O que causa a ausência de menstruação?

22 Abril, 2019
A ausência de menstruação durante um ciclo não é uma consequência exclusiva da gravidez. Estresse, alterações físicas ou certas patologias também podem ser os responsáveis.

A ausência de menstruação, ou amenorreia, de acordo com o seu nome técnico, é definida como uma interrupção nos ciclos menstruais das mulheres que ainda estão em idade fértil.

A principal razão associada a essa condição é, sem dúvida, a gravidez e a amamentação, mas também há outros motivos que a causam e dos quais muitas vezes não se fala.

A amenorreia não deve ser tomada apenas como uma supressão do sangramento, porque existem vários sintomas que são registrados juntamente com essa condição. Exemplos deles são a acne, as dores de cabeça ou as alterações no peso.

Embora a ausência de menstruação não seja considerada um problema de saúde grave, ela deve sim ter acompanhamento ginecológico.

O que causa a ausência de menstruação?

Ter a menstruação é um processo natural do ciclo reprodutivo da mulher. Isso ocorre quando o endométrio descama devido à não fertilização do óvulo. Quando isso ocorre, o sangue e os vestígios de tecido são expelidos de dentro do útero, deslizando pela vagina até chegar ao lado de fora.

Existem três razões pelas quais a ausência de menstruação pode ocorrer: por razões fisiológicas, anatômicas e patológicas. Em primeiro lugar, as falhas fisiológicas são entendidas como produto de gravidez, lactação ou menopausa.

Por outro lado, as causas anatômicas têm a ver com deformidades genéticas ou adquiridas, tais como agenesia vaginal, hímen imperfurado ou alterações cromossômicas, entre outras.

Por fim, a razão patológica é ainda mais comum do que a amenorreia devido à gravidez ou lactação. As principais causas desta ausência de sangramento são as seguintes:

Causas patológicas da ausência de menstruação

Síndrome do ovário policístico

Essa patologia, que afeta o sistema endócrino, é uma das causas pelas quais as mulheres podem apresentar ausência de menstruação. Ocorre devido ao aparecimento de múltiplos cistos e altos níveis de andrógenos.

Síndrome do ovário policístico

Alterações na hipófise

As alterações na hipófise, como tumores benignos, por exemplo, causam amenorreia ou alterações no fluxo do sangramento.

Problemas no hipotálamo

Os problemas no hipotálamo são aqueles que estão ligados aos níveis de estrogênio e progestógenos. Nessa região, ocorrem as alterações que mais comumente se relacionam a estresse, mudanças na dieta ou exercícios extremos.

No entanto, elas não são as únicas condições possíveis; a amenorreia devido a problemas com o hipotálamo também ocorre como resultado de:

  • Hidrocefalias
  • Meningite
  • Hemorragias durante o parto
  • Aneurismas

Com relação aos problemas mais comuns que produzem a ausência de menstruação ligada ao hipotálamo, temos:

  • Estresse: quando uma mulher vive situações de angústia, dor ou alto grau de estresse, seus níveis de CRH aumentam; isso impede o aparecimento das chamadas gonadotrofinas, que se traduz como uma alteração que impede que o ciclo menstrual chegue a termo.
  • Mudanças na dieta: tanto a obesidade quanto a desnutrição geram mudanças hormonais tão radicais que levam à ausência de menstruação.
  • Exercício extremo: causa atrasos menstruais porque a prolactina, a testosterona e o hormônio do crescimento são alterados.

Administração de pílulas anticoncepcionais

Por um lado, as mulheres que tomam a chamada pílula do dia seguinte apresentam mudanças nos seus ciclos menstruais que podem prevalecer por dois ou três meses.

Além disso, o mesmo acontece com os contraceptivos implantados; uma vez que eles são removidos do corpo, leva um tempo para recuperar o seu estado regular.

Consumo de antiácidos

Foi demonstrado que as mulheres que consomem antiácidos frequentemente ou por um período prolongado, com o objetivo de proteger as mucosas do estômago, apresentam amenorreia temporária.

“Embora a ausência de menstruação não seja considerada um problema de saúde grave, ela deve sim ser acompanhada pelo ginecologista”

Infecções vaginais

As infecções vaginais causadas pelo fungo candida albicans podem causar atrasos de uma semana ou até mesmo de um mês. Uma vez que o fungo seja destruído pelo tratamento, a periodicidade do sangramento é recuperada.

Sintomas que acompanham a amenorreia

Sintomas que acompanham a amenorreia

Conforme mencionado anteriormente, a ausência de ciclos normais no organismo feminino pode ser acompanhada por outros sintomas muito desconfortáveis. Os que mais se destacam são:

  • Acne
  • Dor de cabeça
  • Mudanças no peso ou sensação de inchaço
  • Manchas de cor marrom na pele do rosto
  • Presença de pelos no rosto
  • Produção excessiva de óleo no cabelo ou no rosto

A ausência de menstruação pode ser tratada de forma eficiente com uma avaliação imediata do médico ginecologista. Por isso, não hesite em agendar uma consulta se você notar essa alteração.