É necessário dar vitaminas para os bebês?

O leite materno é um alimento muito completo do ponto de vista nutricional. No entanto, existem situações em que pode ser necessário suplementar com uma vitamina.
É necessário dar vitaminas para os bebês?

Última atualização: 15 Junho, 2021

Muitas mães se perguntam se é necessário dar um suplemento de vitaminas para os bebês a fim de complementar a dieta. Durante as primeiras fases da vida, a alimentação é exclusivamente baseada no aleitamento materno. Nesse sentido, algumas mulheres podem pensar que essa dieta seria insuficiente em termos de micronutrientes.

No entanto, não podemos desconsiderar que o leite materno é o alimento mais completo para as crianças, possuindo todos os nutrientes necessários para promover o crescimento adequado. Exceto quando há problemas com a amamentação, como no caso de baixa produção de leite, a energia e as substâncias fornecidas são suficientes.

O conteúdo de vitaminas do leite materno

Como regra geral, o leite materno contém todas as vitaminas que a criança necessita para um crescimento adequado. É considerado o alimento mais completo e apropriado, segundo estudo publicado na revista Current Opinion in Pediatrics. Não apenas possui nutrientes, mas também substâncias bioativas que promovem o bom funcionamento do sistema imunológico.

Mãe amamentando seu bebê.

Contudo, é verdade que existe uma vitamina que não está presente nesse alimento, ou pelo menos não em quantidades necessárias para o bebê. Estamos falando da vitamina D, um nutriente que também tem funções hormonais.

A melhor forma de obter a dose adequada de vitamina D é promovendo a exposição ao sol, portanto, é fundamental que os bebês sejam levados para fora de casa com frequência. Por meio da radiação ultravioleta, estimula-se a síntese endógena de vitamina D, o que permite satisfazer as exigências sem problemas.

Porém, não é possível garantir a exposição frequente à luz solar para os bebês em todos os países, principalmente devido às condições climáticas locais. Essa ausência pode condicionar um déficit desse elemento. Para evitar isso, foi proposta a alternativa de suplementação vitamínica.

Suplementos vitamínicos em bebês

De acordo com um estudo publicado na revista Nutrients, a suplementação de vitamina D em crianças pode ser positiva se elas sofrerem de deficiência do nutriente. Essa estratégia nutricional ajuda a prevenir desequilíbrios imunológicos e hormonais, reduzindo assim a incidência de certas patologias complexas.

Contudo, é sempre aconselhável consultar um profissional antes de oferecer suplementos para os bebês. Isso porque nem todos os produtos com vitamina D são adequados para crianças. Além disso, não há necessidade de recorrer a essa estratégia em todos os casos, nem em todas as épocas do ano.

O ideal seria introduzir o suplemento na dieta quando as demandas da radiação solar não puderem ser satisfeitas. E também se houver sinais de raquitismo, já que essa patologia se desenvolve a partir do déficit do nutriente.

Por outro lado, devem ser tomados alguns cuidados com o uso de protetores solares em bebês. Esses produtos bloqueiam quase completamente a produção de vitamina D endógena, devido a uma defesa excessiva contra a radiação solar. Por esse motivo, é importante garantir que o bebê fique exposto à luz por um certo tempo sem protetor, embora seguindo medidas preventivas contra danos à pele.

Dosagem de vitamina D durante a suplementação

Os suplementos de vitamina D geralmente são prescritos para crianças menores de 6 meses que não ficam expostas ao sol por tempo suficiente. Nesses casos, são utilizadas soluções oleosas com um teor de 400 UI do nutriente por dia. Porém, a partir do sexto mês, o esquema posológico pode variar, uma vez que muitos leites em fórmula são enriquecidos com a vitamina.

Mãe dando um passeio com seu bebê no parque.

Também nos casos de bebês prematuros, podem existir necessidades diferentes. Nesse caso, a vitamina será prescrita de acordo com o peso da criança e o tipo de alimento oferecido.

É importante dar vitaminas aos bebês

Como você constatou, a administração de vitamina D em bebês pode ser decisiva para garantir um bom desenvolvimento. É importante consultar primeiro o médico e administrar o nutriente de acordo com a época do ano e a alimentação da criança.

Além desse elemento, não é recomendado suplementar com nenhum outro nutriente durante os primeiros estágios da vida. Pelo menos no caso de bebês que não têm patologias. O leite materno contém todos os nutrientes necessários para atender às necessidades dos mais pequenos.

It might interest you...
Os melhores recipientes para armazenar e conservar o leite materno
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Os melhores recipientes para armazenar e conservar o leite materno

Neste artigo, vamos contar tudo o que você precisa saber para conhecer os melhores recipientes para armazenar e conservar o leite materno.