10 ideias para incentivar a alfabetização

É muito benéfico começar a alfabetizar as crianças antes da entrada na escola. Nesse processo de aprendizagem, a família desempenha um papel fundamental.
10 ideias para incentivar a alfabetização

Última atualização: 09 Dezembro, 2020

Você gostaria que os seus filhos, desde pequenos, tivessem interesse pela leitura e pela escrita, mas não sabe como fazer isso? A seguir, vamos apresentar 10 ideias para incentivar a alfabetização das crianças da forma mais natural, antes e durante a sua aprendizagem no sistema educacional.

Porém, para que as crianças se envolvam e se interessem pela alfabetização, é essencial proporcionar situações e contextos que estimulem o gosto por essas atividades. Nessa tarefa, a família desempenha um papel fundamental. Neste artigo, Monserrat Fons propõe 10 ideias para incentivar a alfabetização das nossas crianças.

Ideias para incentivar a alfabetização das crianças

ideias para incentivar a alfabetização

Conviver com um mundo letrado

Ler e escrever são atividades comunicativas inseridas no nosso meio sociocultural. Por esse motivo, é importante e necessário que os aprendizes convivam com adultos que usam a alfabetização com frequência. Dessa forma, as crianças aprenderão a descobrir e a valorizar o significado da leitura e da escrita.

Atos tão simples quanto escrever a lista de compras, ler os ingredientes de um doce, deixar um bilhete, ler uma história ou ler os cartazes do supermercado servirão para promover a aprendizagem e o gosto pela alfabetização nas crianças.

Inclusive, o jogo simbólico também oferece a possibilidade de imitar os comportamentos de leitura e escrita que as crianças veem no seu contexto familiar e escolar.

Facilitar a aprendizagem inter-relacionada

Ler e escrever são processos que devem ser ensinados como algo completo e não de forma isolada. Se praticarmos experiências completas de leitura e escrita com as crianças, isso fará muito mais sentido para elas.

Além disso, é aconselhável criar e proporcionar contextos nos quais as crianças reflitam sobre o funcionamento da linguagem, tanto escrita quanto oral. Assim, elas vão aprender, de forma progressiva, as características de cada tipo de texto, seja uma carta, uma receita, uma notícia, um cartão de parabéns, uma história, etc.

Ler em voz alta para os novos leitores

O simples ato de ouvir textos lidos por leitores experientes tem efeitos muito benéficos para os pequenos. Essa atividade ajuda a familiarizar os novos leitores com a estrutura do texto escrito e da linguagem.

Da mesma forma, é importante estimular a participação da criança durante a leitura. Assim, enquanto lemos, devemos fazer com que ela também participe. Podemos comentar o que está sendo lido, fazer perguntas ou pedir para ela relacionar o que está ouvindo com os desenhos que está vendo.

Dessa forma, estaremos promovendo a compreensão dos textos antes mesmo que o pequeno aprenda a ler. Além disso, ler juntamente com as crianças cria um vínculo afetivo importante, ao mesmo tempo que uma experiência de leitura positiva é construída.

Escrever em conjunto

É importante escrever em conjunto com as crianças. Temos que ajudá-las a compreender a utilidade e a funcionalidade social da escrita no dia a dia.

Por isso, devemos ensinar e explicar às crianças a importância de escrever bem para que as outras pessoas possam compreender os textos escritos. Também devemos explicar a importância de pensar no que se quer dizer e para quem se quer falar, antes de começar a escrever, bem como a importância de reler o que foi escrito para poder melhorar.

Levar em consideração as relações entre a linguagem oral e a linguagem escrita

Como bem sabemos, aprendemos a falar antes de aprender a escrever. No entanto, conforme a criança vai desenvolvendo a linguagem oral, é benéfico iniciá-la e propor situações em que ela esteja em contato com a linguagem escrita.

Aos poucos, ela deve entender que o conjunto de letras escritas não representa os objetos, e sim o nome dos objetos, pois as crianças acreditam que o que não existe ou o que não conhecem não pode ser escrito.

Da mesma forma, os pequenos devem compreender que não se escreve da mesma forma que se fala. Muitas regras são diferentes e, embora a escrita possa ser oralizada, ela não coincide totalmente com a linguagem oral.

“A leitura faz o homem completo. A conversa o faz ágil. E o escrever o faz preciso”.

-Francis Bacon-

Outras ideias para incentivar a alfabetização

ideias para incentivar a alfabetização

Incentivar a criança a experimentar a leitura ou a escrita

Devemos estimular e motivar as crianças, em qualquer contexto, para que experimentem e investiguem com a alfabetização. Dessa forma, incentivamos a autonomia em sua aprendizagem.

Sempre devemos motivá-las, mas não forçá-las, a tentar ler e escrever. Mesmo que a criança diga que não sabe fazer isso bem, devemos incentivá-la e ajudá-la, e certamente ficaremos maravilhados com o seu bom trabalho. Além disso, se oferecermos às crianças um ambiente de segurança e confiança, elas verão os seus erros como uma fonte de aprendizado.

Considerar o valor do tempo e da espera

A alfabetização é um processo longo e complexo, que requer tempo e paciência e, como já sabemos, cada criança tem o seu próprio ritmo de aprendizagem.

Geralmente, a leitura começa entre os 5 e os 7 anos. No entanto, a criança que começa a ler aos 7 anos pode ser tão boa leitora quanto a que começou aos 5.

Precisamos deixar as crianças investigarem, discutirem e experimentem por conta própria. Se nós, adultos, dermos as respostas precipitadamente e não deixarmos que elas pensem, vamos tornar as crianças dependentes das nossas explicações.

Valorizar os acertos mais do que os erros

Os acertos das crianças devem ser valorizados de maneira precisa. Se dissermos “Muito bem!”, temos que especificar e nomear o que foi bem feito, dizendo, por exemplo: “Você escreveu de maneira bem clara.” ou “Você escreveu muitas letras”.

“Muito bem!” generalizado encoraja, mas não é muito útil para a aprendizagem. Se quisermos que o pequeno tome consciência de sua aprendizagem, devemos reconhecer e nomear o que foi bem feito.

Usar materiais do ambiente ao redor, uma das ideias para promover a alfabetização

Estamos cercados por ótimos materiais para ensinar as crianças a ler e escrever. Os melhores são aqueles ao nosso redor, tais como placas de lojas, embalagens de doces, cardápios de restaurantes, anúncios, jornais…

Há uma grande variedade de contextos para iniciar e motivar as crianças na aprendizagem da alfabetização. Além disso, dessa forma, a criança terá contato com diversos tipos de meios e tipografias.

Falar da leitura e da escrita

Para que as crianças progridam na aprendizagem da alfabetização, é bom propor situações de leitura e escrita colaborativas. Dessa forma, proporcionamos uma interação verbal que contribui para a construção da aprendizagem.

Por outro lado, também é enriquecedor falar para elas dos seus livros preferidos, das notícias interessantes, brincar com as palavras, etc., como algo habitual, mesmo que não estejam lendo ou escrevendo no momento.

O que ter em mente sobre as ideias para incentivar a alfabetização

Durante a fase da Educação Infantil, a leitura e a escrita devem ser apresentadas como atividades criativas e lúdicas, e não como algo obrigatório, visto que é necessário tentar despertar o interesse e o gosto dos pequenos por essas atividades.

É importante que as crianças tenham contato com a alfabetização antes de ingressar na escola, o que não é difícil, pois, como vimos, existem muitas possibilidades de aprendizagem no seu entorno habitual. Porém, o ato de ler e escrever sempre deve ser apresentado como uma brincadeira, e não como uma obrigação que deve ser aprendida precipitadamente.

Pode interessar a você...
5 atividades para motivar as crianças a ler
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
5 atividades para motivar as crianças a ler

Motivar as crianças a ler desde os primeiros anos é essencial para fortalecer um hábito que favorece o intelecto e a comunicação.



  • Fons, M. (2004). Enseñar a leer para vivir. Universidad de Barcelona. España: Recuperado de org. file. php/1/documentos/lectoescritura/leer_para_vivir. pdf.