Meu filho comete muitos erros de ortografia, o que fazer?

8 de fevereiro de 2019
Em alguns casos, as crianças têm problemas com os erros de ortografia. Neste artigo, contaremos como você pode ajudar. Anote as dicas e dedique um tempo para corrigir esses erros!

Aprender a escrever é uma tarefa longa e complicada para as crianças. Por isso, se você perceber que seu filho comete muitos erros de ortografia, fique tranquila. Existem várias maneiras de melhorar e ajudar nesse aprendizado. Neste artigo, vamos contar tudo o que você precisa saber.

Os jogos com palavras, os ditados ou o hábito de ler com frequência são algumas das melhores maneiras de ajudar a criança a não escrever errado. Portanto, abaixo apresentamos algumas dicas que vão ajudar o seu filho a não cometer mais erros.

Anote, seja paciente e não se esqueça de que o objetivo é melhorar com base no trabalho e esforço.

O que fazer para evitar erros de ortografia?

1. Desenvolver a consciência fonológica

A primeira dica que oferecemos para não cometer mais erros de ortografia é desenvolver a consciência fonológica. Isso é fundamental para o desenvolvimento da ortografia porque as crianças devem saber como pronunciar corretamente uma palavra antes de tentar soletrar.

Isso significa que a criança deve ser capaz de reconhecer e distinguir os sons contidos nas palavras para poder passar de volta para o papel. No entanto, se a criança tiver uma fraqueza fonológica, é preciso ajudar a superar esse aspecto.

2. Jogos com palavras

Chegou a hora de brincar e aprender. Afinal, praticar jogos de palavras é uma maneira divertida de testar as habilidades de ortografia dos pequenos. Ao mesmo tempo, é também uma ótima oportunidade para aprender novas palavras.

Existem muitos jogos de tabuleiro educativo para jogar em família.

Há uma variedade de possibilidades. Exemplo disso é o clássico jogo de tabuleiro como Palavras Cruzadas (Scrabble). Esse tipo de jogo é uma excelente ferramenta para as crianças pequenas praticarem a ortografia e se divertirem ao mesmo tempo.

Não se esqueça de que as crianças adoram jogos. Sempre será mais fácil aprender enquanto se divertem.

3. Praticar ditados curtos

Em terceiro lugar, é aconselhável praticar ditados curtos (com uma ou duas frases) para ajudar a criança a cometer menos erros de ortografia. Você pode ditar de maneira improvisada ou até mesmo tirar um trecho de um artigo de jornal ou livro que desperte seu interesse.

Da mesma forma, é importante que a criança sempre tenha acesso a livros de referência, seja na escola ou em casa. Quando chegar a hora da correção, é importante discutir os erros e usá-los como ponto de partida para melhorar.

“A consciência fonológica implica que a criança seja capaz de reconhecer e distinguir os sons das palavras recitadas para, depois, passar de volta para o papel”

4. Ler com frequência

Sem dúvida, uma das melhores dicas que podemos dar para que a criança não cometa erros de ortografia é incentivá-la a ler com frequência, idealmente cerca de 30 minutos por dia.

A leitura é um excelente exercício para desenvolver o vocabulário e melhorar a sintaxe das frases. Isso porque o cérebro absorve naturalmente as palavras que as crianças têm na frente delas.

Além disso, se você quiser estimular ainda mais o interesse do pequeno, apresente algo que corresponda com os seus gostos. Depois, basta encontrar um tempo e lugar e realizar sessões de leitura rotineiramente.

Apresentar livros para as crianças ajuda a não cometer mais erros de ortografia

5. Fazer um desenho

Finalmente, saiba que você também pode usar o desenho como outra ferramenta para ajudar na memória.

As imagens são uma ótima maneira de fazer com que as crianças memorizem as palavras. Transforme as palavras difíceis de soletrar em imagens para que a criança se lembre da palavra com um estímulo a mais.

Para fazer isso, basta desenhar qualquer palavra que ela esteja com dificuldades e transformar as letras em uma imagem. Dessa forma, deixarão de ser apenas letras e serão transformadas em representação gráfica.

Como você pode ver, há muitas maneiras de ajudar as crianças a melhorar os erros de ortografia. No entanto, lembre-se de que forçar uma atividade ou torná-la muito exigente serve apenas para intensificar os sentimentos negativos da criança sobre a escrita.

Então, é aconselhável que você siga essas dicas e tente motivar o seu filho durante todo o processo de melhoria. Todas essas estratégias não terão resultados se a criança não tiver interesse em melhorar.

  • Guimarães, S. R. K. (2003). Dificuldades no desenvolvimento da lectoescrita: o papel das habilidades metalinguísticas. Psicologia: Teoria e Pesquisa. https://doi.org/10.1590/S0102-37722003000100006