Meu filho quebrou um dente

6 de junho de 2018
Quando uma criança cai, os dentes são fortes candidatos a sofrerem danos. Nesses casos, você não deve entrar em pânico. É uma situação que pode ser solucionada com os passos que vamos apresentar neste artigo.

As crianças são inquietas por natureza. Elas adoram correr, brincar e se mexer constantemente, sempre que têm a oportunidade de fazê-lo. No entanto, esses momentos de diversão nem sempre terminam bem. Se seu filho quebrou um dente, os conselhos a seguir podem ser de muita utilidade.

Um acidente pode provocar a queda de um dente de leite ou um dente permanente. Em qualquer um dos casos, uma consulta com o odontologista será fundamental. Geralmente, os profissionais atendem essas situações com urgência.

Os dentes de leite e sua função

Em geral, esses inconvenientes acontecem com crianças menores de 12 anos de idade. São combinados dois fatores indispensáveis para que isso aconteça: por um lado, os dentes de leite são mais frágeis e, portanto, mais propensos a sofrer danos.

Por outro, as crianças estão em uma fase de desenvolvimento motor. Ainda estão aprendendo habilidades básicas e também incorporam outras mais complexas. Ambas podem levar a quedas e batidas dolorosas, mas próprias da idade.

A queda dos dentes de leite também representa um problema para a saúde bucal da criança. Isso se deve ao fato de que os dentes de leite possibilitam a mastigação dos alimentos até que os permanentes apareçam.

Além disso, é importante que esses dentes fiquem no seu devido lugar até que os novos os substituam. Dessa forma, aumentam as chances de que os dentes permanentes apareçam no lugar e na direção correspondentes.

O que fazer se meu filho quebrar um dente?

Como dissemos anteriormente, se seu filho quebrar um dente é essencial consultar urgentemente o dentista. Isso é necessário inclusive quando o dente parece intacto após uma queda ou uma batida, já que podem existir outros tipos de consequências, tais como:

  • Comprometimento dos nervos, o que pode causar dor e outros incômodos.
  • Necrose, ou seja, a morte dos nervos, que provoca a posterior queda do dente.
  • Problemas nas gengivas, o que pode causar inconvenientes no futuro.
  • Amolecimento do dente, devido à intensidade considerável do impacto sofrido.

Dente quebrado

Por outro lado, se um dente quebrou, seja total ou parcialmente, a metodologia a seguir deve ser:

  1. Encontrar o dente perdido.
  2. Não se deve lavar nem friccionar o dente. Coloque-o em um recipiente com soro fisiológico, leite ou, em última instância, na própria saliva da criança para evitar que se desidrate.
  3. Procurar um dentista de confiança em até duas horas após o impacto que levou à queda do dente.

Nos casos em que a ruptura do dente não seja significativa, o odontologista poderá polir o que restou dele; seja até a espera do dente definitivo ou, no caso de que não seja um dente de leite, de maneira permanente.

Se a ruptura for considerável e afetar um dente permanente, em contrapartida, existem colas especiais que permitem solucionar o problema. Certamente, sua aplicação se restringe exclusivamente ao âmbito profissional.

“É essencial consultar urgentemente o dentista se seu filho tiver quebrado um dente. Isso é necessário inclusive quando o dente parece intacto após uma queda ou uma batida”

Após os cuidados do profissional

Uma vez que a criança tenha passado pela consulta com o dentista, deverá seguir as recomendações estabelecidas. Enquanto isso, você, como mãe, deve prestar atenção a dois possíveis sinais de alerta.

Primeiro, verifique se não há o aparecimento de algum problema nas gengivas. Isso significa prestar atenção ao aparecimento de inflamações ou possíveis machucados.

Por outro lado, você também deverá acompanhar com cuidado o progresso do dente recolocado. Se apresentar coloração cinza ou marrom, você deve procurar imediatamente o dentista. Pois isso pode ser sintoma de uma necrose nesse dente.

O que fazer em caso de batidas fortes

Para além do que possa acontecer com os dentes, as batidas e as quedas podem causar outras consequências nas crianças; principalmente quando atingem a cabeça.

Então, é fundamental ficar atenta em caso de tonturas ou vômitos. Se isso acontecer, os especialistas afirmam que se deve procurar cuidados médicos imediatamente.

Como você pode perceber ao longo de artigo, se seu filho quebrar um dente, o ideal é procurar um profissional. Após o tratamento, devemos ficar atentas ao aparecimento de qualquer sintoma.

Por fim, vale a pena destacar que você não deve se sentir culpada se seu filho quebrar um dente por causa de uma queda. São crianças e essas coisas podem acontecer. Em vez de se culpar, concentre-se em cuidar da situação para que o dente seja recuperado o quanto antes e sem problemas.

Recomendados para você