Falta de higiene em adolescentes: o que fazer?

Seu filho adolescente se recusa a tomar banho e a manter um mínimo de higiene pessoal? Descubra quais podem ser as causas e como agir.
Falta de higiene em adolescentes: o que fazer?

Última atualização: 12 Março, 2021

Com a chegada da puberdade, muitos jovens começam a negligenciar a higiene pessoal. Para os pais, fazer os filhos tomar banho ou escovar os dentes é uma luta contínua, e os conflitos em casa começam a aumentar. Se, como mãe, você se encontra nessa situação, saiba que é algo relativamente frequente. Por isso, vamos analisar as causas da falta de higiene em adolescentes e o que fazer a respeito.

Não é agradável ter que ir atrás do jovem todos os dias, insistindo para que mantenha a higiene. Após meses de tentativas e insistência, a paciência se esgota e, por isso, muitos pais abordam o assunto por meio de ataques ao adolescente.

No entanto, essa estratégia só coloca o jovem na defensiva e aumenta a distância entre pais e filhos. Vamos começar, então, por entender o que está acontecendo.

Falta de higiene em adolescentes

Como as crianças aprendem sobre a higiene pessoal?

A tarefa de educar sobre higiene e cuidados pessoais recai principalmente sobre as famílias, apesar do apoio que pode ser prestado pelas escolas. Assim, durante a infância, são estabelecidas as bases da higiene pessoal e a sua importância. Mas também existem outros fatores que influenciam. Portanto, poderíamos dizer que a higiene do adolescente está relacionada aos seguintes aspectos:

  • O exemplo percebido na família. As crianças observam os seus adultos de referência para entender como devem se comportar. Assim, os hábitos de higiene da mãe e do pai estabelecem uma diretriz importante que as crianças vão adquirir e imitar. Portanto, em primeiro lugar, certifique-se de manter os comportamentos que você deseja ver refletidos nos seus filhos. Mostrar é mais eficaz do que mandar.
  • Os hábitos de higiene adquiridos durante a infância. É importante que, desde cedo, as crianças se habituem a se manter limpas e arrumadas. Estabelecer rotinas de higiene, tais como tomar banho diariamente ou escovar os dentes após cada refeição, ajudará a criar um hábito positivo de cuidado pessoal.
  • O grupo de pares. Com a chegada da puberdade, a família perde importância aos olhos da criança e a sua atenção se volta para os colegas. Eles serão a referência de agora em diante. Por isso, os valores do grupo e as atitudes dos amigos em relação à imagem pessoal terão um papel importante.

Qual é a causa da falta de higiene em adolescentes?

No entanto, mesmo que tenhamos completado os passos acima perfeitamente durante a infância, é possível que, ao chegar à adolescência, o jovem se recuse a continuar com os bons hábitos aprendidos. Como adultos, geralmente pensamos que se trata de preguiça, descuido ou de uma simples necessidade de desafiar os pais. No entanto, as causas da falta de higiene em adolescentes podem ser diversas.

Primeiramente, talvez o jovem tenha dificuldade para aceitar as mudanças físicas pelas quais está passando. A aceitação da autoimagem é uma questão altamente relevante durante a puberdade. Assim, o jovem pode evitar higienizar e cuidar do próprio corpo por sentir uma certa rejeição em relação a ele.

Por outro lado, talvez ele esteja lidando com problemas e preocupações que o oprimem e monopolizam a sua atenção e energia. Dificuldades escolares, conflitos com os colegas ou a primeira decepção amorosa podem gerar uma ansiedade tão grande nos jovens a ponto de impedi-los de manter bons hábitos de autocuidado.

Da mesma forma, a falta de higiene em adolescentes também pode ser um sinal de doenças graves, tais como depressão ou outros transtornos do humor. Se o jovem estiver apático, abatido, triste e desinteressado, talvez o problema vá além da higiene.

Falta de higiene em adolescentes

Como lidar com a falta de higiene em adolescentes?

Para evitar que esses problemas ocorram, é importante conversar com os jovens sobre a importância da higiene quando chegarem à puberdade. Fornecer informações claras e orientações a serem seguidas pode ser muito útil.

Assim, devemos ressaltar que a higiene pessoal não só nos mantém saudáveis, como também evita problemas de rejeição por parte das outras pessoas. Da mesma forma, temos que deixar claro quais comportamentos e hábitos são desejáveis.

Além disso, se percebemos uma falta de cuidado pessoal por parte do nosso filho, devemos abordar a questão com respeito e compreensão, sem atacar o jovem. Devemos perguntar o que está acontecendo e mostrar que estamos dispostos a ouvir sem julgamentos. Se houver um problema de aceitação corporal ou um transtorno do humor, o mais recomendável será procurar ajuda profissional.

Pode interessar a você...
Consumo de álcool por adolescentes
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Consumo de álcool por adolescentes

Embora o consumo de álcool por adolescentes seja um hábito aceito, ele apresenta riscos para o seu desenvolvimento. Saiba tudo aqui!