O que é a educação ao ar livre?

· 20 de março de 2019
Graças à educação ao ar livre, as crianças têm contato com a natureza e aprendem os conteúdos como um todo, não em matérias separadas. Além disso, esse método é benéfico para melhorar o trabalho em equipe e aprender a respeitar o meio ambiente.

As gerações estão mudando, sobre isso não há dúvidas. Hoje em dia, as crianças ficam facilmente entediadas com o método de ensinamento conhecido como ‘convencional’. Por isso, muitas escolas e pais estão colocando em prática o que é denominado como educação ao ar livre. Você gostaria de saber o que é? Então continue lendo este artigo.

O que é a educação ao ar livre

Até recentemente, acreditava-se que a única maneira de aprender era em um local fechado onde as crianças pudessem prestar atenção e se concentrar na lousa diante de seus olhos. No entanto, tudo isso mudou. Embora se continue mantendo a sala de aula, cada vez mais escolas estão optando pela educação ao ar livre.

Basicamente, trata-se de um conceito no qual a natureza e o cuidado do meio ambiente são uma parte muito importante do ensino. Além disso, esse tipo de educação permite que as crianças sejam mais criativas, respirem ar fresco e pratiquem esportes quase sem se dar conta.

A educação ao ar livre para crianças pode ser realizada em um parque, no pátio da escola, em um jardim, na praia, no campo, em um bosque, na montanha… Enfim, onde quiser.

Esse modelo pode parecer algo novo em alguns países. Mas, na verdade, em países como a Alemanha, a Noruega, a Finlândia e a Suécia já se pratica esse tipo de ensino, tanto em escolas privadas quanto públicas.

O propósito da educação ao ar livre

O principal objetivo desse método é que as crianças tenham pleno contato com a natureza desde cedo, mesmo que morem em uma cidade grande.

A relação com o meio ambiente permite um melhor desenvolvimento físico e mental das crianças. Dessa forma, os pequenos são estimulados pelo que veem ao seu redor. Esse método também não afeta a aprendizagem “tradicional”, isto é, relacionado a matérias como matemática, literatura, história, etc.

A educação ao ar livre com crianças oferece oportunidades para explorar e se divertir.

Em uma fase crucial da vida como a infância, é muito importante que os alunos estabeleçam os pilares sobre os quais apoiarão sua vida adulta.

A educação ao ar livre não deixa de lado as matérias convencionais. Porém, nesse método outras questões são priorizadas. Algumas delas são: a criatividade, a autoestima, a autonomia, o empreendedorismo, o trabalho em equipe, a autoconfiança, o respeito e a proteção dos recursos naturais.

Como experimentar a educação ao ar livre

Infelizmente, as crianças que moram em grandes cidades têm um “déficit” em termos de contato com a natureza. A falta de contato as deixa mais propensas em se viciar em tecnologia. Como consequência, as interações com outras crianças da mesma idade acabam sendo reduzidas.

A educação ao ar livre, portanto, é uma excelente maneira de permitir que os pequenos entrem em contato com o meio ambiente. É especialmente benéfica porque oferece espaços maiores para interagir do que uma sala ou seu próprio quarto.

É verdade que algumas crianças frequentam acampamentos de verão fora de sua cidade e voltam completamente mudadas, para o bem. Apesar de certamente complementar a educação, não é suficiente.

Quando somos pequenos, precisamos de mais espaço para nos movimentar como bem quisermos. Essa demanda de espaço é cumprida nas escolas nas quais a educação ao ar livre é parte do ensino.

Como são as aulas nessas escolas?

A premissa dessas instituições é que “a natureza é a sala de aula”. Por isso, elas procuram fazer com que a maior parte da jornada escolar seja ao ar livre. Os alunos podem fazer uma horta, tomar lanche à sombra de uma árvore grande, analisar insetos, observar pássaros, aprender sobre agricultura e pecuária, e fazer exercícios no gramado.

Da mesma forma, a escola também conta com salas de aula convencionais com telhados e paredes. Porém essas salas são destinadas a outras atividades ou para dias de muito frio, calor, chuva ou neve.

educação ao ar livre

Digamos que você gostou da ideia e quer que os seus filhos estudem em uma escola que oferece educação ao ar livre, mas você não tem certeza se é realmente adequado. Não se preocupe. Para tirar as suas dúvidas, basta visitar um estabelecimento que segue essa corrente.

As classes são formadas por grupos menores de crianças, geralmente, não mais do que 25. Os alunos têm diferentes idades e aprendem várias matérias diferentes, mas que estão interligadas entre si.

Isso significa que não há aulas de matemática, aulas de biologia ou aulas de literatura de forma separada. Nesse caso, as crianças aprendem como um todo, combinando os diferentes conceitos.

Obviamente, as crianças também têm tempo livre para brincar, fazer excursões, aprender idiomas, música, artes, enfim, tudo o que precisam para desenvolver o intelecto. Em suma, a educação ao ar livre é uma alternativa muito completa. Dê uma chance a esse método que está se tornando cada vez mais popular em todo o mundo.