O que fazer para meu filho ganhar peso quando não come?

· 12 de fevereiro de 2017

As crianças ganham peso à medida em que ficam mais velhas para crescer e se desenvolver adequadamente. Entretanto, algumas crianças não ganham peso suficiente. Mesmo que haja muitas razões para isso, a mais comum é porque elas não comem os alimentos necessários para satisfazer suas necessidades. Com um pouco de planejamento as crianças conseguem manter o peso e, consequentemente, evitar os efeitos negativos que a falta de peso acarreta à saúde.

Se uma criança ganha peso de forma inadequada pode apresentar baixos níveis de vitaminas e minerais no organismo. Quando isso acontece podem surgir problemas de desenvolvimento físico ou também de aprendizado. Por isso é tão importante tratar adequadamente a questão do ganho de peso.

Como saber se meu filho está ganhando peso?

Todas as crianças apresentam um padrão de crescimento que é natural para elas. Para saber se uma criança está dentro dos limites ideais e se certificar de que ela ganha peso proporcionalmente, é preciso fazer um acompanhamento. A pessoa indicada para fazer essa análise é o pediatra.

É preciso levar em consideração que as tabelas de crescimento apresentam valores médicos com mínimos e máximos. A constituição física de cada criança tem um papel fundamental nessa análise. Assim, não há motivos para grandes preocupações caso seu filho esteja relativamente abaixo da média.

peso2

Por que meu filho não ganha peso?

Seu filho pode não estar ganhando peso por vários motivos. Apresentamos alguns motivos a seguir:

  • Ele está passando por uma fase de crescimento e suas necessidades de energia são altas.
  • Não tem apetite ou recusa os alimentos.
  • Come somente determinados tipos de alimento.
  • Come muito devagar.
  • Distrai-se facilmente ou perde rapidamente o interesse pela comida.
  • Está doente.

O que fazer para meu filho ganhar peso?

Fazendo pequenas mudanças na alimentação da criança. Ao longo do dia podemos aumentar a quantidade de calorias e nutrientes que ela recebe.

Algumas mudanças que você pode incorporar são:

  • Oferecer uma dieta equilibrada baseada em alimentos variados, ricos em nutrientes e apresentados de forma agradável e criativa.
  • Servir quantidades menores de comida, mas com mais frequência.
  • Não oferecer líquidos à criança até o final da refeição.
  • Incluir gorduras saudáveis nas refeições em quantidades adequadas, evitando as gorduras saturadas e, sobretudo, as hidrogenadas.
  • Fazer as refeições em família e em um ambiente tranquilo. Todos devem comer os mesmos alimentos, mas em proporções adequadas.
  • Manter a criança ativa física e intelectualmente a fim de estimular o apetite.
  • Oferecer um suplemento nutricional ou um composto que estimule o apetite.

Os suplementos alimentares proporcionam calorias e nutrientes que favorecem o ganho de peso e promovem o crescimento. Os suplementos devem ser recomendados pelo pediatra, dependendo da idade e da situação da criança.  De qualquer forma, oferecer um suplemento nutricional deve ser a última opção.

peso3

Dieta equilibrada para crianças

Uma dieta equilibrada para crianças deve se basear nos princípios a seguir:

  • Refeições baseadas em carboidratos compostos (com amido), como pão, massas, arroz ou batatas. Escolher variedades integrais sempre que for possível.
  • Ingerir pelo menos cinco porções de frutas e verduras ao dia.
  • Escolher alguma proteína magra que pode ser encontrada na carne de boi, no peixe, nos ovos, no feijão, nos legumes e em outras fontes que não sejam laticínios.
  • Incluir leite e laticínios como queijo e iogurte, que são grandes fontes de proteína e cálcio.
  • Permitir pequenas quantidades de alimentos que contenham altos níveis de gordura e/ou açúcar ou comê-los com menos frequência.
  • Reduzir o consumo de gorduras saturadas que podem ser encontradas em carnes processadas, tortas, bolos e bolachas.
  • Reduzir o consumo de alimentos e bebidas açucaradas, incluindo chocolate, bolos, bolachas e refrigerantes.