Orientação sexual na adolescência: como conversar com seus filhos

Durante a adolescência, ocorrem muitas mudanças nos jovens, tanto físicas quanto mentais. É uma fase em que a orientação sexual começa a ser definida, um tema com o qual às vezes os adolescentes não sabem lidar.
Orientação sexual na adolescência: como conversar com seus filhos

Última atualização: 09 Julho, 2021

A orientação sexual na adolescência é um aspecto que suscita muitas dúvidas entre os jovens. Às vezes, os adolescentes ainda não têm clareza total sobre sua sexualidade e isso os preocupa. O que acontece é que nessas idades as dúvidas em relação à sexualidade são difíceis de expressar, às vezes por vergonha e outras vezes por medo do que os outros podem pensar.

Durante a puberdade tem início a atração sexual, principalmente devido às alterações hormonais dessa fase. Essas mudanças não envolvem apenas o corpo, mas também a mente, portanto, quando os adolescentes acham alguém atraente, pode ocorrer excitação física. É nesse período que meninos e meninas começam a descobrir o que significa sentir atração por alguém. E admitir sua orientação sexual faz parte desse processo.

Orientação sexual na adolescência: o que é?

Quando falamos sobre orientação sexual, estamos nos referindo ao gênero (feminino ou masculino) pelo qual uma pessoa se sente atraída. Existem vários tipos:

Casal adolescente com dependência emocional.

  • Homossexuais: são pessoas que se sentem atraídas por pessoas do mesmo sexo. Lésbica é a mulher que se sente atraída por outra mulher e gay é o homem que se sente atraído por outro homem.
  • Heterossexual: são pessoas que se sentem atraídas pelo sexo oposto. As mulheres se sentem atraídas por homens e os homens, por mulheres.
  • Bissexuais: são pessoas que se sentem atraídas por ambos os sexos.

Recomendações para conversar sobre orientação sexual na adolescência

Ao conversar sobre sexualidade com as crianças, os pais precisam ter uma mente e uma atitude facilitadoras e abertas. É importante que a educação sexual das crianças comece em casa e tenha continuidade nos centros educacionais. Pais e filhos que têm uma relação baseada na confiança e, com uma disposição aberta, esse processo será muito mais fácil.

Os pais devem ter conversas sobre sexo com seus filhos para explicar a eles falsos mitos e lidar com a desinformação que eles podem encontrar na Internet ou vinda dos amigos. O que os pais podem fazer?

Fazer uso adequado da linguagem

Para falar sobre questões de orientação sexual, é aconselhável usar um gênero neutro, ou seja, usar palavras como alguém, pessoa ou adolescente, em vez de menina/menino e amiga/amigo. Além disso, qualquer palavra pejorativa sobre orientações sexuais, como mulher acho ou viadinho, deve ser eliminada do vocabulário.

Normalizar a situação

Tenha a mente aberta ao conversar com os adolescentes sobre orientações sexuais. A forma como o tema será abordado dependerá muito da família e de seus valores. O que você tem que entender é que a orientação sexual de uma pessoa tem que ser entendida como mais uma característica, como ser alto ou baixo. A situação deve ser normalizada e não transformada em tabu.

Estar atentos a como os filhos se sentem e responder às suas perguntas

As mudanças físicas que ocorrem durante a adolescência devido ao desenvolvimento sexual podem causar preocupação e vergonha nos jovens. Os pais devem estar atentos a esses sentimentos para ajudá-los e esclarecer quaisquer dúvidas que possam surgir. É importante estar perto dos filhos para que eles possam expressar as emoções que estão sentindo e, dessa forma, possamos ajudá-los.

Durante essas conversas, evitar perguntas excessivas sobre a intimidade sexual dos filhos

 

Casal adolescente feliz não se preocupando com a orientação sexual.

Ao conversar com os filhos sobre orientação sexual, é importante não fazer perguntas incômodas sobre sua intimidade, como se fizeram sexo, com quem, como etc. Devemos deixar que eles contem quando quiserem e tomem a iniciativa se acharem adequado, sem pressão de qualquer tipo.

Em relação à orientação sexual na adolescência…

A orientação sexual na adolescência é uma das coisas que mais preocupa os jovens. Eles ainda não definiram sua tendência sexual e, além disso, existem muitos tabus a respeito da homossexualidade, principalmente. Como pais, é importante ter a mente aberta e abordar essa questão independentemente da orientação sexual do adolescente.

O ponto fundamental é acompanhar, compreender e ajudar a sanar todas as dúvidas que nossos filhos tiverem sobre a sexualidade. Isso pode ajudar muito quando se trata de saber identificar o que eles sentem.

Pode interessar a você...
Como abordar a educação sexual com pré-adolescentes
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Como abordar a educação sexual com pré-adolescentes

Vamos te ajudar a abordar a educação sexual com pré-adolescentes, para que eles aprendam, de uma maneira saudável, que o sexo faz parte da vida.