O exame de glicemia durante a gravidez

22 de junho de 2018
Neste artigo, vamos contar tudo o que você precisa saber sobre os exames de glicemia durante a gravidez. Por que são necessários? Como são feitos esses exames? Quem tem mais chances de ter diabetes gestacional? O que fazer se o exame der positivo?

O exame de glicemia durante a gravidez é um exame de rotina que as mulheres grávidas devem fazer quando estão entre as semanas 24 e 28 de gestação. Seu objetivo é descartar a patologia chamada diabetes gestacional.

A diabetes gestacional, que é o alto nível de açúcar no sangue, costuma afetar uma baixa porcentagem das mulheres. No geral, não mais do que 5% das grávidas. No entanto, tem maior incidência em mulheres latino-americanas, afrodescendentes, norte-americanas, asiáticas ou mulheres que estão com sobrepeso ou que mantêm maus hábitos alimentares.

Mas você não precisa ficar assustada. Como mencionamos anteriormente, é um exame de rotina e sua realização não causa maiores incômodos. A seguir, vamos falar sobre como é feito o exame e, inclusive, dar algumas recomendações caso o resultado seja positivo.

O exame de glicemia durante a gravidez

Por que é preciso realizar o exame de glicemia durante a gravidez?

O motivo pelo qual os especialistas indicam que as mulheres gestantes devem realizar o exame de glicemia durante a gravidez é porque as alterações no pâncreas durante esse período são assintomáticas.

Isso significa que a mãe não sente nenhum incômodo específico relacionado aos níveis de insulina no sangue. Portanto, a única forma de determinar se a mulher está desenvolvendo ou já apresenta diabetes gestacional é por meio desse exame.

Quais são os parâmetros que determinam se os valores glicêmicos estão elevados?

Pois bem, os parâmetros que estabelecem se uma gestante efetivamente apresenta níveis anormais de glicose no sangue variam de acordo com os critérios do médico. No entanto, basicamente, partem das seguintes orientações:

  • Se no exame de sangue a mulher apresentar níveis de glicose próximos a 140 mg/dL, o médico vai considerar esses valores elevados. Depois desse primeiro teste, provavelmente, o profissional vai pedir a realização de um segundo exame.
  • O segundo exame, direcionado a mães que apresentaram valores iguais ou maiores que 140 ml/dL, consiste em tomar um líquido em jejum que será administrado pelo médico ou diretamente no laboratório onde o exame será realizado. Se o resultado for maior do que 200 mg/dL, pode-se concluir, efetivamente, que a paciente está com diabetes gestacional.

 exame de glicemia

Como o exame é realizado?

Para realizar esse exame, a mãe não precisa passar por nenhuma preparação especial. Pelo contrário, antes de ir ao laboratório colher a amostra de sangue, pede-se que a mulher se alimente como de costume por pelo menos uma semana. Isso vai garantir que o exame reflita dados mais exatos.

Existem dois tipos de testes relacionados ao exame de glicemia durante a gravidez. No primeiro, a mãe deverá tomar uma bebida que contém glicose; depois de uma hora, colhe-se uma amostra de sangue para verificar como o pâncreas processou a ingestão da bebida doce.

Se os valores dessa primeira amostra forem elevados, então será agendada outra data para realizar um segundo exame em jejum. Nesse próximo exame, após ingerir a bebida açucarada, são colhidas pelo menos duas amostras em um intervalo de três horas.

“O motivo pelo qual os especialistas pedem a realização desse exame durante a gravidez é porque as alterações no pâncreas durante esse período são assintomáticas”

Possíveis desconfortos durante a realização do exame

Na maioria dos casos, as pacientes não sentem nenhum tipo de mal-estar ao realizar o exame de glicemia durante a gravidez. Apenas porcentagens muito baixas podem sentir náuseas e algumas mulheres podem chegar a vomitar; principalmente nos casos em que se realiza o exame de descarte, já que devem ingerir quantidades maiores de glicose.

exame de glicemia

Informações gerais sobre a diabetes gestacional

Após realizar os exames, se ficar comprovado que você efetivamente está com diabetes gestacional, não há motivos para pânico. Essa doença, em quase todos os casos, se mantém somente até o final da gravidez.

Mas isso não significa que não deva ser tratada. Portanto, você vai receber um cardápio especial elaborado pelo seu médico ou nutricionista.

É importante seguir atentamente as indicações fornecidas pelo bem da saúde do feto. Além disso, também foi comprovado que mulheres que apresentam diabetes gestacional e não mudam seu estilo de alimentação correm o risco de continuar com a doença após a gravidez.

Em resumo, o exame de glicemia durante a gravidez é apenas um exame de rotina para confirmar o bom estado da sua saúde durante a gestação. Para finalizar, não se esqueça de que a alimentação é o segredo para uma boa saúde no geral. 

Recomendados para você