O longo caminho da conciliação familiar

· 29 de dezembro de 2017

Ainda que a conciliação familiar seja um direito, tanto para os adultos como também para as crianças, ainda há muitos aspectos para se melhorar.

Trabalhar e poder ter uma vida familiar ativa nem sempre é fácil. E quando se trata de conciliação familiar, temos um longo caminho a percorrer. Veremos abaixo como estão as circunstâncias nos dias de hoje e como solucionar este complexo mas importante tema.

A conciliação familiar é possível?

Ainda que a conciliação familiar seja um direito tanto para os adultos como para as crianças, falta muito para melhorarmos nesse aspecto. Existem pessoas que trabalham como autônomos ou tem flexibilidade de horários. Porém, na verdade sabemos que na maioria dos casos não é assim.

Se nos perguntarmos o que pode ser feito, veremos que falta muito por fazer. Uma das soluções seria a distribuição de horas, mas isso não é tão facilmente realizável. O mais comum é que os pais passem boa parte do dia fora de casa. E que, por esse motivo, as crianças tomem o café da manhã, o almoço e seu lanche na escola ou passem o tempo em atividades extracurriculares. Uma situação que faz com que ao chegar em casa não tenham tempo para mais nada.

La educación positiva beneficia a toda la familia.

São muitos os pais que não têm mais tempo para oferecer a seus filhos nem, consequentemente, para cobrir as necessidades afetivas e sociais. Porém é preciso ter consciência das consequências negativas que isso pode acarretar. E essas consequências não só podem ser notadas no ambiente doméstico como também no desenvolvimento das crianças.

Devemos estar conscientes de que as crianças necessitam passar um  tempo com sua família. Assim, poderão crescer em um ambiente saudável e feliz. Está provado que, se elas tiverem uma relação forte e saudável com seus pais, serão mais felizes. É fundamental para o desenvolvimento da criança que ela tenha pontos de referência estáveis na vida.

O que podemos fazer?

Diante da pergunta acima, a verdade é que se não temos meios ou tempo suficiente para passar com nossos filhos, não haverá uma interação constante que seja capaz de garantir o bem-estar dos mesmos. Por isso existem uma série de aspectos que poderíamos enumerar para tentar encontrar uma solução.

1.- Licenças

O primeiro deles seria fazer uso das licenças de maternidade e paternidade mais longas. Muitos países na Europa já oferecem essa possibilidade.

2.- Vantagens do trabalho como autônomo

Seguindo a mesma linha de raciocínio, existe a possibilidade de trabalhar na modalidade de autônomo. Por de ter certa flexibilidade de horários no trabalho.

É importante entender que a conciliação familiar e laboral têm que ser vista como uma necessidade. Por esse motivo os governos devem vê-la como uma ferramenta de proteção das famílias. Principalmente para as crianças, o que acaba sendo um verdadeiro investimento para a sociedade no geral.

Las madres emprendedoras se enfrentan a los retos más grandes.

Falta um longo caminho a percorrer

É fundamental incentivar uma série de medidas pensadas para a conciliação familiar. Desse modo as famílias se transformariam nas verdadeiras protagonistas da educação de seus filhos. Algo que é fundamental, especialmente durante os primeiros anos de vida.

Dentre estas medidas, também estaria o estabelecimento de determinadas auxílios públicos para os pais. Entre essas ajudas, seriam importantes as subvenções para as creches ou centros de acompanhamento a famílias, entre outros.

Em qualquer caso, enquanto não chegam essas ajudas e medidas, se é que elas chegarão, é necessário que você arrume algum tempo extra. Para isso, você precisará saber discernir entre o que é imprescindível e o que não é. Quer dizer, ver quais são suas tarefas prioritárias, as que você deve fazer de maneira obrigatória.

Não se esqueça de que você pode delegar certas tarefas para que conciliar sua vida profissional e pessoal seja algo más fácil. E quem sabe pedir, ajudar ou delegar, seja um grande passo. Em muitas ocasiões queremos abraçar tudo, porém isso é impossível. Pedir ajuda significará um alívio porque assim você terá esse tempo tão precioso para sua família e para você. Além disso, ajudará a eliminar certo sentimento de culpa e te encherá de felicidade, o que permitirá que você reduza o estresse e seus níveis de ansiedade.