O que fazer para curar queimaduras solares?

8 de julho de 2019
Se nos esquecermos dos filtros solares e a exposição direta à luz do sol for prolongada, há um risco de queimaduras que podem variar entre leves e intensas.

Para curar queimaduras solares adequadamente, é necessário saber quais são as principais medidas e, claro, os diferentes tipos de queimaduras existentes. Lembre-se de que um tratamento correto reduzirá o desconforto e o tempo de cura.

Queimaduras solares podem ter caráter geral e local. Quando a queimadura tem uma grande extensão, cobrindo praticamente toda a pele, ela é entendida como uma queimadura geral. Portanto, aquelas de caráter local passam a ser as que estão localizadas apenas em um ponto específico da pele.

Elas recebem o nome genérico de “insolação”, embora nem todas as queimaduras solares envolvam insolaçãoConsidera-se que é uma insolação quando a pessoa chega a ter uma febre muito alta e convulsões. Portanto, é melhor não considerar qualquer queimadura como insolação e, em vez disso, referir-se a elas como ‘lesões’.

Essas lesões são produzidas na pele por exposição excessiva aos raios solares. A intensidade que atingem depende não só da duração do banho de sol, mas também da sensibilidade da pele exposta. Claro, as peles mais sensíveis são as dos bebês e a dos idosos.

menina passando filtro solar

Existe um horário para tomar sol?

O horário apropriado para banhos de sol é entre sete e dez da manhã. Depois disso é prejudicial porque a incidência de luz solar é mais forte. Se a pessoa exceder o número de horas de exposição, aparecerá uma vermelhidão característica chamada de “eritema”.

Nesse sentido, recomenda-se que pessoas com pele muito branca não fiquem expostas ao sol por períodos prolongados. E, embora as peles escuras sejam mais resistentes, ainda assim elas não devem ser negligenciadas. Sempre será necessário usar protetor solar. Outro método de proteção é preparar uma loção com os seguintes ingredientes:

  • 20 gramas de lanolina.
  • 30 gramas de vaselina.
  • 1 grama de sulfato de quinina.

Tipos de queimaduras solares e tratamentos

Primeiro grau

Não são casos graves, aqui a pele exposta adquire características de um primeiro grau de queimadura. No entanto, a vermelhidão desaparece dentro de 24 a 48 horas para dar lugar a uma pigmentação escura que vai persistir por alguns dias ou semanas.

Normalmente, no primeiro grau de queimaduras, a ingestão de água é o único tratamento adequado, bem como a aplicação de cremes, loções hidratantes, produtos after sun e, claro, o uso de roupas de algodão ou roupas leves para que, ao tocar a pele, não irritem ou impeçam a transpiração.

Segundo e terceiro grau

Quando ocorre um ‘rubor’, a queimadura pode ser de segundo ou de terceiro grau. O rubor se manifesta com febre alta, perda de consciência, entre outros sintomas. Nesses casos, a atenção médica é essencial. 

Enquanto aguarda a atenção médica, o paciente deve ser mantido nu, em local fresco e deitado confortavelmente em uma cadeira de extensão. Uma vez avaliado pelo médico, o passo seguinte é a aplicação de envoltórios úmidos e frios na cabeça, pescoço, axilas e tórax a fim de diminuir a temperatura da pele.

Se o paciente recuperar a consciência, deverá tomar alguns goles de água fria. Porém, se você notar que a pessoa suou muito, é melhor dissolver sal de cozinha na água oferecida a fim de compensar a grande quantidade de sais perdida pelo corpo através da transpiração.

O médico pode indicar a ingestão de um comprimido de 0,30 gramas de bromoidrato de quinina com um pouco de água. Aplicações de quinina servem para curar queimaduras solares, uma vez que atenuam a inflamação e a dor.

Outras recomendações para curar queimaduras solares

Para curar queimaduras solares, você pode usar o cristal de aloe vera. Ele pode ser obtido cortando diretamente da planta uma de suas folhas. A camada que a cobre é removida da folha para aproveitar a polpa, que deve ser lavada até que fique completamente transparente para remover o iodo.

Uma vez que a polpa tenha sido lavada, o cristal de aloe poderá ser passado na área queimada. É necessário deixar secar e repetir esse processo várias vezes ao dia, até que a inflamação desapareça.

gel de aloe vera

Uma boa opção para queimaduras solares é colocar uma compressa de água fervida com uma solução de salicilato de sódio a 0,5% e, em seguida, adicionar talco, amido ou óxido de zinco.

Também são usados ​​para tratar esse tipo de lesão, ataduras embebidas em água salgada misturada com hamamélis, bicarbonato de sódio e compressas de leite coalhado. Este último alivia rapidamente a queimadura da pele. Para ter o leite coalhado de uma vez, basta adicionar algumas gotas de vinagre.

Você deve estar ciente de que ao expor sua pele ao sol é essencial tomar precauções, já que um excesso nesse aspecto pode ter consequências desastrosas e irreversíveis. Especialmente, devemos ter muita atenção com o cuidado da pele dos nossos pequeninos. Aproveite o verão de forma saudável!