12 meses, 12 personagens: promover a leitura nas crianças

18 Julho, 2020
A seguir, vamos propor uma ideia para promover a leitura nos pequenos durante um longo tempo.

Com a chegada das novas tecnologias, crianças e jovens têm mais interesse ​​em outros tipos de atividades do que na literatura. É por isso que, atualmente, pais, educadores e profissionais do mundo das bibliotecas se veem obrigados a promover a leitura com inúmeras atividades criativas e engenhosas que chamem a atenção das crianças.

A imensa quantidade de livros de literatura infantil permite o desenvolvimento de inúmeras atividades para promover a leitura, sendo necessário apenas um pouco de imaginação e criatividade.

Por isso, a seguir, vamos mostrar uma ideia que pode ser desenvolvida tanto em casa quanto na sala de aula para trabalhar a literatura durante um ano inteiro e, assim, promover a leitura entre o público infantil.

12 meses, 12 personagens: atividades para promover a leitura nas crianças

Apesar da variedade de atividades que podem ser criadas em torno da literatura infantil e, mais especificamente, para promover a leitura, nem todas chamam a atenção das crianças. Então, você consegue imaginar como seria a possibilidade de ter essa iniciativa resolvida durante um ano inteiro? Com a atividade que vamos propor a seguir, isso será possível.

Primeiros passos: escolha dos personagens

O primeiro passo – que é o que vai pautar a evolução da atividade ao longo do ano – será a escolha dos personagens, isto é, dos livros que serão trabalhados durante os próximos meses.

Conforme afirmamos anteriormente, essa atividade pode ser praticada tanto em casa quanto na escola, porque os títulos podem ser escolhidos tanto pelos pais quanto pelos professores.

promover a leitura nas crianças

A escolha de alguns títulos em vez de outros depende da idade das crianças e de sua velocidade e compreensão da leitura. Lembre-se de que escolher livros para uma única criança não é igual a escolher para uma classe inteira. Nesse último caso, o nível deve ser intermediário para que todos possam acompanhar a atividade.

Por exemplo, para crianças entre três e cinco anos, você pode trabalhar com os seguintes livros:

  • Elmer, o elefante
  • O monstro das cores
  • Da pequena toupeira que queria saber quem tinha feito cocô na cabeça dela
  • Qual o sabor da lua?

Segundo passo: seleção das atividades complementares

Depois de ler esses livros, você pode criar inúmeras atividades: desde a expressão artística através do desenho e da pintura dos personagens, até a criação de um jogo com cartões de memória relacionados a diferentes aspectos dos livros.

Além disso, essa idade também é ideal para promover a contação de histórias, portanto, não haverá melhor maneira de promover a leitura nas crianças do que através da transmissão oral.

Outros tipos de atividades

Com as idades mais avançadas, quando as crianças já têm autonomia para ler por conta própria, as atividades podem ser mais complexas e, ao mesmo tempo, educativas.

Para crianças de oito ou nove anos de idade, uma das atividades destinadas às escolas que as ajudará a melhorar sua expressão oral será a apresentação do livro que leram para os colegas de classe.

Recomendamos a escolha de personagens que sejam protagonistas de vários livros para poder usar vários deles durante o mês em que esse personagem estará junto com os pequenos.

promover a leitura nas crianças

Protagonistas como o Monstro das cores, Pupi, Elmer, Lili, a bruxa ou Harry Potter são algumas das opções que você pode escolher, entre muitas outras.

A atividade final para promover a leitura nas crianças

Conforme dissemos anteriormente, a iniciativa 12 meses, 12 personagens terá a duração de um ano. Até o final desse ano, as crianças terão lido um mínimo de um livro por mês, embora seja necessário tentar, na medida do possível, estimular a leitura de mais livros.

Para que elas vejam todo o progresso relacionado à leitura que obtiveram durante o ano, é possível fazer um pequeno caderno ou dossiê sobre cada um dos livros.

Dependendo da idade, é possível incluir informações sobre o livro, tais como título, autor ou editora, além de outros dados, tais como o tempo que a criança levou para fazer a leitura, a pontuação atribuída ao livro e até mesmo uma ilustração mostrando o que ela mais gostou.

Dessa maneira, a imaginação e a criatividade, assim como a expressão escrita, entram em cena quase sem que isso seja percebido.