Grávida na quarentena! E agora, o que eu faço?

05 Agosto, 2018
A grande maioria de nós, mulheres, acredita que trazer um filho ao mundo é uma bênção. Quando recebemos a notícia de que estamos na fase da doce espera, a alegria nos invade.

Mas o que acontece quando estamos apenas nos acostumando a um novo bebê e imediatamente ficamos sabendo que estamos esperando outro? Grávida na quarentena!  Parece algo inverossímil, irreal. Mas, sim, acontece. E, nessa situação, a primeira pergunta que vem à cabeça é “e agora, o que eu faço?”.

Definitivamente, essa não é uma situação fácil de encarar. Você fica surpresa e sente que não está preparada. Mas nesses casos o apoio do seu companheiro e da sua família será essencial.

Depois de ficar sabendo da notícia, é possível que você acabe se sentindo como uma adolescente irresponsável. Milhares de pensamentos vão passar pela sua cabeça.

Ideias como medo de não conseguir lidar com a situação, inclusive medo de dizer ao seu companheiro ou à sua família, por não querer ser julgada ou vista de uma forma ruim, podem se formar na sua cabeça. Mas, uma vez que você tiver digerido a notícia, a única coisa que resta a fazer é seguir em frente.

Até você ficar sabendo de exemplos reais, a verdade é que é muito difícil de acreditar que pode acontecer uma coisa dessas com as mulheres. A falta de informação, o desconhecimento nesses casos é o pior inimigo. Sobretudo se a mulher for uma mãe de primeira viagem.

A maioria costuma pensar “que azar!” ou pelo contrário “que pontaria!”. Na verdade, não se trata de um nem de outro. Ficar grávida na quarentena é um assunto sério.

O que acontece no nosso corpo na quarentena

grávida na quarentena

Mas o que é a quarentena? Muitas mulheres não sabem realmente o que acontece nos nossos corpos nessa fase nem por que devemos passar por esse processo após trazer ao mundo um bebê. Mas em Sou Mamãe traremos essa informação para você.

A quarentena é o período que abrange desde o nascimento do bebê até quarenta ou quarenta e cinco dias após o parto. Nesse período, os médicos recomendam não ter relações sexuais, pois o corpo da mulher precisa desse tempo para voltar a ser como era antes da gravidez, hormonal e organicamente.

Existe a falsa crença de que a quarentena é uma espécie de castigo para o casal. Mas esse período vai além da abstinência sexual. Trata-se, na verdade, de garantir o bem-estar e a saúde da mãe, já que tudo deve voltar ao seu devido lugar.

Na quarentena, as mulheres passam não só por mudanças físicas, mas também o útero e o estômago diminuem de tamanho. Também ocorrem importantes mudanças hormonais, como a secreção de prolactina, fundamental à produção do leite materno, além de um vendaval de emoções.

Durante esse período, também chamado de puerpério, é perfeitamente possível ficar grávida. A ausência da menstruação nessa fase ocorre porque o útero está no processo de voltar à normalidade. É muito provável que ele demore a voltar à posição normal se você estiver amamentando.

Quando a mulher está lactando, a ovulação diminui. Mas essa não é uma garantia ou um método contraceptivo confiável. O melhor sempre será esperar até que o médico o indique.

Fiquei grávida na quarentena. E agora?

grávida na quarentena

Não existe um manual que nos mostre como agir ou quais passos seguir quando ficamos grávidas dois meses após dar à luz. Mas a seguir daremos alguns conselhos que serão de grande ajuda nesses momentos:

  • Se você estiver desconfiada, pode fazer um teste de gravidez caseiro. Mas isso vai somente aumentar suas dúvidas. Assim, o mais recomendado é recorrer o quanto antes a um médico e se livrar dessa incerteza.
  • A princípio o choque é completamente emocional. Dessa forma, converse com seu companheiro. Assimilar essa ideia em conjunto é o ideal.
  • Vocês não estavam planejando, mas aconteceu. Não fique assustada com essa situação. Isso não é saudável para você nem para seus pequenos. Sabemos que não é o ideal, mas é um risco que se corre ao ter relações sexuais em um período em que normalmente não se deve.
  • Aceite e tente se animar! Você vai trazer um novo ser ao mundo que, mesmo não estando nos planos, merece o mesmo amor que aquele que foi completamente planejado.
  • Consulte-se com seu ginecologista sem falta. Na quarentena, o aparelho reprodutor feminino não está completamente apto para a reprodução. Por isso, é importante que você realize as consultas e os exames recomendados pelo seu médico para garantir que você e seu bebê não passem por complicações.