Como nutrir o talento artístico do seu filho em idade pré-escolar

07 Janeiro, 2020
Para os pais, é importante investigar para descobrir e promover o talento dos seus filhos. A idade pré-escolar é um bom momento para começar a encontrar as suas habilidades.

Se focarmos na arte para as crianças em idade pré-escolar, veremos que o desenho é uma das primeiras maneiras pelas quais elas aprendem a expressar a sua criatividade. O desenho as ajuda no desenvolvimento emocional, cognitivo e social. Além disso, também é uma maneira de se comunicar. É possível nutrir o talento artístico do seu filho em idade pré-escolar.

O desenho espontâneo em idade pré-escolar possibilita que as crianças expressem ideias sobre o que está ao seu redor e sobre os outros. Por isso, devemos incentivá-las a desenvolver esse talento. A seguir, vamos ver algumas dicas sobre como nutrir o talento artístico do seu filho em idade pré-escolar.

Como nutrir o talento artístico do seu filho em idade pré-escolar

Se você quer que ele faça, faça você também

Como nutrir o talento artístico do seu filho em idade pré-escolar

É necessário lembrar que os pais são o primeiro modelo dos filhos. Eles são o seu melhor exemplo. Portanto, se quiserem que a criança desenvolva o seu talento artístico, começando pelo desenho, os pais devem ser os primeiros a ousar pegar papel e pincel (ou lápis).

É importante se comunicar com a criança, para que ela entenda o que estamos fazendo quando estivermos desenhando. Muito em breve ela tentará fazer o mesmo, imitando o seu modelo.

É importante trabalhar nas coisas boas que somos capazes de fazer. Assim, nunca devemos dizer que a nossa arte não é boa, mas sim valorizar a parte positiva do que desenhamos e do que ela desenhar.

Se a criança observar que estamos seguros com o nosso trabalho, ela também se sentirá segura com o dela. Não se trata de sermos artistas, mas sim de despertar o interesse da criança e incentivá-la a se expressar.

Explore técnicas para nutrir o talento artístico do seu filho

Quando estivermos acostumados a pintar, colorir, desenhar, tentaremos encontrar novas técnicas. A ideia é pesquisar para não fazer a mesma coisa sempre. Assim, não se limite a pintar com guache, lápis ou giz de cera. Podemos usar outros elementos, tais como giz, canetas ou até mesmo pintura a dedo.

É necessário saber como dar à criança a capacidade de escolha, ajudando com os seus experimentos. Fornecer esse espaço para criar livremente será uma maneira de nutrir o talento artístico do seu filho em idade pré-escolar.

Converse com a criança

Uma maneira certeira de encorajar a criança a começar a desenhar é se interessar pelo que ela desenha. Podemos encorajá-la a melhorar, mas é suficiente sempre dizer coisas como “que lindo!” quando ela pintar.

Idealmente, comente sobre cada criação em detalhes, fale sobre as cores, as suas possibilidades e sobre cada área do desenho criado.

Sentar em um lugar e desenhar em um papel pode nem sempre parecer o que há de mais divertido para a criança. Nesse caso, uma opção é propor novas ideias para ela. É melhor perguntar pelo que ela se interessa e do que ela gosta. Para isso, o melhor a fazer é perguntar e ouvir. A comunicação é essencial.

Como nutrir o talento artístico do seu filho em idade pré-escolar

Leve a idade em consideração

É essencial que, como pais, vocês entendam a forma de arte (desenho) que a criança executará de acordo com a sua idade. Existem fases claramente distintas no desenvolvimento de uma criança no que diz respeito ao desenho.

Primeiramente, quando forem menores, elas começarão a rabiscar. Então, isso vai evoluir, e elas tentarão pintar coisas mais realistas. Por volta dos três anos, elas começam a juntar as linhas. Entre os três e os quatro anos, elas tentam criar imagens realistas. Há um progresso natural e é importante que os pais estejam conscientes disso.

Cultive a paciência

Quando as crianças são muito pequenas, a sua capacidade de atenção é limitada. Portanto, é necessário ser paciente com elas e não pressioná-las para pintar ou colorir. Nesse sentido, é sempre melhor dar um papel em branco e lápis de cor e deixá-las fazer o que quiserem do que, por exemplo, comprar um livro para colorir.

Se em algum momento ela não sentir vontade de desenhar, não há nenhum problema. Podemos deixar para outro dia quando ela sentir mais vontade. É muito importante que a arte nasça da vontade da criança.

Por fim, lembre-se de que talento artístico não significa maravilha ou perfeição. O mais importante é que ela aproveite, faça algo divertido e desenvolva a sua criatividade.

  • Karnes, Merle B., y Angela R. Taylor. Preschool Talent Assessment Guide. (1978).
  • Jin, Suk-un, y John F. Feldhusen. Parent identification of the talents of gifted students. Gifted Education International. (2000).