“Ninguém pode tocar no meu corpo” Como ensinar esta regra para uma criança?

· 28 de março de 2018
Entre os riscos aos quais as crianças estão expostas estão os referentes à sexualidade. Desde pequenas, elas devem aprender a se proteger das situações perigosas.

Geralmente, todos os pais se preocupam com a saúde mental, física e emocional de seus filhos, tratando, assim, de lhes ensinar tudo o que for necessário para prevenir maus momentos em suas vidas. Entre os conhecimentos mais importantes, estão os que se referem à sexualidade, de modo que possam dizer: “Ninguém pode tocar no meu corpo”.

Por que a educação sexual é importante para as crianças?

Atualmente, a educação sexual se tornou um dos temas fundamentais a serem ensinados aos pequenos da casa, começando desde tópicos básicos como:

  • A criação do ser humano.
  • Seu desenvolvimento e as mudanças hormonais.
  • Os métodos anticoncepcionais.
  • A reprodução.

Esta educação não tem uma data limite preestabelecida. Ainda que não seja recomendável iniciá-la depois que a criança já tiver começado a explorar sua sexualidade, deve ser ensinada da forma mais oportuna na época correta.

A verdadeira necessidade de informar às crianças sobre estes temas vai mais além de prepará-las corretamente para o futuro. É necessário que elas possuam o conhecimento para prevenir qualquer tipo de abuso sexual infantil.

Ainda que todos os pais queiram que seus filhos possam crescer e se desenvolver da forma mais saudável e íntegra, é fundamental que tenham certeza de que seu pequeno saberá se proteger.

As crianças devem aprender a dizer “Ninguém pode tocar no meu corpo”, diferenciando assim entre os diferentes tipos de toque e aproximações permitidas e não permitidas.

Como ensinar uma criança a dizer: Ninguém pode tocar no meu corpo

Devemos ensinar as crianças a dizer: ninguém pode tocar no meu corpo.

 Como ensinar uma criança a dizer “Ninguém pode tocar no meu corpo”?

Na hora de falar sobre sexualidade com uma criança, é importante demonstrar com extrema clareza o quão grave e perigoso poderia ser se ela se tornar mais uma das vítimas do abuso sexual infantil.

Também é necessário lhes ensinar que em uma situação que pareça se encaminhar como abuso sexual infantil, esta deve ser comunicada imediatamente aos adultos.

A melhor maneira de ensinar uma criança pequena a diferenciar corretamente uma situação ameaçadora é através do ensino de conceitos como:

As partes íntimas e privadas do corpo

É importante explicar para as crianças que suas partes íntimas não devem ser tocadas por ninguém além delas mesmas; e que, se alguém fizer isso, devem informar a uma pessoa de confiança.

As partes íntimas com as quais se deve prestar maior atenção são:

  • O aparelho reprodutor, seja ele pênis ou vagina.
  • Os glúteos.
  • A virilha.
  • O peito.
  • Os lábios.

Da mesma forma, é preciso que elas entendam que não devem tocar no corpo de outra pessoa, ou seja, devem entender o conceito de intimidade.

“Ninguém pode tocar no meu corpo”

As crianças devem saber desde pequenas que seus corpos não pertencem a ninguém mais além delas mesmas; e, por esta razão, que ninguém tem o direito de tocar nessas partes, e menos ainda usando justificativas como amor e carinho, especialmente se vierem da parte de uma pessoa desconhecida.

Os adultos não pedem ajuda para as crianças, muito menos os desconhecidos

Cada pai deve ensinar ao seu filho que não se deve se aproximar de nenhum adulto desconhecido sob nenhuma circunstância; menos ainda se este pedir ajuda, não importando o lugar onde estiver nem a situação que esteja acontecendo.

É vital que a criança aprenda que a única resposta a estas situações é um “não” definitivo; sem importar o quanto o adulto pareça bom ou amável. O conceito chave é o de que os adultos não pedem ajuda para as crianças, ainda menos para crianças que não conhecem.

ensinar seu filho a não se aproximar de nenhum adulto desconhecido

A educação das crianças deve começar no seio familiar.

Então, em quem elas devem confiar?

Visto que as crianças têm uma imaginação extremamente incrível, é importante conversar com elas; também é útil formular uma lista que contenha os nomes das pessoas mais confiáveis. Do contrário, elas poderiam se machucar ou sofrer acidentes por confiar em pessoas que não devem.

Incentivar a comunicação

Por fim, o ponto mais importante que se deve deixar claro e manter ao longo de sua vida é o da comunicação. As crianças devem se sentir livres para poder compartilhar tudo o que acontecer em suas vidas, sem ter nenhum segredo com as pessoas com quem convivem.

Isso também é válido para aquelas situações que as façam se sentir incomodadas; elas devem ter a capacidade de conversar sobre qualquer coisa com as pessoas de sua confiança.