Infecções urinárias em meninas

· 22 de abril de 2019
As infecções urinárias em meninas surgem pela entrada de bactérias e outros parasitas no seu sistema urinário. É muito importante que essas patologias sejam diagnosticadas a tempo a fim de evitar a disseminação desses patógenos.

Um dos problemas que geralmente ocorrem com maior frequência nas mulheres são as infecções urinárias. Isso não exclui as meninas, que também são propensas aos efeitos negativos causados por essas bactérias. Então, como prevenir e tratá-las?

O sistema urinário do ser humano é constituído por três órgãos principais:

  • A uretra, que é o tubo através do qual a urina é expelida da bexiga para o exterior.
  • A bexiga, que é a bolsa onde a urina fica armazenada.
  • Os rins, responsáveis pela remoção de resíduos e água do sangue, formando a urina.

Uma infecção urinária consiste na invasão e proliferação de bactérias, fungos, vírus, parasitas ou micróbios em um ou mais desses setores do trato urinário.

A área onde a infecção ocorre com maior frequência é na bexiga, e o meio mais comum de contaminação é ascendente; isto é, geralmente começa na bexiga e depois vai subindo. Daí a importância de detectar e tratar essa doença a tempo de impedir que as bactérias atinjam os rins e causem danos mais graves.

Causas das infecções urinárias em meninas

As infecções urinárias em meninas ocorrem com maior frequência nas crianças menores de quatro anos e é um dos problemas mais comuns nas mulheres em geral. Não é necessário se preocupar demais, porque esses desconfortos podem ser evitados e tratados.

A principal causa da infecção pode ser determinada pela localização e disposição da anatomia feminina: a uretra da mulher é mais curta que a do homem e, além disso, está mais próxima do ânus. Por essa razão, os germes precisam percorrer uma distância menor para entrar no trato urinário.

amostra de urina da menina

A bactéria que mais produz infecções urinárias é chamada de Escherichia coli. Trata-se de um microrganismo que vive naturalmente nos nossos intestinos e que também é encontrado nas nossas fezes. Por causa disso, ele pode ser facilmente arrastado do ânus para a uretra, o que produz uma infecção.

De fato, o risco de infecções aumenta consideravelmente se a menina tiver o hábito de se limpar de trás para frente quando vai ao banheiro. A infecção urinária em meninas pode ocorrer especialmente no verão, quando faz calor. Estas são as variáveis influenciadas pelas altas temperaturas:

  • Inegavelmente os germes se multiplicam mais rapidamente com o calor. Quanto maior a temperatura, maior a taxa de proliferação.
  • O calor faz com que as crianças suem mais e o volume de urina diminua. Se, além disso, as meninas tomarem pouca água, essa pequena quantidade de urina fará com que as bactérias que possam ter entrado tenham mais tempo para se multiplicar e afetar o seu organismo.
  • É uma época de ir à piscina, um meio onde as bactérias são transportadas mais facilmente para a bexiga. Além disso, usar roupa de banho molhada por muito tempo também facilita a ascensão das bactérias à uretra – o mesmo acontece com roupas muito apertadas.

Sintomas de uma infecção urinária

  • Aumento da frequência e dificuldade em urinar.
  • Sensação de urgência para ir ao banheiro.
  • Dor ou ardência ao urinar.
  • Pode haver sangue na urina.
  • Febre leve.
  • Dor na parte de baixo do abdômen.
  • Se houver infecção na área dos genitais, pode haver coceira ou queimação na área.

“Uma infecção urinária consiste na invasão e proliferação de bactérias, fungos, vírus, parasitas ou micróbios em um ou mais desses setores do trato urinário.”

Recomendações para os pais

Há muitos bons hábitos e coisas que podemos fazer para evitar o risco de uma infecção urinária em nossas filhas; por exemplo:

  • Estimular nas crianças o hábito de beber bastante água e líquidos em geral. Isso vai permitir que as bactérias sejam eliminadas através da urina antes que possam causar uma infecção.
  • Ensinar-lhes a importância de urinar várias vezes ao dia e de não ficar segurando.
  • Praticar e ensinar às filhas bons hábitos de higiene da área genital.
  • Caso a menina já consiga ir ao banheiro sozinha, é essencial que ela se limpe da frente para trás depois de urinar e defecar.
  • Caso a menina ainda use fraldas: é importante que a mãe troque as fraldas frequentemente para evitar a umidade e que ela tenha cuidado para não contaminar a área ao trocar as fraldas.
  • Trocar rapidamente a roupa de banho molhada da criança.
  • Comprar roupa íntima de algodão que fique folgada.
Causas das infecções urinárias em meninas

Diagnóstico e tratamento de infecções urinárias em meninas

O diagnóstico da infecção é feito por meio da análise de uma amostra de urina da menina para confirmar a presença de bactérias.

Enquanto isso, o tratamento é feito com antibióticos. Mas, se a menina for muito pequena, ela pode ser hospitalizada para receber medicação intravenosa. Graças aos medicamentos, os sintomas devem melhorar no segundo ou terceiro dia.

De fato, no final do tratamento, a análise é repetida para confirmar que não exista a presença de bactérias na urina. O tratamento completo de uma infecção urinária em meninas dura, aproximadamente, uma semana.