O método de Tracy Hogg para colocar bebês para dormir

Se você deseja treinar seu bebê para dormir, o método de Tracy Hogg pode ajudá-la a conseguir isso de maneira firme, mas respeitosa. Contamos mais abaixo.
O método de Tracy Hogg para colocar bebês para dormir

Última atualização: 17 maio, 2022

Se você tem um bebê em casa, pode sofrer uma grave privação de sono. Isso acontece porque os hábitos de sono dos pequenos são irregulares e muito diferentes dos hábitos dos adultos e, em última análise, prejudicam o bem-estar e o humor dos cuidadores. É por isso que muitos pais desesperados recorrem a métodos de treinamento do sono do bebê para lidar com o cansaço. Hoje vamos falar com você sobre um deles: o método Tracy Hogg.

Hogg era uma enfermeira britânica que foi apelidada de “The Baby Whisperer” por causa de suas habilidades para acalmar os pequenos. Certamente você já ouviu falar do livro The Baby Whisperer Solves All Your Problems mas se ainda não conhece, hoje vamos falar sobre suas principais propostas. Vamos começar?

O Método Tracy Hogg: um equilíbrio saudável entre descanso e respeito

Quando falamos sobre métodos de treinamento do sono infantil, abrimos o leque para posições muito diferentes e até opostas. Alguns dos métodos mais conhecidos são os de Ferber ou Estivill, que defendem deixar a criança chorar por períodos cada vez maiores até que ela se acostume a adormecer sem a necessidade de seus cuidadores.

Outros especialistas, como Rosa Jové ou Carlos González, comprometidos com o apego e a educação respeitosa, sugerem atender sem reservas às necessidades de atenção, conforto e afeto dos bebês. Inclusive (e principalmente) na hora de dormir. No entanto, isso é algo que alguns pais, com seus horários de trabalho extenuantes e a crescente exaustão emocional, são incapazes de sustentar.

Assim, o método de Tracy Hogg é postulado como uma posição intermediária e equilibrada entre os dois polos. Nela, o choro infantil nunca é negligenciado, mas são estabelecidas rotinas e diretrizes firmes a serem seguidas.

Mãe exausta dormindo no berço do filho pequeno acordado à noite.
Os despertares dos bebês durante a noite são frequentes e isso acaba afetando o descanso e o humor dos pais.

Os princípios e elementos do método de Tracy Hogg de colocar bebês para dormir

Recomenda-se que o método não seja implementado antes dos três meses, nem que seja colocado em prática se a criança já estiver dormindo bem. Não há necessidade de modificar o que já funciona.

Agora, se o pequeno tiver problemas para dormir e os pais estiverem exaustos, estas são as sugestões a aplicar.

Estabeleça rotinas para dormir

É necessário estabelecer certos rituais ou rotinas com o bebê antes de dormir, a fim de relaxá-lo, tranquilizá-lo e mostrar para ele que, em seguida, é hora de descansar. Assim, é melhor seguir sempre os mesmos passos: alimentá-lo, banhá-lo, fazer uma massagem, acender uma luz fraca, cantar uma música ou ler uma história.

Esse ritual deve preceder a hora de dormir, tanto à noite como antes das sestas. O objetivo é gerar uma associação entre os fatos e o entendimento do pequeno de quando é hora de dormir. Dessa forma, vamos ajudá-lo a se preparar e antecipar.

Coloque-o na cama com sono, mas não completamente adormecido

Muitos pais e mães afirmam que seus bebês só conseguem adormecer em seu colo e que isso é muito limitante para todos. Por isso, o método Tracy Hogg sugere que o bebê esteja sonolento, mas não totalmente adormecido, quando colocado no berço ou na cama.

Você pode segurá-lo no colo para ajudá-lo a relaxar e adormecer, mas coloque-o para deitar no berço quando ele ainda estiver acordado para que se acostume a adormecer sozinho naquele local.

Assim, durante os despertares noturnos que não requerem alimentação, o pequeno poderá adormecer novamente.

Implemente auxílios para dormir

A maioria dos bebês usa alguma forma de apoio para adormecer, e os pais costumam usá-los quando não sabem mais o que fazer. Nesse sentido, segundo a autora, há alguns que são aceitáveis e outros que devem ser evitados.

Por exemplo, não é conveniente balançar ou sacudir a criança energicamente, pois isso tende a ativá-la mais e é contraproducente. Também não é positivo recorrer a passeios, amamentação ou cantoria no colo até que adormeça, pois assim criamos um hábito agradável, mas dependente, para voltar a dormir.

Por outro lado, a chupeta pode ser usada, desde que os tempos de uso sejam controlados. É natural que os bebês precisem de estimulação oral para se acalmarem e se regularem emocionalmente, e o seio materno costuma ser o elemento mais adequado para isso.

Mas para algumas mulheres é exaustivo, de modo que a chupeta consegue suprir, de alguma forma, essa função. Agora, a ideia é que seja usada apenas por tempo limitado e quando os bebês precisarem se acalmar, não de forma indiscriminada ou sustentada.

Preste atenção ao chamado do bebê

Esse é certamente o ponto mais importante e identificador do método de Tracy Hogg. Nesse caso, ao contrário do método Estivill, os pais têm que confortar o bebê assim que ele os chamar. Nada de deixá-lo chorar sozinho.

Mas se não podemos embalá-lo, passear com ele ou amamentá-lo, como devemos proceder? Seguem as recomendações da autora:

  • Enrole o bebê em um cobertor ou xale, usando a técnica do swaddle ou algo similar. Isso ajuda a que suas extremidades fiquem recolhidas e o corpo do pequeno se aqueça. Além disso, simula a segurança e o conforto do útero.
  • Dê um tapinha nas costas ou no torso do bebê com suavidade e ritmo. Podemos acompanhar esse movimento com verbalizações tranquilizadoras como: “Está tudo bem”, “Estou aqui”, “É hora de dormir”.
  • Uma vez que a criança se acalmar, temos que colocá-la de volta no berço antes que ela adormeça. Se ela voltar a chorar e exigir atenção, temos que repetir o processo: acalmá-la e colocá-la para dormir novamente. Assim damos uma resposta e um conforto, mas não a acostumamos a depender do colo para adormecer.
Mãe deitada em sua cama com bebê no berço ao lado.
Os berços com cama compartilhada favorecem a proximidade dos cuidadores durante a noite e também a possibilidade de escolha de técnicas saudáveis para treinar o sono do bebê.

Recomendações mais recentes

Além do exposto acima, o método sugere algumas dicas para melhorar os hábitos de sono do seu bebê e fazê-lo dormir a noite toda. Por exemplo, tome cuidado para que os cochilos diurnos não sejam muito longos ou muito próximos da hora de dormir.

Por outro lado, o autor recomenda alimentar o pequeno generosamente durante o jantar, para que ele não acorde com fome logo. Além disso, o dream feeding dar uma última mamada duas horas depois que o bebê vai dormir, antes dos pais irem para a cama) pode ser usada para prolongar ainda mais o sono noturno.

Concluindo, o método Tracy Hogg considera as necessidades de crianças e adultos, oferece atenção e respeito aos ritmos da criança e a ensina a estabelecer uma rotina de sono saudável. No entanto, cada família deve tomar suas próprias decisões e escolher as práticas que melhor se alinham aos seus valores e princípios.

Pode interessar a você...
O método Ferber para fazer o bebê dormir realmente funciona?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
O método Ferber para fazer o bebê dormir realmente funciona?

O método Ferber gerou muita controvérsia. Devemos deixar nossos filhos chorando? As mães dizem que não, e o foco mudou em 2006. Saiba mais!