O método Ramzi para conhecer o sexo do bebê

· 11 de outubro de 2017

Atualmente existem vários métodos para determinar o sexo do bebê antes do nascimento. Esses métodos têm sido fruto dos avanços da ciência e da tecnologia. Alguns dos métodos mais populares hoje em dia são o método Ericsson, o método Ramzi, Shettles, Whelan, a tabela chinesa, a mesa maia, entre outros.

Você está grávida e sente curiosidade em saber qual será o sexo do seu bebê? Não se preocupe, é possível saber essa informação no primeiro ultrassom.

Colocar um nome e um rosto em seu futuro bebê é algo muito especial. Que emoção!

Hoje o método Ramzi foi classificado entre os mais solicitados devido à impaciência dos pais para saber o sexo de seus bebês.

Embora esta técnica não seja cientificamente comprovada, alcançou uma precisão de 97%.

Como é possível ter precisão? Basta prestar atenção na localização da placenta no primeiro ultrassom que a futura mamãe faz durante o período inicial de gestação.

Em grande parte, trata-se de confiar e acreditar ou simplesmente descartar possibilidades.

A partir das 7 semanas é possível observar alguma diferença testicular do bebê. No entanto, até a décima primeira semana de gestação, o crescimento e o desenvolvimento dos genitais externos são idênticos em ambos os sexos. Posteriormente, uma diferença pode ser notada, embora as variações entre pênis e clitóris sejam visualizadas somente após a semana 14ª.

grávida fazendo ultrassom para descobrir o sexo do bebê

Embora os membros comecem a se desenvolver a partir da quarta semana de gestação, o método Ramzi permite que o sexo do bebê seja identificado por meio de estudo por imagens antes das 8 semanas.

Nessa fase inicial geralmente é quase impossível diferenciar os genitais. Por isso o método Ramzi ganhou tanta popularidade ao conseguir identificar o sexo.

Através do ultrassom clássico de 20 semanas de gravidez, com sorte, é possível conhecer o sexo do bebê de forma mais segura.

Como o método Ramzi determina o sexo do bebê?

Durante uma década mais de cinco mil ultrassons passaram pelas mãos do ginecologista Saad Ramzi Ismail, criador desse método. Seu estudo se baseou no trabalho com imagens de gestações iniciais que não são múltiplas.

Como ele conseguiu? Em primeira instância ele analisou cuidadosamente a área ao redor do saco gestacional, onde a placenta começa a crescer.

Através da observação o médico identificou uma coincidência curiosa.

Ramzi seguiu alguns critérios precisos ao longo do estudo, e para chegar à uma conclusão ele usou um doppler de fluxo de cor para ver a sua direção e detectar a localização das vilosidades coriônicas.

Ramzi explicou esse fenômeno surpreendente com a polaridade dos cromossomos. Os cromossomos XX aderem a um lado enquanto os XY a outro. Assim, a membrana do óvulo da mãe tem uma polaridade alternada que aceita ou rejeita o esperma do cromossomo X ou Y, de acordo com seu ciclo de energia.

  • Se no exame a placenta ou as vilosidades coriônicas estiverem à esquerda, o embrião apresenta cromossomos XX, o que significa que é uma menina. Nesse caso a fiabilidade do método é de 97,5%.
  • No ultrassom, quando a placenta ou as vilosidades coriônicas estão à direita, o embrião possui cromossomos XY, ou seja, é um menino. Neste caso, a fiabilidade da técnica é reduzida para 97,2%.
pés de bebês azuis e rosas

Como faço para identificar o sexo do bebê no ultrassom inicial?

Alguns pais erram ao prever o sexo do bebê porque são guiados pelo lugar que o pequeno ocupa. Não se deve se concentrar na localização do bebê, mas onde a placenta se formará. No início os bebês ficam perto da placenta, mas o mais importante é procurar a área onde a placenta vai se desenvolver.

Um fato não menos importante é considerar o tipo de exame que você realizou. Por exemplo, a precisão da localização vai variar se o exame for vaginal ou abdominal. Não perca mais tempo e procure um exame por imagens. Em todo caso, considere os seguintes conselhos:

  • No caso de você ter feito um ultrassom vaginal, se o feto está implantado à esquerda é uma menina, caso contrário, é menino.
  • Se você fez um ultrassom abdominal, os resultados devem ser observados em espelho. Então, se você ver que a placenta está à direita (na verdade, seria à esquerda), prepare-se para receber uma menina. Se a placenta se encontra à esquerda (que seria à direita), vá pensando em como receber o seu menino.

Se você achar difícil interpretar o ultrassom ou encontrar a placenta, não fique na dúvida. Peça ao seu médico para lhe explique onde a placenta se encontra . Porém, a verdade absoluta em relação ao sexo do bebê só aparecerá após 20 semanas.

De qualquer maneira, o método Ramzi é outra alternativa para matar a curiosidade durante essas semanas. Não se esqueça de que não é a única técnica para decifrar o sexo do bebê. Outras maneiras de identificar o sexo do bebê como o formato da barriga, as mudanças físicas, as fórmulas matemáticas dos gráficos chineses ou maias também podem tentar prever isso, algo que lhe tira o sono.