O amor de uma mãe é único

· 13 de novembro de 2018
Alguma vez você já se perguntou como as mães podem sentir algo tão intenso por seus filhos? É um sentimento tão puro e natural que muitas vezes foge de nossa própria compreensão.

Quando somos crianças, muitas vezes é difícil entender o amor tão grande que nossas mães sentem por nós. É um sentimento que simplesmente parece natural para nós, mas nós não entendemos.

À medida que crescemos, percebemos que o amor de uma mãe é único. Pois é capaz de superar qualquer outro sentimento no mundo.

Esse entendimento vem em algum momento de nossas vidas, especialmente se somos mulheres e temos a sorte de nos tornarmos mães.

Nesse momento, percebemos que não há nada no mundo como o amor de uma mãe. Assim, começamos a entender como nossas próprias mães viveram todo esse tempo.

O amor de uma mãe é único e nunca esquece

Até sermos mães, não acreditamos em muitas coisas. Por exemplo, nos parece impossível que elas sempre possam se lembrar de tantas coisas de nossas vidas ou da vida de nossos irmãos.

No entanto, mais tarde percebemos que é real. Parece que, no momento do nascimento dos filhos, é incorporado em cada mãe um dispositivo que lhes permite armazenar e lembrar de cada uma das coisas que vão acontecendo em suas vidas.

Da mesma forma, cada mãe é única e incomparável. O amor de uma mãe por seus filhos sempre será o mesmo. Tão forte e tão grande que ela é capaz de superar todos os obstáculos que possam surgir para ver seus filhos felizes.

Embora muitas vezes gritem, briguem e repreendam muito, não há ninguém no mundo que possa nos amar como a mulher que nos deu a vida.

o amor de uma mãe

Amor à primeira vista

Quando você se torna mãe, percebe que o amor à primeira vista existe. Mesmo antes de ter seu filho com você, você será capaz de amá-lo mais do que qualquer outra pessoa no mundo.

É um sentimento que nasce de maneira instantânea, quase como se ativassem um interruptor em sua alma e jamais o desativassem.

Porque, além de ser único, o amor de uma mãe é por toda a eternidade. Trata-se de uma conexão perfeita que nunca poderá ser desfeita.

É neste momento de nossas vidas que percebemos que seríamos capazes de dar nossas vidas por nossos filhos se fosse preciso.

“O amor da mãe significa felicidade e paz. Não é preciso conquistá-lo ou merecê-lo”
-Erich Fromm-

O amor de uma mãe é incondicional

Toda mãe é capaz de oferecer amor aos seus filhos. Não importa como sejam, nem as condições pelas quais tenham que passar.

Não é necessário que as crianças conquistem o amor da mãe. Isso é algo que ocorre naturalmente.

Além disso, enquanto o número de filhos aumenta, o amor também aumenta. É assim que acontece para que todos possam sentir essa segurança que ela oferece.

Um dos maiores receios de uma mulher quando vai ser mãe é que ela não sabe se poderá sentir esse amor de mãe.

No entanto, é algo tão natural que o bebê, mesmo quando ainda está dentro da barriga, começa a mostrar para as mães que não é possível amar ninguém da mesma maneira ou com a mesma intensidade.

A criança começa a ocupar espaços totalmente desconhecidos pela mulher. Assim, ela percebe que não há necessidade de aprender a amar e cuidar de um filho.

A natureza nos mostra que ser mãe é um pacote instintivo e completo. Simplesmente, temos que aprender a aproveitar.

o amor de uma mãe

Fonte inesgotável de segurança

A segurança que a mãe transmite é considerada um mecanismo biológico e vital para que os bebês sobrevivam a esse novo mundo.

Como nascem tão indefesos que não conseguem viver se não receberem segurança e comida, isso vem diretamente da mãe.

Está provado que não apenas o seu corpo, mas também o seu cérebro muda quando você se torna mãe.

Isso ocorre com você em benefício da proteção e do cuidado de seus filhos, assim como com qualquer mãe da espécie animal.

Estamos diante de um amor sem condições, que aumenta a cada dia. Assim é o amor de uma mãe. Coisa que devemos valorizar e ensinar todos a valorizar.

Não importa como agimos. Nossas mães sempre nos amam mais do que podem amar a si mesmas.

Certamente, é algo tão único, puro e natural que só se pode sentir e se permitir levar para saber o que significa amar e ser verdadeiramente amado.