4 conselhos para explicar a depressão para as crianças

18 Fevereiro, 2020
Qualquer estado de depressão em crianças é preocupante para os pais. Nesses casos, o mais importante é falar sobre a situação o quanto antes. Estes são alguns conselhos que facilitarão a comunicação com o seu filho.

É normal que as crianças se sintam tristes ou deprimidas de vez em quando. No entanto, quando a negatividade se estende no tempo e afeta a vida dela, é um sinal alarmante. Nesses casos, o importante é levar em conta alguns conselhos para explicar a depressão para as crianças.

Certamente, a depressão é um tipo de transtorno do estado de humor que interfere com a energia e a vida em geral das crianças. Por consequência, aquelas que são afetadas podem, entre outras coisas, perder o interesse por certas atividades e pela escola, parecer cansadas ou se dar por vencidas facilmente.

Da mesma forma, a depressão faz com que as crianças se sintam sem vontade de fazer as coisas das quais costumavam gostar e também faz com que os problemas diários pareçam mais difíceis de resolver do que eles realmente são.

Por isso, é necessário levar em conta alguns conselhos para explicar a depressão para as crianças, a fim de que elas compreendam o seu significado e saibam como devem se preparar para superar esse tipo de situação.

Então, se você estiver procurando explicar a depressão para os seus filhos, é importante conversar com ele quando esse problema for diagnosticado. Não se esqueça de que as crianças podem rejeitar ou até desconhecer como elas se sentem. Assim, é importante escutar, oferecer o seu apoio e demonstrar amor para que o seu filho se abra e conte para você como se sente.

Do mesmo modo, é recomendável consultar o pediatra com a criança. Dessa forma, vocês poderão verificar se existem outras causas que apresentem sintomas parecidos com os da depressão. Além disso, você também deve se certificar de que o seu filho coma alimentos nutritivos, durma o suficiente e realize atividade física todos os dias.

4 conselhos para explicar a depressão para as crianças

Estas são as atitudes fundamentais que vão ajudar você a explicar a depressão para as crianças:

1. Seja compassiva

O primeiro dos conselhos para explicar a depressão para as crianças é ser compassiva. Em outras palavras, isso significa que a criança precisa saber que você reconhece e respeita os sentimentos dela.

chaves para explicar a depressão para as crianças

Mesmo se você não compreender muito bem os pensamentos dela, deve evitar fazer comentários que possam fazer com que ela se sinta mal. Leve em conta que certas opiniões negativas só farão com que o seu filho mantenha os sentimentos para si mesmo ou se coloque na defensiva.

2. Seja um bom ouvinte

Permitir que o seu filho fale abertamente e expresse as suas opiniões e pensamentos é um dos passos mais importantes para evitar qualquer estado de depressão.

Dessa forma, quando você conseguir que a criança expresse os sentimentos dela, não deve interromper, julgar ou castigar. Se ela souber que tem alguém em casa em quem pode confiar, isso a ajuda a resolver os próprios sentimentos.

“A vitória sempre é possível para a pessoa que se nega a deixar de lutar”.
–Napoleón Hill–

3. Tenha consciência da idade da criança

Se você desejar explicar a depressão para as crianças, deve se certificar de que elas compreendam o que você está dizendo e não se sintam confusas ou entediadas com a conversa. Igualmente, certifique-se de estar usando palavras que elas possam entender.

Estar consciente da idade dos filhos é vital para adaptar o discurso comunicativo. Além disso, também é aconselhável evitar palavras como “depressão” ou “emoções”, já que elas podem ser muito complexas para uma criança.

4. Seja positiva

Por fim, você deve manter a conversa sobre a depressão de maneira positiva. A depressão é uma doença grave, que causa dor emocional e física e pode ter consequências significativas.

chaves para explicar a depressão para as crianças

No entanto, se você tiver uma atitude positiva e esperançosa nas suas conversas, evitará alarmar desnecessariamente o seu filho. Ter uma linha aberta de comunicação sobre a saúde mental e, especificamente,  sobre a depressão, é claramente uma forma importante de tomar medidas preventivas com os nossos filhos.

Em resumo, lembre-se de que, além de levar em conta esses conselhos para explicar a depressão para as crianças, é importante que você passe tempo com o seu filho, fazendo atividades que ambos possam apreciar. Estimular as emoções e os estados de humor positivos ajuda a superar aqueles associados com a depressão.

Além disso, é importante que você seja paciente e amável. Embora seja normal que os pais se sintam frustrados ou irritados, o comportamento da criança é uma das partes da depressão, e não uma falta de respeito intencional.

Portanto, evite discutir ou usar palavras ofensivas e seja compreensiva. Com paciência e uma boa comunicação, você vai conseguir fortalecer a capacidade de recuperação do seu filho!