Ginástica hipopressiva: 3 exercícios durante o pós-parto

Você conhece ginástica hipopressiva? Aqui estão três exercícios básicos para que você possa ver seus benefícios no pós-parto. Procure adaptar o corpo passo a passo para enfrentar o pós-parto adequadamente.
Ginástica hipopressiva: 3 exercícios durante o pós-parto

Última atualização: 18 Setembro, 2021

Você já ouviu falar sobre os benefícios da ginástica hipopressiva após o parto? Provavelmente sim, então hoje vamos mostrar como colocá-la em prática.

O período de gestação pode ser um pouco traumático para a mulher, devido às enormes alterações físicas e hormonais que nele ocorrem. Tudo isso pode impactar a esfera psicológica, especialmente quando se trata de uma nova mãe.

Essa série de alterações fisiológicas preocupa grande parte das gestantes, que temem não conseguir voltar ao normal após o parto. Nesse momento, o exercício deve estar presente. Por meio de rotinas adequadas, é possível melhorar a condição física e tonificar os grupos musculares mais afetados.

Ginástica hipopressiva e pós-parto

Após o parto, recomenda-se a prática de atividade física, tomando os devidos cuidados e evitando os exercícios não adequados para essa condição.

Lembre-se de que o corpo entra em um estágio de recuperação total, por isso você deve cuidar dele em todos os aspectos.

A ginástica hipopressiva é uma boa alternativa aos exercícios nessa fase da vida. Porém, aconselhamos que você saiba um pouco mais antes de começar a praticá-la.

O que é a ginástica hipopressiva?

Em termos gerais, a ginástica hipopressiva consiste em uma série de exercícios abdominais que exercem pressão negativa sobre essa região do corpo. Isso é realizado por meio de movimentos técnicos e do controle da respiração.

O diafragma deve se contrair quando o ar é expelido para fortalecer os músculos da região central do corpo e do assoalho pélvico.

Exercícios de ginástica hipopressiva

Os exercícios de ginástica hipopressiva podem ser feitos em casa, o que é muito conveniente após o parto. No entanto, é aconselhável ir a um centro de fisioterapia especializado para que um especialista acompanhe a atividade.

Aqui mostramos os exercícios básicos da ginástica hipopressiva e os mais recomendados para o pós-parto.

1. Postura de Vênus

A postura de Vênus se destaca como o principal exercício desse tipo de atividade física. É a forma ideal de adaptar o corpo aos poucos.

  1. Você deve ficar em pé, com as pernas separadas na largura dos ombros.
  2. Estique-as para ativar o quadríceps, sem realmente bloquear a articulação dos joelhos.
  3. Mantenha as costas retas, alinhadas com as nádegas, e estenda os braços ligeiramente para fora. Dessa forma, você pode separar as escápulas corretamente.
  4. Respire pelo nariz enquanto executa um movimento de rotação externa com os ombros.
  5. Posteriormente, expulse o ar ao mesmo tempo em que retorna com a rotação interna dos ombros.
  6. Repita o movimento de respiração junto com as rotações dos ombros várias vezes.
  7. Por fim, tente contrair o abdômen ao expirar, percebendo conscientemente que suas costelas se abrem ligeiramente.

https://www.youtube.com/watch?v=uArojyZ6fFY [/ embed]

2. Postura de Deméter

A postura de Deméter é o movimento apropriado a seguir após a postura de Vênus. Faz parte da rotina para iniciantes e puérperas.

  1. Fique em pé com as pernas separadas na largura do quadril e as costas completamente retas.
  2. Dobre os braços e coloque as mãos na altura dos quadris. Este movimento permitirá que você separe as escápulas corretamente.
  3. Aconselhamos colocar o polegar de cada mão na crista ilíaca, para ter uma referência mais precisa. Ao posicionar as mãos, agora você pode separar os dois dedos.
  4. Nessa posição, você deve começar a inspirar e expirar o ar. Certifique-se de que cada movimento seja harmonioso e controlado.
  5. Após algumas respirações, inicie a exalação hipopressiva: inspire e expulse com força, enquanto comprime o abdômen e mantém a posição dos braços.

3. A postura de Héstia

A postura de Héstia é o terceiro exercício básico da ginástica hipopressiva, embora seja mais complexa que as anteriores.

  1. Para começar, você deve se sentar de pernas cruzadas, uma por cima da outra.
  2. Certifique-se de que suas costas permaneçam retas, sem forçar a curvatura da coluna.
  3. Coloque as mãos na altura dos joelhos, com os dedos voltados um para o outro.
  4. Empurre os cotovelos para a frente e para fora para promover a rotação interna do ombro e abrir as escápulas.
  5. Respire profunda e lentamente.
  6. Então, expire todo o ar ao contrair o diafragma e expandir as costelas. Mantenha essa pressão por alguns segundos.

https://www.youtube.com/watch?v=kzdO4iOYPc8 [/ embed]

Ginástica hipopressiva no pós-parto, apenas com orientação profissional

Esses exercícios que compartilhamos com você fazem parte da rotina da ginástica hipopressiva e funcionam muito bem como uma adaptação para esse tipo de exercício. No entanto, não é aconselhável realizá-los sem o aconselhamento profissional adequado.

Por outro lado, antes de começar, é necessário avaliar sua condição física e determinar o quanto esses exercícios são adequados para você.

Apesar da falta de informações oficiais, é aconselhável aguardar três meses após o parto para a prática da ginástica hipopressiva.

Pode interessar a você...
Quais atividades físicas posso praticar no período pós-parto?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Quais atividades físicas posso praticar no período pós-parto?

A atividade física é recomendada após o nascimento do bebê. Por isso, vamos falar sobre as atividades físicas que você pode praticar no período pós...