Hipermetropia nas crianças: o que é e como corrigir

Se você percebe que seu filho não enxerga bem de perto, se ele diz que está com os olhos cansados ou que está com dor de cabeça ao passar um tempo lendo, ele pode ter algum problema de visão. Como identificar a hipermetropia nas crianças e tudo mais que você precisa saber, a seguir.

A hipermetropia nas crianças é uma deformação da visão que consiste no fato de que ao olhar de perto a vista parece embaçada. O esforço adicional que os olhos fazem para compensar essa visão embaçada pode provocar cansaço da vista e dor de cabeça. No caso das criança, além de tudo, pode resultar em dificuldades no desenvolvimento das atividades escolares.

Não é um problema progressivo. Isso quer dizer que não costuma haver um aumento da dificuldade de enxergar com o passar do tempo, mas pode se tornar algo crônico. Isso significa que o uso de óculos será permanente.

A seguir, contaremos a você quais são os sinais de alerta que vão ajudar a identificar a hipermetropia nas crianças.

Possíveis sinais de hipermetropia nas crianças

A partir dos 4 anos de idade, aproximadamente, pode se manifestar algum problema de hipermetropia. Os exames de vista devem ser realizados pelo pediatra. Mas aqui apresentaremos a você alguns dos sintomas que podem ajudar a identificar se seu filho tem alguma dificuldade para enxergar.

  • Força os olhos para ler ou ver televisão. O gesto apertar os olhos é um sinal que indica problemas na vista. A criança tenta apertar os olhos para melhorar o que enxerga e compensar, assim, a visão embaçada.
  • A criança fala que a está com a vista cansada ou com dor nos olhos. O esforço de compensar a visão provoca fadiga visual, o que costuma vir acompanhado por vermelhidão nos olhos ou lacrimejo excessivo.
  • Dor de cabeça. Quando o esforço para enxergar é muito grande, é possível que surjam dores de cabeça.
  • A criança tem dificuldades para se concentrar. Na escola, é fácil perceber os problemas de falta de atenção devido aos problemas de visão. Não enxergar bem significa não conseguir acompanhar adequadamente as aulas.
  • Estrabismo. Em alguns casos, um ou os dois olhos podem se desviar para compensar a visão com problemas.
oculista para identificar a hipermetropia nas crianças

O que fazer para corrigir a hipermetropia nas crianças?

Quando você suspeita que seu filho pode estar com esse problema de visão, o ideal é consultar o pediatra. Ele vai pedir exames oftalmológicos para o seu filho e, assim, poderá confirmar o diagnóstico.

A hipermetropia nas crianças pode ser corrigida. As técnicas que corrigem a hipermetropia são:

  • Uso de óculos. Dependendo da idade e da intensidade da hipermetropia, é possível corrigir esse problema usando óculos.
  • Operação a laser. Esse é o método mais usado. O objetivo é corrigir o defeito com um pequeno laser. Para realizar essa intervenção cirúrgica, é preciso levantar uma pequena camada da córnea que depois voltará a ser colocada no lugar.
  • Técnicas de superfície. É utilizado um laser para corrigir a curvatura da córnea, que impede a visão correta. Depois de colocar uma lente protetora, a visão vai se recuperar progressivamente.
  • Uso de lente intraocular. É a implantação de uma lente entre a íris e o cristalino. É exclusiva para cada olho.

A escolha de um método ou outro vai depender do oftalmologista. Pois é ele quem vai determina a melhor solução levando em consideração as características específicas da hipermetropia do seu filho.

 A visão é o tato do espírito

–Fernando Pessoa–

Fazer a operação de hipermetropia nas crianças?

Basicamente, a finalidade da operação para corrigir o defeito na visão é evitar que seu filho precise usar óculos para o resto da vida. É verdade que a hipermetropia pode ser corrigida com o tempo. Mas, se não for o caso do seu filho, vocês podem considerar passar por uma intervenção cirúrgica.

É uma operação simples, que dura de 10 a 20 minutos e que não tem um pós-operatório complicado. Não precisa de anestesia geral e seu filho não vai correr riscos.

Para tomar essa decisão, o oftalmologista deve supervisionar esse processo. Para poder operar, a hipermetropia deve se manter estável e não piorar, já que dessa maneira não teria sentido realizar a intervenção.

operar a hipermetropia nas crianças

Uma curiosidade

Todos nós nascemos com hipermetropia. Nosso sistema visual demorar para se desenvolver definitivamente. Assim, nós nascemos com uma visão bastante defeituosa.

Normalmente, esse defeito vai sendo corrigido com o tempo. E também devido à exposição completa e contínua aos mais variados estímulos visuais. Se não se corrigir adequadamente, os problemas de visão, como a hipermetropia, aparecem.

Recomendados para você