O que fazer para não ter dor nos ovários?

7 de agosto de 2019
As dores nos ovários são um motivo frequente de consulta médica. Caso aconteçam, não hesite em falar com o seu ginecologista para descobrir a causa. De fato, um tratamento específico pode ser necessário.

O corpo de uma mulher está exposto a muitas mudanças e flutuações durante os ciclos menstruais. Muitas vezes, eles causam distúrbios como, por exemplo, a dor nos ovários. Para evitar, até certo ponto, o aparecimento desse problema, deixaremos algumas dicas úteis a seguir.

Os ovários são uma parte importante do sistema reprodutivo feminino, sendo responsáveis pela produção dos óvulos. Eles também representam a principal fonte de estrogênio e progesterona. No entanto, muitas mulheres sentem dores ocasionais nos ovários, geralmente relacionadas a várias causas.

Sem dúvida, a dor do ciclo menstrual geralmente é a mais comum para algumas mulheres. Surgem sintomas como desconforto na parte inferior do abdômen ou náuseas. No entanto, uma vez que a menstruação acaba, geralmente tudo volta ao normal.

Se, por outro lado, a dor persistir mesmo após o término do período menstrual, é importante consultar o médico para evitar qualquer risco e tirar as dúvidas, pois existem várias causas para isso. Vamos falar mais sobre elas a seguir.

Quais são as principais causas de dor nos ovários?

A maioria das mulheres se queixa de dor nos ovários. No entanto, algumas delas não reconhecem quando o ciclo menstrual é a causa esses desconfortos.

A dor nos ovários pode ser leve ou intensa e gerar muito desconforto, além de poder durar desde algumas horas até vários dias. Às vezes, pode até mesmo ser permanente.

A origem da dor nos ovários pode ser hormonal:

  • Antes da menstruação.
  • Antes e durante a ovulação.
  • Durante a gravidez.
  • Antes, durante e depois da menopausa.
Dor nos ovários

Também pode indicar um problema ou uma doença mais grave, como:

  • Inflamação ou infecção das trompas de Falópio.
  • Gravidez ectópica.
  • Cisto ovariano.
  • Tumor ou câncer de ovário.

“A dor nos ovários pode ser leve ou intensa e gerar muito desconforto, além de poder durar desde algumas horas até vários dias.”

O que fazer para não ter dor nos ovários?

Certamente, tudo vai depender das causas da dor nos ovários, embora os tratamentos possam ser medicamentosos ou cirúrgicos. Se houver uma gravidez ectópica, é urgente interrompê-la para salvar a vida da mulher e evitar complicações irreversíveis.

Em caso de dor crônica, o monitoramento ginecológico é necessário para garantir que não haja disfunção ovariana ou endometriose. Se uma causa não for encontrada, a dor nos ovários pode estar associada à ansiedade ou a certos distúrbios psicológicos. No entanto, existem alguns procedimentos a serem feitos para não ter dor nos ovários.

Cólica ovariana

Na maioria dos casos, as mulheres sentem algum tipo de cólica ovariana após a menstruação. Os ginecologistas especificam que, se a dor durar de 2 a 3 dias, trata-se de algo normal. Entretanto, se essa situação persistir, uma consulta médica é inevitável.

No entanto, se você não tiver uma infecção ou um problema de saúde, é possível reduzir essas dores ou até mesmo eliminá-las, através da adoção de algumas práticas. A partir do meio do ciclo menstrual, é aconselhável tomar as seguintes medidas:

  • Levar um estilo de vida saudável, que inclua minimizar ou evitar o uso de álcool e tabaco.
  • Não comer muitos doces.
  • Reduzir o consumo de carne vermelha e optar por uma dieta vegetariana.
  • Fazer exercícios físicos, para evitar o estresse.
  • Reduzir a ingestão de cafeína e tentar dormir durante 7 ou 8 horas todos os dias.
  • Colocar uma garrafa de água quente enrolada em uma toalha ou, então, toalhas mornas na parte inferior do abdômen, mais especificamente na área entre o umbigo, o quadril e a parte superior, a fim de reduzir a dor e aliviar a tensão da musculatura.
  • Tomar chás que tenham propriedades relaxantes. A camomila é um remédio natural para a dor de estômago e, além disso, também pode aliviar bastante a dor nos ovários.
  • Fazer uma massagem suave na área dos ovários durante alguns minutos.

Essas dicas são possíveis para todos e são fáceis de aplicar. Tente levá-las em consideração no próximo ciclo para evitar a dor nos ovários antes e depois do período menstrual. Como indicamos anteriormente, caso o desconforto persistir, não hesite em consultar um especialista para evitar qualquer risco.

O que fazer para não ter dor nos ovários

Dor nos ovários: às vezes relacionada ao estresse

Se você geralmente for afetada por essa emoção prejudicial, o seu corpo pode reagir com dor no ovário direito após a menstruação. O estresse é um mau aliado para as mulheres, mas também é um mau aliado para homens e crianças.

Você deve se concentrar em situações relaxantes que não tenham um impacto negativo no seu corpo. O yoga é uma prática recomendada, mas nem todas as pessoas são receptivas a praticar essa atividade.

Da mesma forma, praticar esportes pode ser interessante. No entanto, não existem soluções milagrosas. Você deve encontrar a modalidade que te traga mais satisfação.

Para algumas mulheres, a natação pode ser perfeita, enquanto outras vão apreciar uma boa distração durante a corrida. Paralelamente, é aconselhável reduzir o consumo de cafeína, pois ela tende a ser um estimulante, principalmente se o café for tomado no final da tarde.

Para terminar, tenha em mente que a dor nos ovários pode ou não ter uma causa grave. Por isso, mesmo que a dor não seja forte, é importante mencionar o desconforto para que o médico possa avaliá-la.