Minha filha vai casar!

· 15 de outubro de 2018
Sinos de casamento tocam à distância. Nossa filha vai casar! Mas não é preciso entrar em pânico, esta situação pode ser vivida com alegria e entusiasmo.

Quando os pais recebem a notícia de que a filha vai casar, surge imediatamente uma série de emoções que fazem com que o momento seja bonito, mas não mais fácil de “digerir”.

É por isso que é normal que surjam preocupações e que sejam criadas expectativas de todos os tipos.

As memórias passam a toda velocidade pela mente e a jornada de imagens dos momentos vividos toca profundamente.

Em seguida, aparece essa mistura de sentimentos: satisfação, emoção, nervosismo e também tristeza… Nossa filha vai casar! Quando o tempo passou tão rápido?

As mudanças no núcleo familiar envolvem várias preocupações. Pois, ainda que as mudanças sejam para o bem, a princípio elas intimidam.

Isso é algo normal e inevitável. No entanto, pode ser tratado com alegria e entusiasmo se nos concentrarmos em:

  • Ver nossa filha feliz e orgulhosa.
  • Receber os novos membros da família.
  • Ficar felizes por ver como a família cresceu e como é bom ter a oportunidade de socializar com os outros.
vai casar

Minha filha vai casar. Qual é o caminho a seguir?

De agora em diante, o caminho a seguir é basicamente aquele campo de valores que cultivamos em nossa filha desde a mais terna infância.

É agora que ela vai entender o caminho pelo qual vocês já passam com seus altos e baixos, sim, mas sempre com infinito afeto e compreensão.

Um casamento se aproximando é uma oportunidade para aprender (ou reaprender) sobre o amor incondicional e o valor da palavra honesta.

Nessas circunstâncias, todo mundo aprende e isso é motivo de comemoração, pois permite que as diferentes partes compartilhem seus pontos de vista, com otimismo e sabedoria.

Em primeiro lugar, o que os pais devem transmitir aos filhos é a segurança e a confiança em si mesmos. Assim, poderão começar esta nova etapa da vida com o pé direito.

Conselhos para a mãe

Dizer “minha filha vai casar” pode representar para você desde uma alegria a um suspiro agridoce de nostalgia.

O fato de sua filha estar muito focada em seu parceiro e em todo o planejamento do casamento não significa que ela não precisará de seus conselhos.

E, certamente, você vai encontrar um bom momento para lhe dar conselhos sobre a vida de casal. A seguir, te recordamos algumas coisas que você deve ter em mente:

Respeite as decisões do casal

Um dos pontos aos quais você deve dar atenção ou reforçar será: o respeito. Esteja disposta a se afastar quando sua filha e seu marido tomarem decisões.

Pode ser uma questão séria e um tanto difícil, já que, como mãe, você está acostumada a influenciar sua filha.

À medida que vão crescendo, aceitamos que nossos filhos tenham livre-arbítrio. Embora sempre possam contar conosco para os guiar, eles já são capazes de avançar por conta própria.

Com o novo casamento, você sentirá a angústia de querer conduzir certos assuntos dela e isso não está certo.

Então, você deve se armar de paciência e, mesmo que não goste das decisões que eles tomem, você deve respeitá-las.

Lembre-se de que é saudável permitir que as pessoas cometam erros para que aprendam por si mesmas.

Nem sempre podemos evitar ‘o mal’ ou eliminá-lo do caminho para ‘poupar o sofrimento’.

Cultive a paciência

É muito comum sua filha expressar dúvidas sobre aspectos do casamento. Mas você não tem que controlar tudo e saber a solução para cada uma das suas dúvidas.

Deixe sua filha ganhar experiência através do uso pleno de suas faculdades.

Ela pode se enganar em algumas coisas, certamente. Mas você não deve começar a ocupar o espaço que seu futuro marido terá e que já tem pelo compromisso formalizado.

Aja com prudência

Quando você permite que o novo casal tenha espaço para conversar e tomar decisões, você colaborará para criar um ambiente descontraído na aproximação de ambas as famílias.

E, pouco a pouco, você verá como sua filha te pedirá conselhos sobre algumas questões que ela considera não estarem muito claras.

Ser prudente também inclui o fato de saber o que dizer, para quem e em que momento.

Um comentário simples e oportuno sobre um assunto pode ser o suficiente em um determinado momento. Além de não se estender a comentar sobre assuntos que não tenham sido comentados ou solicitados.

vai casar

Permita que todos os membros participem

Ao ouvir, e até mesmo sentir, a expressão “minha filha vai casar”, é normal que você queira se envolver em quase todos os aspectos.

E conforme se aproxima o dia do casamento, talvez você possa estar muito compenetrada nos preparativos: vestido, recepção, e qualquer outro detalhe em que você se sinta confortável e se sinta útil.

Sempre com o consentimento dos noivos, é claro.

Não se esqueça de envolver todos os membros da família, em maior ou menor grau, de modo a não excluir nenhum deles. Principalmente o pai.

O fato de que ambos os pais se apoiem como um verdadeiro matrimônio é um incentivo e um bom exemplo para o feliz casal.

A participação ativa dos membros da família ajudará a criar um ambiente mais alegre, ao mesmo tempo que fortalece os laços afetivos.

Afinal de contas, o casamento é um passo muito importante na vida de qualquer pessoa.

Nossa missão a partir de agora, portanto, será respeitar suas decisões e espaço e nos alegrarmos por ela.