Mamãe, pare, viva e aproveite comigo

13 de julho de 2018
Sobram motivos para parar de correr pelo menos por alguns instantes e começar a aproveitar os momentos bons que a vida nos proporciona. Mamãe, pare e viva! Aproveite o seu filho.

“Mamãe, pare, viva e aproveite comigo” é o que as crianças costumam pedir aos gritos, choros e somatizações de todos os tipos. Esses pequenos seres fazem parte da vida de todas as mães para ensiná-las nada menos que o valor da vida e daquelas coisas que realmente importam, mas que se perdem ou se modificam com o passar do tempo.

Mamãe, pare. Neste artigo de Sou Mamãe queremos dividir com você a importância de valorizar e desfrutar de cada instante da vida com seu filho, em detrimento daqueles detalhes que carecem de relevância e tranquilamente podem esperar.

Mamãe, pare e viva!

“Mamãe, pare. Não há necessidade de se apressar” seria uma das melhores recomendações que seu pequeno daria a você. Pois, apesar de parecer estranho para os adultos, qualquer criança, mesmo com tão pouca idade, tem consciência desse fato tão útil. Viver a vida e aproveitar cada momento. É disso que estamos falando.

viva

Afinal de contas, para quê tanto alvoroço? Não é uma obrigação imposta manter a casa como se fosse uma sala cirúrgica. Não é preciso deixar em ordem as roupas de todos da casa como se fosse uma lavanderia, nem sofrer por cada minuto de vida que se perde com esse trabalho. Você não é única e insubstituível nessas funções como o é para seu próprio filho.

Mamãe, pare: relaxe e prepare uma xícara de chá para você. Tome café da manhã ou da tarde com seu filho. Ria de cada uma das brincadeiras dele. Faça um monte de pipocas e assista um filme com toda sua família. Simplesmente: “Mamãe, pare. Venha passar um pouco de tempo comigo”.

Abrace a vida. Saboreie cada instante especial que a maternidade oferece. Sinta seu cheiro, fique feliz com cada avanço, ria de cada palhaçada e morra de amores por cada detalhe dessa fase. Mamãe, pare e viva sua vida como se fosse o último dia, aproveitando os momentos com seu filho como se não houvesse amanhã.

Mamãe, pare e aproveite comigo

“Mamãe, pare. O que você acha de nos arrumarmos e sair de casa para dar um belo passeio?”. Certamente esse é o desejo de grande parte das crianças que não escolhem ficar entediadas dentro de casa, vendo como suas mães não param de fazer malabarismos entre tantas preocupações e ocupações.

Leve seu filho ao parque, colecionem folhas em formato de coração, procurem segredos entre as nuvens e aproveitem o sol. Simplesmente, conecte-se com seu filho. Sorriam, morram de rir e conversem sobre o que vocês gostam e os deixam felizes. Conversem, inclusive, sobre o que não gostam e o que desperta em vocês os medos mais obscuros.

viva

Mamãe, pare! Você não tem porque ficar tão cansada ou abatida. Sem dúvida, você tem todo o direito do mundo de jogar a toalha quando se sentir esgotada entre tantos deveres. Deite-se com seu filho e separe alguns minutos para você e para essa conexão única que há entre esse pequeno pedaço de vida que é tão seu e você mesma.

Mamãe, viva e aproveite

Jogue-se na cama, aconchegue-se com seu filho e fique aí o tempo que for necessário para juntar todos os seus pedaços e ficar completa novamente. Aqueles pratos sujos podem esperar e não há ninguém controlando a limpeza e a higiene extrema do seu lar.

“Mamãe, pare. Vamos nos divertir e fazer um bolo”. Esqueça tudo e faça atividades com seu filho. Pode ser aquela brincadeira de interpretar personagens que os pequenos gostam tanto quando brincam ao lado do adulto que mais amam e admiram. Desse modo, crie boas lembranças e momentos divertidos que ficarão na memória para sempre.

Sem dúvidas, é muito bonito quando você simplesmente para por alguns instantes e sente tão de perto aquilo que é essencial na vida. Você deve estar disposta a viver e aproveitar todos esses momentos tão preciosos que o fato de ser mãe proporciona.

Mamãe, pare e deixe de lado por alguns instantes aquelas atividades que roubam seu precioso tempo e afastam sua vida. “Mamãe, pare agora enquanto há tempo. Porque nossa infância, mamãe, não pode parar”. Amanhã pode ser muito tarde e você está avisada. Agora você vai parar um pouco?

Recomendados para você