9 técnicas para ensinar as crianças a lidar com a frustração

Lidar com a frustração pode ser difícil para qualquer pessoa. No entanto, aprender a lidar com esse aspecto corretamente deve ser um objetivo fundamental ao longo da educação dos pequenos. Aqui daremos algumas recomendações.
9 técnicas para ensinar as crianças a lidar com a frustração

Última atualização: 07 Junho, 2021

Todos nós, em algum momento de nossas vidas, nos sentimos frustrados porque as coisas não saíram como queríamos. Isso também acontece com crianças. Mas, ao contrário dos adultos, elas têm dificuldade de controlar a reação que é desencadeada quando algo não sai da maneira que desejam. No entanto, existem técnicas ensinar as crianças a lidar com a frustração.

Devemos distinguir intolerância à frustração de uma resposta normal para uma criança que perdeu um jogo ou cujos pais não compraram o que ela queria, etc. Se ela apenas expressa desconforto, se sua reação não é desproporcional e se ela fica desanimada, isso é normal. O que não é normal são os acessos de raiva, os gritos, os insultos, a irritação extrema, enfim, respostas de agressividade.

O fato de as crianças terem baixa tolerância à frustração pode se dever a várias causas: baixa autoestima, não saber aceitar fracassos, ser excessivamente mimadas e superprotegidas, etc.

 

Aprenda a ensinar as crianças a lidar com a frustração.

Além disso, a superproteção é uma das principais causas de uma criança ter baixa tolerância à frustração.

É importante que desde cedo elas entendam que nem sempre se consegue o que se quer e que não ganhamos em tudo todas as vezes. Isso as ajudará a enfrentar situações adversas no futuro, porque nem tudo será sinônimo de sucesso, também haverá os fracassos.

Nós, adultos, somos capazes de controlar nossa reação, mas isso é mais difícil para as crianças. Portanto, nosso trabalho como pais é ensiná-las a conseguir fazer isso.

A seguir, vamos analisar uma série de técnicas para ensinar as crianças a lidar com a frustração.

Técnicas para ajudar as crianças a lidar com a frustração

Evitar a superproteção e o excesso de permissividade

A superproteção impede que as crianças enfrentem o fracasso. Evitamos que isso aconteça dando a elas tudo pronto, ajudando-as a fazer tudo, evitando problemas, etc. A permissividade torna as crianças incapazes de lidar com os problemas, pois elas sempre conseguem o que desejam.

Dar o exemplo

A atitude positiva com que os pais enfrentam um fracasso ou situação difícil servirá de exemplo para que as crianças aprendam a resolver seus próprios problemas.

Deixar a frustração seguir seu curso

Quando seu filho ficar com raiva, gritar ou chutar, não responda imediatamente satisfazendo suas exigências. Dessa forma, ele aprenderá a aceitar que nem sempre está certo e terá que encontrar uma solução adequada para situações difíceis.

Evitar encarar os fracassos como algo negativo

Explique que na vida haverá momentos de sucesso e outros de fracasso. Os fracassos são aprendizados, ou seja, nos ajudam a melhorar e nos proporcionam a possibilidade de crescer também como pessoas. O importante é perceber onde erramos e como podemos consertar nosso erro para evitar que aconteça novamente.

 

Como lidar com a frustração nos estudos.

Educar com base no esforço

As crianças devem ser ensinadas sobre a importância de se esforçar em tudo o que fazem. Tudo é alcançado com base no esforço. E será esse pensamento que vai ajudá-las em muitos momentos a lidar com seus fracassos.

Estabelecer metas razoáveis

É necessário definir metas realistas, adequadas à idade e à maturidade da criança. Dessa forma, ela terá mais tolerância à frustração. Se as metas não forem adequadas para sua idade, ela não conseguirá cumpri-las e fracassará, aumentando seu desconforto pessoal.

Ensinar a ser persistente

É essencial superar situações difíceis. Se a criança aprender a ser consistente em tudo que faz, ela será capaz de resolver muitos dos problemas que surgirem em seu caminho e será capaz de lidar com a frustração.

Reforçar quando a reação for adequada em uma situação difícil

Diante de uma situação complicada, se a criança demorar a reagir com sua reação agressiva usual, devemos sempre elogiá-la.

Promover a independência

Fazer isso a partir do momento em que a criança deixa de ser bebê (2, 3, 4 anos) ajuda a adquirir certo grau de autonomia. Ou seja, são as próprias crianças que querem fazer as coisas, comer, se vestir, etc. Estimule essa autonomia ao deixá-las fazer as tarefas sozinhas, assim elas ganharão ferramentas para tolerar a frustração.

A frustração é um traço característico do ser humano. Se nós, pais, insistirmos em evitá-lo, estaremos condenando nossos filhos à infelicidade. Tolerar a frustração implica ser capaz de lidar com os problemas que encontramos ao longo da vida. Se a todo momento tentarmos agradar aos nossos filhos para evitar que eles fiquem frustrados, a única coisa que estaremos fazendo é impedindo o seu desenvolvimento como pessoa.

Lembre-se sempre de que uma pessoa feliz não é aquela que nunca comete erros ou que tem tudo o que deseja. Uma pessoa feliz é aquela que enfrenta seus erros e aprende com eles.

Pode interessar a você...
A relação entre frustração e maternidade
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
A relação entre frustração e maternidade

Como mulheres, as expectativas em nossa vida são sempre muito altas. Veja como funciona a relação entre frustração e maternidade.