Medicamentos que devem ser evitados durante a gravidez

· 10 de novembro de 2018
Medicamentos comuns, como ibuprofeno e omeprazol, podem causar danos ao feto. Por esse motivo, deve-se evitar tomá-los durante a gestação. O mesmo vale para outros medicamentos que descreveremos abaixo.

É importante conhecer quais medicamentos devem ser evitados durante a gravidez e, assim, evitar qualquer dano ao bebê.

A mãe, antes de ingerir qualquer comprimido, deve consultar diretamente seu médico. Isso também deve acontecer durante o estágio de amamentação.

Medicamentos que devem ser evitados durante a gravidez

Um dos fatores que devem ser levados em consideração durante a gravidez é saber o que pode fazer mal ao bebê.

Os remédios que a mãe toma podem ir diretamente para a placenta e causar defeitos congênitos ou outros danos.

O primeiro trimestre é o estágio mais perigoso para consumi-los.

Estes são alguns medicamentos que devem ser evitados durante a gravidez:

1.- Omeprazol

É um protetor gástrico que, por não ser tão forte quanto outros, pode não causar um dano grave no feto. Mas é aconselhável não consumir.

Existem outros antiácidos que podem substituí-lo, mas você deve sempre consultar seu médico antes.

2.- Contraceptivos orais

Essas pílulas aumentam o risco de o bebê sofrer de síndrome de Down e ter alterações nos órgãos genitais e no trato urinário.

Por outro lado, a mãe pode aumentar o risco de câncer vaginal precoce. Tudo vai depender das indicações do clínico geral, mas o mais aconselhável é que você não consuma esse tipo de pílula durante a gravidez.

evitados durante a gravidez

3.- Bicarbonato

O bicarbonato produz um aumento no pH natural do sangue, tanto na mãe quanto no feto. Além disso, a cortisona pode causar uma malformação fetal característica: a fenda palatina.

Portanto, a mãe deve estar muito atenta a qualquer medicação que possa ter esse componente.

3.- Anti-inflamatórios não esteróides

Medicamentos comuns como ibuprofeno, aspirina e naproxeno não são recomendados durante o último trimestre da gravidez, nem durante o processo de amamentação.

Isso porque eles podem alterar o fluxo sanguíneo do feto, inibindo a produção de prostaglandinas que dilatam os vasos sanguíneos.

4.- Secretagogos antidiabéticos

Se a mãe utilizar este tipo de medicamento antes da gravidez, ela deve mudar o tratamento para a insulina. Sempre, é claro, sob as recomendações do seu médico.

Seus componentes podem causar hipoglicemia prolongada e de difícil controle, o que pode causar alterações no sistema nervoso do feto.

“Outro elemento que é preciso evitar na gravidez é o óleo de fígado de bacalhau. Ele pode impedir a absorção adequada de vitaminas e minerais “

5.- Derivados da vitamina A

Outras drogas que devem ser evitadas durante a gravidez são aquelas derivadas da vitamina A.

O etretinato e a isotretinoína, que possuem derivados dessa vitamina, podem causar malformações na cabeça, no coração, no cérebro e na medula espinhal se doses significativas forem consumidas.

6. Imunossupressores

Alguns medicamentos indicados para o câncer podem afetar o sistema imunológico e devem ser evitados durante a gravidez. Por exemplo, aqueles usados para tratar a artrite reumatoide estão incluídos aqui.

Por esta razão, recomenda-se evitá-los. Esses medicamentos podem afetar o crescimento ou a imunidade do feto.

Medicamentos que podem ser consumidos durante a gravidez

Embora tudo deva ser feito de acordo com as recomendações do médico, existem alguns medicamentos que são indicados durante a gravidez, pois não afetam o bebê.

Alguns medicamentos, como o paracetamol e também antibióticos como a amoxicilina, que devem ser prescritos por um médico, podem ser seguros.

evitados durante a gravidez

Por outro lado, os descongestionantes nasais não podem ser tomados por mais de três ou quatro dias.

Como a dor de cabeça é um dos sintomas mais comuns durante a gestação, especialmente durante o primeiro trimestre, o paracetamol é geralmente recomendado para aliviar o desconforto.

Novamente, é preciso reiterar que tanto a aspirina quanto o ibuprofeno devem ser evitados para aliviar o desconforto.

“Para evitar a constipação, recomenda-se beber muita água e fazer uma dieta rica em fibras”

É essencial conhecer os medicamentos que devem ser evitados durante a gravidez. Assim, não correremos o risco de causar algum tipo de dano ao bebê.

Embora outras mães possam ter consumido esses medicamentos durante a gravidez, é importante ter em mente que cada corpo é diferente e que tudo deve ser consultado com o médico para maior segurança.