Gravidezes múltiplas: qual a melhor dieta a seguir?

31 de janeiro de 2019
Você sabe o que as gravidezes múltiplas requerem? A resposta está nos nutrientes que devem ser fornecidos para que os pequenos se desenvolvam perfeitamente. Saiba como conseguir isso.

Se você vai ter gêmeos ou trigêmeos, as necessidades nutricionais aumentam. Saiba o que a dieta para gravidezes múltiplas exige e aproveite a alegria de ser mãe.

Você já ouviu a premissa de que as mulheres grávidas devem comer por dois? Embora seja uma ideia totalmente falsa em termos de porções, é aceitável até certo ponto. A mãe exige um suprimento superior de vitaminas e minerais que a ajudem a fornecê-los também à criança sem que ela seja afetada. 

A alimentação em gravidezes múltiplas

A dieta que as gravidezes múltiplas exigem não é muito diferente da dieta de uma gravidez simples. Estima-se que a mãe deva aumentar a ingestão em 400 calorias, mas de forma saudável. 

Isso significa que o aumento será observado em proteínas, vegetais e frutas cujo suprimento de nutrientes é garantido. Portanto, esse aumento não deve ser feito, por exemplo, com alimentos processados.

A comunidade médica diz que as mulheres com gestações múltiplas aumentam o gasto energético em 10%. Então precisam repor tal gasto.

Além disso, há maior chance de a futura mamãe vir a sofrer de náuseas ou vômitos com maior intensidade, pois as alterações hormonais são maiores. Todos esses aspectos estão integrados. Por isso, é necessária uma dieta personalizada e recomendada por um especialista.

gravidezes múltiplas

Nutrientes necessários em gravidezes múltiplas

Sempre se recomendou que a mãe se alimentasse de maneira saudável. Dessa forma, deveria aumentar o consumo de vegetais, frutas e verduras, como já indicamos anteriormente.

No caso de gestações múltiplas, essa recomendação é mantida. No entanto, existem nutrientes especialmente importantes quando há dois ou mais bebês em processo de formação no útero.

Assim, pode haver um déficit de:

Cálcio

As necessidades de cálcio aumentam em gravidezes múltiplas. Isso ocorre porque muita coisa é perdida na urina.

Portanto, o consumo desse mineral deve ser de aproximadamente 1200 mg, que devem vir de fontes saudáveis, como leite, queijo e iogurte desnatado. Ou também suco de laranja, brócolis, sardinha, ovos, nozes, entre outros.

Ácido fólico

O ácido fólico é outro dos elementos essenciais em todas as gravidezes, especialmente em gravidezes múltiplas. Com esse suplemento se reduz significativamente o risco de a criança sofrer de defeitos no tubo neural.

Você pode consumi-lo como um suplemento e aumentar o consumo de vegetais de folhas verdes. Alguns exemplos são: espinafre, aspargos, alface ou brócolis, entre outros.

Ferro

O ferro é outro elemento necessário na dieta de gravidezes múltiplasIsso porque favorece o transporte de oxigênio para todas as células dos tecidos. Essa necessidade é ainda mais urgente quando se lida com dois fetos, de modo que a deficiência se traduz em anemia.

Além de consumir os suplementos recomendados pelo médico, você deve incluir carnes vermelhas, ovos e peixe em sua dieta diária. Recomenda-se ingerir suco de laranja, pois a vitamina C ajuda a absorver ferro para melhor aproveitamento.

Proteínas

As proteínas funcionam como material de construção dos tecidos, o que ajuda no crescimento correto dos fetos. Além disso, intervêm na formação da placenta. Dessa forma, um déficit teria sérias consequências.

Por esse motivo, o consumo de proteínas deve ser aumentado ligeiramente e deverá ser de boa qualidade para, assim, fornecer os aminoácidos essenciais. Algumas opções podem ser: peixe, frango, feijão, arroz e aveia, entre outros.

Vitaminas

Em gestações múltiplas também é necessário monitorar o consumo de vitaminas como B6, D e C, bem como zinco e cobre.

A dosagem na forma de um suplemento, em geral, é a mesma de uma gravidez simples, mas deve ser complementada com alimentos ricos nesses nutrientes. Estes podem ser: nozes, grão-de-bico, fígado, frutas, entre outros.

dieta para gravidezes múltiplas

Sobre ganhar peso em uma gravidez múltipla

A quantidade de peso a ganhar está diretamente relacionada ao peso que você tinha antes da gravidez, além da genética da mãe.

Portanto, espera-se que uma futura mãe de gêmeos ganhe entre 15 e 18 kg e uma mãe de trigêmeos até 22 kg.

Para isso, evite uma dieta rica em carboidratos e supra às necessidades com abundância de vegetais e proteínas. Estes fornecem os nutrientes necessários e mantêm o peso adequado.

  • Alvarez, A. i Fidel, J. ., Fernández, F., & Alumna, G. (2013). Estilos de vida y reproducción. Máster Investigación en Ciencias de la Salud-Universidad de Valladolid
  • Nazer H, J. (2004). Prevención primaria de los defectos congénitos. Revista Medica de Chile. https://doi.org/10.4067/S0034-98872004000400014
  • The American College of Obstetricians and Gynecologists. (2015). Los embarazos múltiples. Women’s Health Care Physicians. https://doi.org/1074-8601