Homeopatia para crianças?

23 Julho, 2018
A homeopatia para crianças é uma terapia oriunda da medicina alternativa. Ela é responsável por administrar quantidades mínimas de medicamento, que permite educar o organismo para que ative seu sistema imunológico e, dessa forma, se cure sozinho.
 

A homeopatia é uma medicina alternativa que utiliza medicamentos em baixas doses que não possuem componentes químicos ativos. Seus componentes tendem a produzir efeitos semelhantes aos sintomas da doença que se deseja combater, com o intuito de ativar a ação metabólica.

Considerada uma das medicinas alternativas da moda, a homeopatia para crianças consiste na utilização de um componente denominado tintura-mãe, que deve ser diluída na água. Quanto mais diluída estiver, melhores serão os resultados.

O pai da homeopatia, Christian Friedrich Samuel Hahnemann, afirmou que a doença surge devido a uma transformação do núcleo energético do indivíduo. Esse método de cura se encarrega de combater as infecções do paciente, que desenvolve características próprias e específicas da sua doença.

Atualmente, os efeitos secundários e os danos colaterais produzidos pelos medicamentos tradicionais no organismo das crianças e dos bebês, levaram os pais a recorrerem a uma segunda opinião médica e a medicamentos alternativos como a homeopatia, com o objetivo de tratar diferentes doenças a nível pediátrico, desde episódios de asma, diarreias, mudanças de humor até alergias crônicas.

A homeopatia e as crianças

A homeopatia para crianças produz excelentes resultados porque o sistema imunológico dos pequenos é jovem e ainda não foi exposto a componentes químicos e remédios que podem prejudicar a resposta natural do corpo.

Esse medicamento natural é ideal para a prevenção, já que fortalece a disposição de defesa natural do organismo.

 
a homeopatia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou através do seu informe anual que a homeopatia é considerada o segundo maior sistema médico a nível mundial. Essa técnica medicinal é praticada em mais de 66 países atualmente. Além disso, o estudo afirmou que a aplicação e a regulação das Terapias MTC (Médicas e Tradicionais Complementares) contempla a medicina alternativa, como Acupuntura, Fitoterapia, Homeopatia, Osteopatia pelos próximos 10 anos.

De acordo com as estatísticas, a Comissão Europeia afirmou que atualmente mais de 100 milhões de europeus recebem atenção médica homeopática. Além disso, a maior parte dos pacientes são lactantes e crianças, que aumentaram a taxa anual em 4% utilizando essa técnica medicinal.

Segundo os especialistas, a medicina homeopática produz excelentes resultados no tratamento de doenças nas crianças ou nos bebês. Mas, antes de aplicar esse tipo de medicamento, é recomendável que um médico especialista na área seja consultado e que também esteja capacitado e especializado na área pediátrica.

Consulta médica: homeopatia para as crianças

A consulta médica consistirá numa avaliação completa da criança, com o objetivo de realizar uma entrevista detalhada e a avaliação dos sintomas do paciente.

 

Fatores como o histórico médico, antecedentes familiares, temperamento, preferências alimentícias e padrão de sono são contemplados pelo médico especialista com o intuito de criar o registro clínico da criança e determinar o tratamento que deve ser aplicado. 

O objetivo principal do médico é recuperar a harmonia do organismo. É de vital importância ter em mente os fatores que influenciaram durante a gravidez e o parto, assim como a alimentação e o ciclo de sono da criança para poder tratá-la.

a homeopatia

Homeopatia para crianças

A medicina e os procedimentos de homeopatia para crianças são positivos não apenas em doenças sérias, mas também em doenças frequentes que as crianças sofrem. Estudos afirmam que essa terapia é efetiva e recomendável no tratamento para conjuntivite, asma, gripes, cólicas, alergias, mal-estar estomacal, etc.

É recomendável que os remédios homeopáticos receitados para as crianças menores de 2 anos ou durante o período de lactação sejam em formatos pequenos e redondos, com o intuito de tornar fácil o consumo para elas, já que podem ser chupados ou dissolvidos em líquido.

 

Da mesma forma, no tratamento de homeopatia para crianças de 2 anos em diante, recomenda-se que seja feito em gotas homeopáticas, que deverão ser dissolvidas em sucos, leite, água, devido a sua alta porcentagem de álcool de 45º.

É muito importante lembrar que os pai nunca devem automedicar seus filhos. É imprescindível consultar o médico para a implementação de um tratamento homeopático, com o objetivo de formar um diagnóstico que esteja de acordo com a doença que a criança sofre ou aplicar de forma adequada o tratamento.

O mesmo tratamento homeopático não deve ser aplicado para todas as crianças. Cada organismo e doença são diferentes. Por isso, a automedicação e o tratamento indevido podem ser prejudicial e até mortal para a criança.