O método Ferber para fazer o bebê dormir realmente funciona?

Você já ouviu falar sobre o método Ferber para fazer o bebê dormir? É pouco conhecido, mas em muitas ocasiões pode ser útil. Vamos dar mais detalhes abaixo.
O método Ferber para fazer o bebê dormir realmente funciona?

Última atualização: 10 Junho, 2021

Um dos desafios mais difíceis para os pais é que seus bebês aprendam a dormir “por conta própria”. É provável que em meio ao desespero você tenha tentado aplicar técnicas radicais como o método Ferber. A seguir, vamos analisar se essa estratégia para fazer o bebê dormir realmente funciona.

Basicamente, o método Ferber consiste em ensinar as crianças a dormir sozinhas, criando uma rotina para que adormeçam sem ajuda da mamãe ou do papai.

O método em questão tem gerado grandes polêmicas em todo o mundo, pois aconselha os pais a deixarem os filhos sozinhos no cômodo, independentemente de estarem chorando ou não, por curtos períodos de tempo até adormecerem. Alguns especialistas não consideram isso adequado, enquanto outros discordam. A verdade é que essa é uma decisão de cada família.

Muitos bebês que chegam aos quatro ou cinco meses podem começar a apresentar grandes dificuldades para dormir e começam a chorar desconsoladamente. Como pais, ficamos assustados com essa situação e gostaríamos de ter uma varinha mágica que o acalmasse e o fizesse adormecer com o som do nosso coração. Mas a realidade é diferente e precisa de uma solução.

Alguns pediatras explicam que essa irritabilidade se deve ao fato de que os bebês não reconhecem o sonho e o manifestam como um desconforto corporal. Eles acreditam inclusive que, ao ceder ao cansaço, os pequenos sentem um vazio que os impede de relaxar totalmente.

Existem muitas estratégias que você pode aplicar ao anoitecer para ajudar seu bebê a se sentir mais tranquilo:

  • Relaxamento físico. Dê banho no bebê com água morna e faça uma massagem com óleos naturais.
  • Criação de um ambiente calmo. Evite estímulos visuais e sonoros.

O que é o método Ferber?

 

Richard Ferber foi o fundador e diretor do Centro Pediátrico de Transtornos do Sono do Hospital Infantil de Boston. O pediatra insistia que, para uma criança aprender a dormir, era preciso deixá-la sozinha.

Em seu livro, “Solve Your Child’s Sleep Problems”, ele descreveu claramente seu método, que consiste em deixar os pequenos chorarem quando quiserem dormir. Ou seja, quando já estiverem física e emocionalmente preparados para conciliar o sono.

Chegado esse momento, a mãe ou o pai devem seguir hábitos amorosos e colocar o bebê sozinho na cama acordado, durante períodos que vão aumentando.

E o que você deve fazer se o bebê chorar? Ferber nos diz que devemos deixá-lo sozinho, mesmo que ele esteja manifestando suas emoções. Para algumas pessoas, esse método é um tanto inaceitável. No entanto, para Ferber se trata de uma espera progressiva.

Durante esses períodos, o médico insistia que você não deveria pegar o bebê no colo, para que ele entendesse aos poucos o procedimento. Você pode começar com um período de cinco minutos. Posteriormente, a mãe pode ir aumentando, na medida em que se sentir confortável com essa decisão.

Uma nova visão do método Ferber

 

Bebê bocejando.

Em 2006, foi lançada uma nova edição do texto que Ferber publicou, oferecendo uma visão mais clara do que ele sempre defendeu. Certos especialistas consideraram essa nova edição uma retratação. No entanto, tudo indica que o que ele fez foi esclarecer o que estava tentando dizer.

Quanto a deixar os bebês chorando, o autor explicou que não concordava em deixá-los ficar muito tempo sozinhos, chorando de forma inconsolável. Segundo ele, muitas táticas tentaram evitar o choro desnecessário.

Por outro lado, ele se mostrou menos enfático sobre a ideia de que dormir junto com os pequenos não era positivo. Nessa nova oportunidade, o autor esclareceu que uma criança que dorme com os pais não vai apresentar dificuldades para se reconhecer como indivíduo. Além disso, indicou que a mãe deveria fazer o que a deixasse mais confortável.

Duas décadas depois, ele também se mostrou menos crítico em relação aos cochilos do bebê. Nessa versão atualizada do método, os pais têm a possibilidade de adaptar o método aos seus costumes e necessidades particulares.

Muitas controvérsias geradas em relação a essa estratégia que tenta ajudar a criança a dormir provavelmente se devem à falta de informação. Por outro lado, os promotores do sono sem choro insistem que isso seria prejudicial para o desenvolvimento do pequeno.

A verdade é que a decisão é sua e só você pode ajudar seu filho a entender algo tão natural como o sono. Não fique angustiada: escolha o que você considera melhor para seu bebê e sua família, lembrando-se de que você é o principal suporte para o desenvolvimento do seu pequeno.

Pode interessar a você...
Embriaguez do sono em crianças
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Embriaguez do sono em crianças

A "embriaguez do sono" em crianças é um distúrbio que faz com que elas acordem desorientadas e até mesmo com as suas capacidades mentais diminuídas.



    • Ferber R, Kryger M, eds. (1995). Principles and practice of sleep medicine in the child. Philadelphia: PA Saunders.
    • Ferber R. A. (1985). Solve your child’s sleep problems. New York: Simon & Schuster; p. 55-80.
    • Montserrat Gala, A. M., & Fortes del Valle, M. A. (2013). Aprender a dormir. Pediatría Atención Primaria, 15(60), e145-e155. http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1139-76322013000500004