Massagens para aliviar as cólicas infantis: passo a passo

Se o seu bebê sofre de cólicas infantis, vamos contar como aliviá-las fazendo massagem. Leia o passo a passo e aproveite os resultados.
Massagens para aliviar as cólicas infantis: passo a passo

Última atualização: 21 Outubro, 2021

As técnicas de massagens contra as cólicas infantis são simples e podem ser feitas em casa por qualquer mãe ou pai. O alívio que chega através das mãos ajuda o bebê a relaxar. Você quer saber como fazê-las?

O que é a cólica infantil?

Antes de começar, é importante saber diferenciar se seu filho está sofrendo de cólicas infantis ou se apresenta algum outro desconforto. Por exemplo, alguma necessidade não atendida, como fome, sono ou se a fralda precisa ser trocada.

A cólica infantil é definida como crises de choro que duram mais de 3 horas por dia, duram pelo menos 3 dias e persistem por mais de 3 semanas.

Aqui estão algumas características que diferenciam este de outros tipos de choro:

  • Iniciam de forma abrupta e sem causa aparente.
  • O bebê fica tão irritado que é difícil confortá-lo.
  • O tom do seu choro é mais alto e intenso do que o normal.
  • O bebê contrai os músculos com mais intensidade. Por exemplo, cerra os punhos ou leva os braços em direção ao abdômen.
  • Depois de alguns minutos ou horas, o problema se resolve espontaneamente.

Esses episódios ocorrem com mais frequência entre as duas primeiras semanas de vida e os 4 meses de idade, e as razões não estão cientificamente esclarecidas.

Bebê chorando porque tem muito gás.

Como ajudar um bebê com cólicas?

Se seu filho sofre de cólicas infantis, você pode tentar algumas estratégias para ajudá-lo em casa.

É importante que você saiba que durante o momento mais agudo da crise, você deve tentar manter a calma. Os bebês percebem as emoções dos pais com muita clareza e, se você se sentir calma, será mais fácil transmitir esse estado para o seu bebê.

Enquanto chora, seu filho precisa da sua moderação, da sua serenidade e do seu acompanhamento.

Assim que o choro diminuir e o bebê estiver mais receptivo, você pode aplicar algumas massagens em seu abdômen, quadris e pernas. Dessa forma, você o ajuda a eliminar os gases que podem ter entrado em seu intestino durante a crise.

Massagens passo a passo

As massagens para o alívio das cólicas do bebê podem ser aplicadas pela mãe ou pelo pai, começando uma hora após a alimentação. A seguir, detalhamos o passo a passo de como realizá-las:

Prepare o espaço

Encontre um lugar confortável para sentar e deitar o bebê em uma superfície acolchoada. A temperatura do espaço deve ser amena, com luz fraca. Se você gostar, pode colocar uma música relaxante de fundo e um pouco de difusor aromático.

Organize os elementos necessários

Em primeiro lugar, lave as mãos, pois são o principal elemento da massagem. Suas unhas devem estar curtas o suficiente para não machucar o bebê.

Procure um meio de deslizamento, como óleo de amêndoas ou um creme seguro para bebês. Recomenda-se colocar uma toalha ou pano impermeável embaixo a criança, pois ela pode relaxar seus esfíncteres durante a massagem.

Prepare o bebê

Fale com ele, explique o que vocês vão fazer e por quê. Mesmo que ele ainda não esteja se expressando em palavras, seu filho estará mais bem preparado para a experiência se você avisar o que farão. Você também pode pedir a ele permissão para tirar a roupa e a fralda, para começar a transmitir a ideia de respeito pelo seu corpo.

Assim que o seu bebê estiver pronto, coloque-o no seu colo ou na superfície preparada para isso.

Comece com as massagens para cólicas

A sessão de massagem é o momento ideal para desfrutar da conexão e da proximidade com seu filho. É uma forma de acessar a comunicação não verbal, por meio do contato físico.

Para começar, experimente estas técnicas simples para ajudar a aliviar as cólicas:

  1. Comece com uma leve esfregada: o primeiro contato deve ser lento, superficial, semelhante a uma carícia. É a forma de avisar ao corpo do bebê que ele vai receber uma massagem. Com a palma da mão ou dos dedos (se o bebê for muito pequeno), percorra o abdômen do seu filho. Aproveite para passar o óleo ou o creme e gerar mais calor na área.
  2. Em seguida, algumas massagens lineares: trabalhe sobre a superfície delimitada entre as costelas e o púbis do bebê. Com 2 ou 3 dedos você pode deslizar para baixo, alternando entre uma mão e a outra.
  3. Prossiga com massagens circulares ao redor do umbigo: no sentido horário, aplique uma leve pressão enquanto massageia.
  4. Simule um esvaziamento do abdômen: com a palma de uma das mãos, aplique uma leve pressão das costelas em direção ao púbis. Alterne o mesmo movimento com a outra mão.
  5. Mobilize as pernas, simulando o movimento da bicicleta: leve um joelho do bebê ao peito e depois o outro.
  6. Termine com um banho quente: após a massagem, complete o relaxamento com um banho. O simples fato de flutuar na água quente dará ao bebê uma enorme calma.
Mãe fazendo massagem no filho para ajudar o bebê a expelir gases.

Algumas sugestões

Por fim, sugerimos que você verifique sua técnica de amamentação para evitar o acúmulo de gases que podem incomodar seu bebê. Além disso, ofereça contato físico com seu bebê sempre que ele precisar.

Também implemente rotinas familiares, tanto de alimentação, banho e descanso. Isso ajuda o pequeno a se familiarizar com o ritmo da casa e a diminuir seu estado de alerta. Da mesma forma, melhora o seu descanso.

As massagens são muito úteis, mas devem ser praticadas da forma correta: com movimentos delicados, pressões suaves e proporcionais ao tamanho do bebê. Se você não se sentir segura para fazer isso, procure um especialista em massagens, como um fisioterapeuta infantil.

Pode interessar a você...
5 massagens para ajudar contra a prisão de ventre do bebê
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
5 massagens para ajudar contra a prisão de ventre do bebê

A seguir, te recomendamos uma série de massagens contra a prisão de ventre do bebê. Comprovará que solucioná-lo em casa e sem remédios é possível.



  • Sommermeyer H, Krauss H, Chęcińska-Maciejewska Z, Pszczola M, Piątek J. Infantile Colic-The Perspective of German and Polish Pediatricians in 2020. Int J Environ Res Public Health. 2020;17(19):7011. Published 2020 Sep 25. doi:10.3390/ijerph17197011. Disponible en: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7579643/
  • Hernández Hernández A. ¿Qué hacemos con el cólico del lactante? Pediatría Integral 2017, 21(17):20-21. Disponible en: http://pehsu.org/wp/wp-content/uploads/31CongresoSEPEAP.pdf#page=20
  • Castillo Ramírez, Marisol, and Katy Vargas Durán. Efectividad del masaje en el área abdominal para la reducción de los cólicos del lactante. Enfermería Actual de Costa Rica 32 (2017): 79-89. Disponible en: https://www.scielo.sa.cr/scielo.php?pid=S1409-45682017000100079&script=sci_abstract&tlng=es
  • Fustero Albero, Marta, and Ana Carmen Josefina Coarasa Liron De Robles. Masaje abdominal en los cólicos del lactante: Estudio de resultados.
  • Villán Sáenz, Francisco. Tratamiento del cólico del lactante. Terapia manual craneal. 2019.
  • Santivañez Ayala, Yvanna Luz. INTERVENCIONES NO FARMACOLÓGICAS EFICACES PARA EL ALIVIO DEL CÓLICO DEL LACTANTE. 2018.
  • Navarro Cabrera, Candelaria Jacqueline. Eficacia de una intervención educativa para fomentar el método madre canguro en cólico del lactante. 2017.
  • Manteiga Urbón, Jose Luis. Eficacia de las técnicas craneales de fisioterapia manual en el cólico del lactante: un proyecto de investigación. 2019.