vitamínicos. Esses suplementos vão ajudar a manter as reservas de alguns nutrientes mais difíceis de se obter por meio do consumo de alimentos. Alguns exemplos desses nutrientes são o ácido fólico, o iodo, o ferro ou a vitamina A. Tais suplementos devem ser ingeridos sob prescrição médica, isso garante que as doses serão adequadas para você e seu bebê.

dieta adequada

Uma dieta deliciosa para quem amamenta

A aveia

Historicamente, a água de aveia era a bebida mais recomendada para mães que estão amamentando. De fato, se isso fosse um trending topic, a aveia seria a rainha da dieta da mamãe que “dá o peito” ao seu bebê. Há várias razões pelas quais esse cereal merece uma coroa.

Alimentar-se com esse cereal quente todas as manhãs é uma das recomendações de Kelly Bonyata, uma International Board Certified Lactation Consultant (Consultora Internacionalmente Certificada de Amamentação, BCLC na sigla em inglês). Uma tigela de aveia, além de fazer você se sentir satisfeita por muito tempo, também vai proporcionar a você e ao seu bebê ferro, fibra e proteína.

As frutas vermelhas

Esse tipo de frutas, que também são conhecidas como frutas do bosque e que incluem os morangos, as amoras, as framboesas e os oxicocos, são ricas em antioxidantes e fibras. Elas também são excelentes fontes de vitaminas que você pode incluir na sua dieta e que podem servir como acompanhamento à aveia.

Também é recomendável que você coma a maior quantidade possível de frutas porque elas proporcionam as vitaminas necessárias que seu organismo necessita. Entre as vitaminas que podem ser encontradas nas frutas, estão as vitaminas A, D, E, C, B1, B2 e ácido fólico. Uma boa alternativa para consumir as frutas é preparar uma salada, além de comer duas porções de frutas por dia. Se for possível, coma as frutas com as cascas, pois elas são uma boa fonte de fibras.

dieta adequada

Os ovos

Além de fornecer proteínas e ácidos graxos, os ovos são uma excelente fonte de vitamina D. Essa vitamina é difícil de se obter em outros alimentos. Você pode consumir ovos cozidos nos lanches da tarde, em saladas ou como preferir. Você somente deve se certificar se os ovos não produzem alergias no bebê. Se este não for o caso, siga em frente e aproveite.

As carnes

 A maioria das carnes que você consome durante o período da amamentação do seu bebê devem ser magras. Também é conveniente evitar a maior quantidade possível de gordura e alimentos embutidos.

No lugar desses alimentos, é melhor comer peixes brancos ou azuis. Ambos são benéficos. O ideal é consumi-los diariamente ou pelo menos quatro vezes por semana. Prefira o cação e o dourado. Descarte o peixe espada e a garoupa devido à alta concentração de mercúrio que costumam apresentar.

Os laticínios

Nesse período, é necessário consumir pelo menos três copos de leite por dia. Você também pode complementar o consumo diário de laticínios com outros produtos, como, por exemplo, iogurte ou queijo.

Informação precisa para sua dieta

É preciso se alimentar bem durante toda sua vida. Mas quando você amamenta, essa recomendação é mais do que necessária para evitar que seu organismo fique desequilibrado. A seguir, vamos dar as informações que explicam o porquê.

  • Quando você amamenta, seu organismo precisa de aproximadamente 16 xícaras de líquido por dia. Incluindo alimentos como caldo de sopa, por exemplo. Dessa forma, não espere ficar com sede para beber água.
  • A cafeína se acumula diretamente no leite materno. Reduza o número de xícaras de café que você consome por dia para três por semana.
  • Alimentos ricos em fibras, como, por exemplo, pão e cereais integrais, são recomendados depois do parto. Principalmente porque ajudam a combater a prisão de ventre.
  • Especialistas da saúde desaconselham consumos calóricos inferiores a 1.500 calorias por dia porque pode provocar cansaço e diminuir o volume de leite da mãe. Em contrapartida, recomendam que o consumo calórico da mãe durante a amamentação seja entre 2.300 e 2.500 calorias por dia para alimentar um filho e de 2.600 a 3.000 calorias para a amamentação de gêmeos.
  • Sobretudo, recomendam evitar produtos como plantas medicinais ou suplementos não farmacológicos. Pois, em muitos casos, se desconhece sua composição e, em algumas situações, podem provocar efeitos hormonais, representando, assim, um perigo para a saúde da mãe e do bebê.