O que fazer a para a minha menstruação doer menos?

5 de setembro de 2019
Os desconfortos causados pela menstruação podem ser aliviados de maneiras muito fáceis e variadas. Veja o que comentaremos a seguir e tome nota.

Quando a menstruação vem, muitas vezes é inevitável sentir vários desconfortos. Quando as dores são de intensidade leve ou moderada, geralmente podem ser facilmente aliviadas com a realização de algumas medidas bem simples. A seguir, veja o que fazer a para a menstruação doer menos.

É normal que o desconforto causado pela dor da menstruação impeça a mulher de fazer certos esforços com a mesma energia de sempre. No entanto, isso não significa que é preciso desistir de todas as atividades para se sentir melhor. Pelo contrário, é conveniente se manter um pouco ativa. Naturalmente, elas terão um ritmo mais lento e equilibrado.

Por que sentimos dor?

A menstruação causa dores no ventre, nas costas, nos seios e na cabeça. Em alguns casos, a dor pode se espalhar para outras áreas do corpo, como as pernas. Em suma, o mal-estar geral que essa dor causa é bastante incômoda.

mulher com dor abdominal e não menstrua

Mas afinal, por que a menstruação dói? Isso acontece porque os tecidos dos óvulos que não foram fertilizados naquele mês são eliminados. Para que isso aconteça, o corpo passa por uma série de alterações hormonais que podem incluir contrações uterinas.

Um dos hormônios secretados em maior quantidade nesse período é a prostaglandina. Embora ajude a facilitar a expulsão desse tecido, ela também faz com que a mulher sinta dor, uma vez que causa contrações no útero.

“A dor ocorre por causa das contrações uterinas que se são causadas devido à secreção de prostaglandina e ácido araquidônico, fazendo com que ocorra o sangramento menstrual.”

De acordo com a duração e intensidade, a dor da menstruação pode ser classificada como: dismenorreia primária ou secundária. Isso é determinado por um ginecologista após uma avaliação física.

Dicas para fazer a menstruação doer menos

A menos que a dor não impeça a realização de atividades, é possível tomar certas medidas para fazer a menstruação doer menos. Em geral, são pequenas ações que ajudam a aliviar a dor se forem praticadas com regularidade e paciência.

1. Fazer caminhadas e exercícios de baixo impacto

Embora a menstruação faça com que não queiramos fazer muitas atividades, o mais recomendável é fazer uma caminhada leve por 20 a 30 minutos, pelo menos. A atividade física ajuda a diminuir a intensidade das contrações uterinas e obter alívio a médio e longo prazo.

Da mesma forma, você pode combinar a caminhada com alguns exercícios de baixo impacto como, por exemplo, algumas posturas de ioga ou certos exercícios de pilates.

Um passeio ajuda a menstruação a doer menos.

2. Colocar as pernas para cima

Embora possa não parecer, o fato de levantar as pernas por 10 minutos pode contribuir significativamente para o alívio da dor menstrual. Isso porque, ao levantar as pernas, o fluxo sanguíneo melhora e faz com que a dor diminua. É recomendável deixar as pernas levantadas por um tempo, descansar e colocar para cima novamente.

3. Compressas quentes para fazer a menstruação doer menos

É conveniente aplicar compressas quentes ou usar uma bolsa de água quente, uma vez que o calor ajuda os músculos contraídos a relaxarem. Consequentemente, a circulação sanguínea melhora. Isso porque o calor tem um efeito vasodilatador.

Além disso, combinar a aplicação de calor com massagens leves e relaxantes na área do ventre também alivia a dor menstrual de forma significativa.

As massagens devem ser feitas com movimentos lentos e circulares, sem colocar pressão sobre a área. Para obter um melhor alívio realize os movimentos por cerca de 10 a 15 minutos. Se em vez de compressas quentes você preferir tomar um banho quente, o efeito será o mesmo.

4. Uma bebida quente

Outra maneira de aproveitar o efeito do calor é tomar de uma bebida quente. Em geral, recomendam-se chás naturais de: camomila, canela, gengibre e hortelã.

Todas essas infusões não fazem mal algum e proporcionam um grande alívio, pois ajudam a liberar os líquidos acumulados. Para obter um alívio mais eficaz, é melhor tomar com calma, com pequenos goles.

“Uma boa hidratação evita que os líquidos se acumulem e isso ajuda a aliviar a dor menstrual.”

5. Escolher bem os alimentos

Assim como é conveniente beber sem pressa, também é necessário cuidar da alimentação. Se sua dieta for abundante e incluir alimentos pesados, a digestão se tornará mais lenta e mais difícil, o que pode aumentar o desconforto da menstruação.

Portanto, é melhor fazer várias pequenas refeições leves, que forneçam energia e sem causar uma sensação de muito peso. Além disso, embora seja normal ter desejos de doces, é necessário ficar atenta às doses de açúcar. Isso porque o excesso causará mais dor menstrual.

Realizar várias refeições leves ajuda fazer a menstruação doer menos.

6. Evitar os estimulantes

A cafeína e a teína são substâncias que aumentam os níveis de catecolaminas (hormônios do estresse), que aumentam a dor menstrual de forma significativa. Por essa razão, é mais conveniente reduzir ao mínimo, ou pelo menos tanto quanto possível, o consumo de bebidas que contenham tais substâncias.

Quando ir ao médico?

Se a dor não diminuir mesmo depois de tomar todas as medidas que estão ao seu alcance, é importante consultar o ginecologista para fazer uma avaliação. Lembre-se de que um diagnóstico e o tratamento a tempo evitará muitos problemas a longo prazo.

Por outro lado, se a dor na parte inferior da barriga ocorrer em momentos diferentes, fora da menstruação, e vier acompanhada por outros sintomas, pode ser um sinal do corpo de que algo não está certo.

  • La mujer, el ciclo menstrual y la actividad física. Rev. Arch Med Camagüey Vol 21 (2) 2017. http://scielo.sld.cu/pdf/amc/v21n2/amc150217.pdf