O que é e como preparar um plano de parto

· 23 de novembro de 2017

A mulher dos dias de hoje planeja e controla sua gravidez desde a primeira semana. No entanto, todo esse controle desaparece no último dia da doce espera. Entre outras coisas, geralmente isso acontece devido à ansiedade, aos cuidados médicos e a todas as circunstâncias específicas do momento. É por isso que a preparação de um plano de parto pode ajudar a fazer com que tudo ocorra da maneira que você tinha pensado.

Se analisarmos bem, um plano de parto permite que a nossa vontade se realize em meio aos trabalhos durante o nascimento. As coisas que esse documento escrito pode definir são de extrema importância para a futura mamãe.

A seguir, vamos explicar em que consiste um plano de parto e qual sua utilidade para a mulher dos dias de hoje.

O que é um plano de parto?

O que acontece é que mesmo tendo decidido como queremos que seja o parto, em meio à urgência do momento tudo se desfaz. Normalmente, isso acontece porque os médicos e as enfermeiras podem não estar a par das nossas preferências. 

Exatamente para garantir que tudo o que desejamos seja realizado, o plano de parto foi inventado. Trata-se de um documento que reúne as vontades e os desejos da mãe em relação ao processo do nascimento do bebê.

Há uma série de fatores em relação aos quais a mãe tradicionalmente pode decidir o que quer. Tanto em relação a si mesma quanto em relação ao filho

um plano de parto

O que podemos planejar nesse documento escrito?

Dentre as coisas que podem ser decididas nesse documento, se destaca a utilização da anestesia durante o parto. Também podemos escolher o acompanhante que pode estar presente no parto. Ou, até mesmo, pedir para que não nos separem do bebê após o parto.

Além disso, é possível determinar outros aspectos que ocorrem durante o momento do parto. Por exemplo, hoje em dia podemos evitar que raspem os pelos pubianos, que realizem lavagem intestinal ou que escolham a postura na qual a grávida deve dilatar.

Claro que nos referimos sempre a pedidos que não interfiram no trabalho dos médicos e das enfermeiras e que não exerçam um impacto direto na nossa saúde.

Outras solicitações que podem ser feitas no plano de parto

Na internet, existem vários modelos de formulário que podem nos dar uma ideia sobre os pedidos escritos que podemos fazer. Em um caso, por exemplo, a grávida pode pedir para escolher a música que vai escutar durante o parto. Também a roupa ou algum material de apoio, como as bolas geralmente usadas em alguns partos.

Se a pessoa deseja maior privacidade, pode perguntar sobre a possibilidade de o médico ter a menor quantidade possível de pessoas na equipe durante o momento do parto.

A paciente também pode solicitar ser informada em todos os momentos sobre os procedimentos médicos que serão realizados. Outras opções incluem limitar os exames vaginais na medida do possível e evitar a indução ao parto.

O plano de parto deve ser preparado ao longo dos meses de gravidez

Há grávidas que o preparam apenas com dois meses de antecedência. No entanto, o correto é preparar esse documento ao longo dos meses de gravidez, com tempo, com a finalidade de poder fazer pedidos que se adaptem às necessidade específicas da mãe e do bebê.

um plano de parto

Assim que o médico responsável tiver escrito à mão o documento, ele mesmo vai realizar o parto com o objetivo de que esse momento especial ocorra de acordo com os desejos da mãe.

Se as coisas forem se complicando com o passar dos meses, o ginecologista ou o obstetra pode dar suas recomendações à mãe. Assim, pode ajudá-la a se preparar emocionalmente. As vontades da mãe devem ser realizadas, exceto se alguma implique qualquer risco para a paciente e o recém-nascido.

Onde se pode conseguir esses formulários?

Na Espanha, o Ministério da Saúde, Serviços Sociais e Igualdade oferece o documento no seu site. Nele, é possível observar algumas das solicitações que as grávidas podem fazer no hospital.

Além disso, é possível solicitar o modelo de formulário no hospital onde a parto será realizado. O mais provável é que o médico entregue o documento em alguma das consultas mensais.

Algumas clínicas publicam nos seus sites os formulários que utilizam para realizar essa consulta. Em todo caso, é importante que as mulheres grávidas solicitem com antecedência o modelo para começar a planejar o quanto antes.